terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Inspirações para se criar mesas caprichadas: Eliane Teixeira lança o livro "Inspirations", com mais de 500 fotos de ambientes produzidos com truques simples e criativos.

Capas de edredom que se transformam em belas toalhas de mesa. Potes de geleias que viram castiçais para velas. Latas de biscoitos que fazem as vezes de jarros de flores. Arames cobertos com hera em formato de corações que decoram cadeiras. Truques simples e inspiradores para se criar caprichadas decorações são a especialidade da designer Eliane Teixeira, que lança hoje, dia 5, no Copacabana Palace, o livro "Inspirations", pela Editora Tamanduá. A publicação tem 300 páginas e mais de 500 fotos, de autoria dos fotógrafos André Nazareth e Priscila Jammal e do arquivo pessoal da autora. 

Como decorar uma mesa? Confira as dicas de Eliane Teixeira:

Estilo e combinação de cores: “Costumo criar mesas em dois estilos – praiano, no apartamento do Rio, e campestre, em minha casa do Brejal. No primeiro caso, aposto numa paleta de cores neutras: garrafas de vidro transparentes, velas, castiçais de cerâmica brancos, corais. Na casa de campo, invisto em tons de madeira, com fibras, galhos, folhagens. Não fico escrava de ter tudo absolutamente combinando. Tento sempre usar o que está à minha volta, em vez de comprar acessórios. Tenho muitos vidros da Cadeg, latas de chá e garrafas de vinho de vários formatos que tiro o rótulo e viram jarros. Já transformei paninho de renda que foi da minha avó e toalha de piscina em caminho de mesa. Nessa época do ano, misturo pinha, limão siciliano”.


Toalhas e jogos americanos: “Nas mesas mais urbanas, dou preferência aos jogos americanos. Apesar de serem mais despojados, eles permitem criar composições para todo tipo de situação. Além disso, são mais práticos, fáceis de limpar e de armazenar. Já na Serra, prefiro as toalhas, que podem ser lisas ou estampadas. Já montei mesas com capa de edredom, florida, para um dia bonito no campo, e até com papel Kraft. Neste caso, fiz um caminho de mesa largo, indo de uma ponta a outra, e usei louça branca e folhagem verde. Fica uma mesa linda e descontraída. Uma das composições que gosto é a de florais com listras: a toalha, por exemplo, pode ser florida e os guardanapos, com listras nas mesmas tonalidades. Na hora de escolher os tecidos, acho que quanto mais algodão possível, melhor. Se eu for fazer uma mesa mais formal, para a noite, uso linho e opto por menos cores. Branco com cáqui, por exemplo, fica muito elegante. Mas nada de tecidos brilhosos!”.



Louças e acessórios: “Gosto de pratos com informação, mas tento contrabalançar. Isto é, se você tem um prato maravilhoso, ou um faqueiro com um cabo diferente, essa tem que ser a estrela da mesa. O resto precisa ‘desaparecer’. É como se vestir: se estou com uma roupa estampadona, os acessórios têm de ser bem discretos. Se a roupa é bem básica e lisa, invisto nos acessórios. Na hora de escolher os acessórios, procuro o que tenho em casa. Potes de geleias que viram castiçais para velas. Latas de biscoitos que fazem as honras de jarros de flores. Arames cobertos com hera e moldados em forma de corações para decorar cadeiras. Compro argolas de cortina na Saara, que viram porta-guardanapos. Uma mesa de almoço pode ser criada com as frutas que se tem em casa – limão siciliano, cachos de banana, abacaxis inteiros, ficam lindos. Já fiz mesa com alface americana dentro de vidro e com buquê de temperos: alecrim, salsinha... Não tenho muita técnica e não acho que precise: vou na intuição”.


Velas para o jantar: “As velas deixam o clima bastante charmoso, mas só uso na decoração para a noite, nunca durante o dia. Sempre evito as luzes de teto, gosto das luzes indiretas, de velas e abajures. Além disso, elas devem ser sem perfume, para não brigar com o aroma da comida. Só gosto das brancas e não censuro onde colocar, mas só acendo as que estão na mesa quando vou servir o jantar”.

