segunda-feira, 19 de junho de 2017

Patrícia Pasquini assina a Cozinha Urbana da CASACOR 2017.

Com atmosfera aconchegante e muita sofisticação, o ambiente é o ponto de encontro entre a família e os amigos. Quando as paredes saem de cena, quebram-se as barreiras de interação entre convidados e anfitriões e todos se unem num único e generoso ambiente.
Tendência em lofts, a proposta de eliminar divisões e fazer com que as áreas de convivência se fundam e passem a desempenhar múltiplas funções norteia a Cozinha Urbana, criada pela designer de interiores Patrícia Pasquini em sua quinta participação na 31ª CASACOR São Paulo, no Jockey Club de São Paulo.
 
 
Os Créditos de Fotografia são de Rafael Renzo.
 
 

Sem deixar de lado a elegância ao combinar materiais nobres, tons contrastantes, eletrodomésticos vintage e acabamentos em bronze e dourado, Patrícia fez dos 53 m² um espaço prático e amplo para cozinhar, conversar e receber confortavelmente a família e os amigos. Outro ponto alto está no equilíbrio da paleta de cores, marcado pela mesa de jantar rústica que destaca sua nuance natural com exuberância à frente do mobiliário inédito da Florense em tons bem urbanos, como cinza, bege, branco e preto. “Minha proposta é minimalista e conceitual, fugindo da opção tradicional de preencher uma área grande como essa apenas com armários”, conta a designer de interiores.
 
 
 

Centro das atenções, a mesa de jantar de 4 m (Mollo Furniture) é feita de roxinho, madeira nobre e resistente vinda dos estados de Maranhão e Pará. Sobre ela, um conjunto de seis pendentes num tom acobreado (Labluz) desce do pé-direito duplo de 4,4 m, criando uma iluminação intimista e cênica. 
 
 
No piso, quem rouba a cena é o ladrilho Buxton (lançamento da Colormix), inspirado na arquitetura do século 20 de ares rústicos e influência provençal, que faz as vezes de tapete e se repete na parede mais alta do ambiente, formando uma composição cheia de bossa com o espelho bronze (Silvestre Vidros) desenhado pela designer em formas geométricas. Eleger materiais de durabilidade máxima e fácil manutenção é outra preocupação de Patrícia, que optou pelo SmartStone na cor white jade (Colormix), feito em um avançado processo de sintetização de partículas de diversos materiais naturais, como quartzo, argila e sílica, entre outros. 
 
 

“Altamente tecnológico, ele compõe todas as bancadas e os generosos frontões de 1,60 m de altura”, explica a profissional. A dupla de cubas de louça branca equilibra com os monocomandos red gold (Deca), e os tons metalizados se fazem presentes também na outra parte da Cozinha Urbana.

Com cooktoop, duas adegas (Elettromec) e banquetas assinadas pelo Estúdio Latoog Design (Dpot), o gourmet fica de prontidão para o preparo de receitas sem distância dos convidados. Ladeando a coifa, os aramados (Florense), outra tendência apontada por Patrícia, dispõem de praticidade para guardar utensílios e objetos decorativos. Elemento essencial numa cozinha, o aconchego também é proporcionado pelas persianas com laca cinza e xales de linho cru (Uniflex Cidade Jardim), combinados com os cortineiros (Marcenaria Sonho Planejado) de madeira high gloss (Duratex) que vestem seis janelas verticais, três de cada lado.

31ª CASACOR São Paulo
De 23 de maio a 23 de julho de 2017
Jockey Club de São Paulo - Av. Lineu de Paula Machado, 1075, Cidade Jardim
Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 12 às 21h
www.casacor.abril.com.br

Patrícia Kolanian Pasquini Designer de Interiores
11 5093-5714 | 99768-2323; 
www.patriciapasquini.com.br

Sobre o escritório Patrícia Kolanian Pasquini Designer de Interiores: Patrícia Kolanian Pasquini é formada em Marketing e cursou Design de Interiores na EPA, além de realizar diversos cursos de extensão no Brasil e no exterior. Atua como designer de interiores há mais de 15 anos. Primeiramente em escritórios de decoração, incluindo o escritório K Gallery - Philadelphia, EUA, e a partir de 2004 em sua própria empresa. Possui em seu currículo diversas mostras de decoração e trabalhos residenciais e comerciais, muito deles publicados em revistas e sites de renome.

Blogger Tricks

terça-feira, 13 de junho de 2017

Hotel Saint Andrews promove Festival KRUG durante feriado: Menu do chef Laurent Saudeau harmonizado com o champagne é destaque na programação.

Em pleno clima de inverno na cidade de Gramado, o Hotel Saint Andrews promove, no feriado de Corpus Christi (15 a 18 de junho) a terceira edição do Festival do Champagne Krug, onde a bebida será a grande estrela. O destaque da programação é o jantar de sábado (17), no charmoso Restaurante Primrose, elaborado pelo renomado chef francês Laurent Saudeau. O menu, especialmente preparado para a ocasião será harmonizado com os champagnes Krug Grande Cuvée, Krug Vintage 2000, Krug Rosé e o especialíssimo Krug Clos Du Mesnil 2003. Durante o jantar, François Hautekeur, wine communicator na Moët Hennessy do Brasil, contará aos hóspedes a história da exclusiva Maison de Champagne Krug.



MENU FESTIVAL KRUG
Pequeno estojo de beterraba e de maça verde, bombom de foie gras brioche
ao caramelo de champignon
Krug Vintage 2000

Fondant de galinha caipira com avelã vinagrete de sementes de quiabo,

crocante de legumes e presunto Ibérico
Krug Rosé

Dado de atum grelhado em fina lamina de legume, fermentado consomê cambuci

Krug Clos Du Mesnil 2003

Tendron de vitela americano em longa cocção de caldo de légumes acompanhado da puré de batata

Krug Rosé

Queijos
Krug Grande Cuvée

Figo assado e uvas cristalizadas regado ao vinho Marsala
Krug Grande Cuvée

Seleção de chás da nossa horta orgânica ou expresso seleção especial “Saint Andrews”

Petit four


Abaixo, um pouco do Hotel Saint Andrews:


Programação: 15 de junho: Early check-in e tarde dedicada ao SPA (opcional);