Flores na decoração: “São várias as formas de incluir as flores na decoração da mesa. Uma flor que você usa de dia num vaso de palha pode ser aproveitada à noite, num vidro transparente, com uma vela ao lado. Não necessariamente você precisa das flores mais nobres. A palmeirinha que adorna sua mesa lateral pode ir para o centro da sua mesa. Uma flor que dura muito no Rio é a astromélia, e ela tem uma gama de cores infinita. Também uso muito as orquídeas, a cor que for. Para a noite, uso muito as orquídeas brancas. O importante é que não seja um arranjo alto demais a ponto de impedir que as pessoas se vejam enquanto estiverem compartilhando a refeição”.

Cuidado com os excessos: “Os excessos são ruins para qualquer composição, e isso também vale para as mesas de jantar. Caso tenha dúvidas, lembre-se do velho lema do ‘menos é mais’. O melhor é começar aos poucos, valorizando uma coisa de cada vez. Se você coloca informação em tudo, o convidado fica atordoado”.

Planeje com antecedência: “Saiba a quantidade de pessoas, verifique se dispõe de louça suficiente para servir todos os convidados e também o espaço que cada convidado ocupará, para que todos fiquem confortáveis. Se você vai receber 20 pessoas, muito provavelmente não terá tantos lugares sentados à mesa. E ou faço um jantar com todos à mesa ou com todos espalhados pelos outros espaços. Neste caso, costumo fazer plaquinhas de mdf, ou de palha, ou mesmo capas de linho ou fustão para serem usados como apoio, no colo. Se não houver louças ou xícaras suficientes, tudo bem. Vale pegar as que sobraram de todos os aparelhos de jantar antigos. Hoje está na moda comprar uma xícara em cada lugar que se viaja. Pois eu sempre gostei disso, não gosto de tudo combinadinho”.

Blogger Tricks

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

F1: Hugo Boss recebe convidados com a presença do piloto finlandês Valtteri Bottas.

Semana de F1 na cidade... Quem gosta... ou, quem tem marido louco por F!? Hoje tem festa boa relacionada ao assunto aqui. Na quinta-feira, dia 9 de novembro, hoje,  a Hugo Boss realizará uma festa para celebrar a temporada de F1 2017, com a presença do piloto finlandês Valtteri Bottas.
A marca receberá convidados especiais no Terraço One, do JK Iguatemi, a partir das 20h, com atração musical de Negra Li e do DJ Barnet.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Alfio Lisi assina troféu do 2º Prêmio Viva Decora PRO.

Destaque no cenário do design nacional, Alfio Lisi será o responsável pela criação do troféu que reconhecerá os profissionais que atuam, dentro do universo digital, no segmento de arquitetura e decoração Designer de destaque no cenário nacional, Alfio Lisi cria e fabrica suas peças em ateliê próprio, combinando materiais naturais em diferentes suportes São Paulo, outubro de 2017 – A Viva Decora, principal plataforma de conteúdo, inspiração, serviços e comunidade relacionada à arquitetura, design e decoração do Brasil, escolheu o designer Alfio Lisi para assinar o troféu a ser entregue aos sete vencedores do 2º Prêmio Viva Decora PRO. 


A premiação, que visa estimular a transformação digital do segmento de arquitetura e design de interiores, reconhece os profissionais que atuam dentro cenário digital. Arquiteto de formação, Alfio Lisi se dedica a desenhar móveis e acessórios com diferentes combinações de materiais como a madeira, como madeira, concreto, fibra de vidro, aço carbono e couro. 

Em sua trajetória, a poltrona “Leme” e a linha “Cone” são exemplos de consagradas criações do paulista, cujo ateliê próprio fica em Leme (SP). Até o dia 05 de novembro, é possível realizar a inscrição em sete categorias: • Melhor perfil Viva Decora • Página do Facebook • Perfil do Instagram • Perfil do Pinterest • Site/Blog • Digital Influencer - novidade da 2ª edição, eleito por votação do público. • Categoria especial “A transformação pela escolha pelo gás natural” Outra novidade é a parceria com a Comgás, maior distribuidora de gás natural encanado do país, que apoia a categoria “A transformação pela escolha pelo gás natural”. 

As inscrições serão avaliadas pela Comgás com base na transformação, conforto, segurança e economia proporcionados pelo uso do recurso natural. Para participar, os escritórios devem informar quantos e quais equipamentos foram usados, além de relatar a experiência obtida com esse tipo de instalação – o depoimento dos profissionais será um elemento-chave na avaliação dos projetos. “Ter o Alfio Lisi e a Comgás conosco nesse prêmio é a confirmação de que estamos no caminho certo, de valorizar os escritórios e profissionais que mais se destacam e valorizam o mercado digital”, diz Diego Simon, CEO da Viva Decora.

Para eleger os ganhadores, a Viva Decora selecionou um time de peso formado por nomes como Pedro Ariel, Regina Galvão, Lucila Turqueto, da Casa de Valentina; Olivia Vianna, do In Out Decor, Diego Simon, CEO da Viva Decora, Alexandre Salles, do Istituto Europeo di Design (IED), além de representantes das gigantes digitais Instagram, Facebook, Pinterest e Google. Os participantes serão avaliados com base nas estratégias digitais adotadas para conquistarem mais clientes e se destacarem no mercado. 

As inscrições para o 2º Prêmio Viva Decora PRO estão abertas até o dia 05 de novembro. A cerimônia de entrega dos troféus, assinados pelo designer Alfio Lisi, está marcada para 29 de novembro, no espaço THE HOUSE Comgás em São Paulo (SP). Serviço 2º Prêmio Viva Decora PRO 2017 Inscrições: até 05 de novembro. Categorias: Página do Facebook; Perfil do Instagram; Perfil do Pinterest; Site/Blog; Melhor perfil na Viva Decora; Digital Influencer e A transformação pela escolha pelo gás natural. 

Cerimônia de entrega: 29 de novembro Local: Sede Comgás - São Paulo R. Cap. Faustino de Lima, 134 – Brás - São Paulo (SP) Sobre a Viva Decora Fundado em 2014, a Viva Decora é principal plataforma de conteúdo, inspiração, serviços e comunidade relacionada a arquitetura, design e decoração do país, com 2 milhões de visitas mensais. Com uma base de dados que conta com mais de 31 mil profissionais cadastrados e 130 mil fotos, a plataforma conecta todo o mercado de decoração e reforma, desde o consumidor que busca inspiração para montar a sua casa até os profissionais - arquitetos e designers de interiores - que procuram visibilidade, conexão com usuários e conteúdo para melhorar a performance de seu escritório. 

R. Bela Cintra, 539 – Consolação, São Paulo (SP) 

terça-feira, 5 de setembro de 2017

CasaCor Minas tem Quarto de Bebê, assinado pelo arquiteto Marco Reis inspirado pelo método Montessori.

O principal viés do projeto foi adaptar o espaço à ótica de uma criança. A proposta do arquiteto  foi extrapolar o modelo convencional de quarto infantil por meio de um projeto moderno e inovador. O ambiente preza pela independência dos usuários e deixa tudo que é importante ao alcance das crianças. 

No lugar de muitos enfeites, adornos e babados, o arquiteto Marco Reis, que faz sua estreia na CASACOR Minas, preferiu a sensibilidade de explorar o espaço tendo como base a maneira como esse usuário muito especial – a criança – enxerga o mundo. O conceito do projeto é o contemporâneo, mas a inspiração vem de um universo bastante interessante: o método Montessori, que tem como proposta estimular a criatividade dos pequenos. Uma das premissas da médica e pedagoga Maria Montessori é a de que a criança deve se expressar e aprender por meio da liberdade. Nada mais justo, então, que ela tenha um quarto adaptado, a partir da sua percepção. 



Assim, ao invés de cama alta, ela foi alinhada ao olhar de seu usuário, para lhe oferecer a autonomia de deitar e se levantar quando quiser. A mesinha pequena é acompanhada de espelho e também foi disposta para que ele possa usá-la para brincar livremente. A ideia principal é que ele possa explorar o quarto de forma a crescer livre e autoconfiante (daí a importância do espelho). 



Pensado para duas crianças ou para atender dois momentos distintos de uma mesma criança, o cômodo ganhou um tablado e nele foi inserida uma cama maior. O berço tem ar retrô, mais enxuto, trabalhado em palhinha em contraponto com a cor petróleo. A base é toda em madeira freijó. Detalhe para o trocador, um pouco maior que os convencionais, em porcelanato esculpido, que tem acoplada uma prática banheirinha para o bebê. Abaixo, um vídeo com um bebê muito fofo e o lindo ambiente de Marco Dias Reis.

                                          

Parte das paredes recebeu revestimento em tecnocimento, assim como uma parte do piso. A marcenaria tem proposta geométrica que remete ao universo infantil, com traço de casinha e bandeirinhas, toda desenhada pelo arquiteto. Ela está no painel ripado atrás do berço, que ganhou prateleiras que lembram o desenho de casinhas, e também nas prateleiras acima do trocador, que formam bandeiras invertidas. Poltrona e mesa lateral servem de apoio. O resultado é um ambiente prático, de bom gosto e fácil de usar não só pelas crianças. Afinal, sem os convencionais frufrus característicos deste universo, certamente é muito mais fácil mantê-lo limpo e organizado. “Foi super gratificante e ao mesmo tempo desafiador fazer o projeto do quarto de bebê para esta edição da CASACOR Minas. Este quarto foi pensado de uma forma completamente contemporânea, mas em perfeito diálogo com a arquitetura do casarão. Além disso, ainda aproveito para desmistificar conceitos ligados a gênero, completamente  ultrapassados como o uso das cores azul e rosa para definir meninos e meninas. Estou muito feliz com a repercussão que meu projeto está tendo junto  ao publico. É muito gratificante 

Marco Dias Reis (www.marcodiasreis.com.briniciou seus estudos em Design de Ambientes pela Universidade do Estado de Minas Gerais em 2005. Começou sua carreira em 2008 nos melhores escritórios de arquitetura de Belo Horizonte. Em 2010, abriu seu próprio estúdio. Em 2012, ganhou o prêmio de Melhor Ambiente Sustentável pela mostra Morar Mais BH que foi exibido no Saloni Internazionale del Mobile 2013, em Milão/Itália. Marco também teve sua experiência fora do país. Entre 2012 e 2013, mudou-se para Londres para iniciar uma especialização na consagrada Central Saint Martins – University of Arts London.

A CASACOR é reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas e reúne, anualmente, renomados profissionais. Em 2017 chega à sua 23a edição em Minas Gerais e com mais de 20 eventos nacionais (Alagoas, Bahia, Brasília, Campinas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Interior de SP, Litoral de SP, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, São Paulo e Santa Catarina) e seis internacionais (Miami, Peru, Chile, Equador, Bolívia e Paraguai).

Serviço:
CASACOR Minas Gerais 
Até 17 de setembro de 2017 
Endereço: Rua Sapucaí, 383– Floresta- Belo Horizonte 
Horário de funcionamento: de terça à sexta de 15h às 22h/ Sábados, de 13h às 22h e  aos domingos e feriados de 13h às 19h. 
Informações: www.casacor.abril.com.br

Quarto de bebê: Berços que se transformam em minicamas.

Olá!! Hoje tem post para as mamães por aqui!! Ressaltando, antes de qualquer coisa que não se trata de publipost (tampouco de montagem de quartinho de bebê de integrante do blog. Ok?) mas sim, de uma publicação enviada pela empresa e que, já que novidades são sempre muito bem-vindas e apreciadas, o primeiro post é uma boa sugestão. A Cia. Do Móvel, indústria de móveis infantis, compreendeu a necessidade dos clientes, atendeu aos pedidos e lançou a Linha Retrô Plus, com berços que se transformam em minicamas. Com duas opções de cabeceira, sem ou com friso, a marca também tem nova cor na paleta de cores: a preta, mais moderna e descolada. E para deixar o ambiente em harmonia, a linha oferece ainda móveis para o quarto todo.


A origem da Cia. Do Móvel está no grupo Madeiranit, grupo este, que iniciou suas atividades em 1972 como empresa transportadora e distribuidora de madeiras, que logo expandiu seus negócios, atuando nas áreas de marcenarias, construção civil e fabricação de móveis planejados sob encomenda.

A experiência adquirida, mais a evolução técnica e de equipamentos dessa fábrica resultaram na criação da Cia. Do Móvel, empresa especializada na produção de móveis padronizados, com objetivo de atender consumidores que valorizam antes de tudo beleza e qualidade dos produtos.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Com boas ideias e toques de aconchego, as pequenas varandas podem se tornar as grandes estrelas dos apartamentos. A dupla Fernando Figoli e Patrícia Cillo, do escritório Figoli-Ravecca, e a arquiteta Ana Yoshida dão dicas de como deixar a varanda de apartamentos um ambiente ainda mais prazeroso.


O perfil dos novos moradores mudou. Cansados da sensação de “encaixotamento”, cada vez mais pessoas colocam a varanda no topo da lista de exigências na hora de fechar negócio com construtoras e imobiliárias. Dentro deste cenário, as plantas dos empreendimentos projetados nos grandes centros urbanos se espremem para fazer caber todos os ambientes em metragens super-reduzidas e ainda construir aquela varanda tão sonhada. Que no final das contas, acaba ocupando um espaço de pouquíssimos metros quadrados. Mas a realidade não deve desanimar. 

Créditos de Imagens: Célia Maria Weiss e Luis Simione
 
  
Os arquitetos Fernando Figoli e Patrícia Cillo, do escritório Figoli-Ravecca, e a arquiteta Ana Yoshida, do Ana Yoshida Arquitetura e Interiores, garantem que com soluções espertas é possível ter a varanda dos sonhos. “Uma boa dica é lançar mão de móveis compactos, que não atravancam a passagem e ocupam pouco espaço”, aconselha Ana. “Móveis compactos e versáteis, com vários usos, como banquinhos e pufes, são fáceis de levar de um lado para o outro e ocupam pouco espaço”, completa a profissional. Para além do mobiliário, vale pensar no tipo de revestimento empregado no espaço. “Se a ideia for criar umavaranda como extensão da sala, convém usar o mesmo tipo de piso (com contrapisos na mesma altura, inclusive) para dar a sensação de amplitude e continuidade dos ambientes”, explica Fernando Figoli.


Quando se fala em metragens reduzidas, cada centímetro importa, principalmente para circulação. “Em vez de vasos no chão, prefira uma forma mais criativa, pendurado os vasos no teto ou criando uma parede verde”, finaliza Patrícia Cillo.

Para explicar o portfólio atual e moderno da jovem arquiteta paulistana Ana Yoshida, com escritório desde 2008, é preciso ir além daformação em arquitetura e urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Experiências com comunicação visual de lojas, cenografia de festas e eventos, e a paixão pela dança, que ela traz desde a infância, ajudam a compor o caldeirão de ideias que dá forma aos projetos de decoração e interiores cheios de bossa, estilo, personalidade e elegância.
 

Em suas criações residenciais e comerciais, espalhadas por São Paulo e outros Estados brasileiros, elementos-surpresa se misturam aos recursos que garantem o conforto máximo dos clientes. Revestimentos usados de maneira incomum e materiais versáteis, como concreto, tijolo e madeira, são presenças constantes nos trabalhos de Ana Yoshida. O resultado se reflete na concepção de ambientes contemporâneos, humanizados e dinâmicos, que convidam ao aconchego e bem-estar.

Arquiteta Ana Yoshida – tel. (11) 3477-7326 

Sobre Figoli Ravecca: Com expertise de duas décadas em obras residenciais, comerciais e corporativas, para atuar de forma diferenciada, os arquitetos Fernando Figoli e Patricia Cillo, observam e analisam tendências globais em arquitetura, sustentabilidade, design, tecnologia, moda, consumo, marketing e varejo. Destaque para o atendimento de marcas internacionais no Brasil, como Swarovski, L'Occitane, Sephora, Salvatore Ferragamo, Pandora e Tiffany. O escritório está instalado no charmoso bairro da Vila Olímpia, em São Paulo.

Figoli-Ravecca Arquitetos Associados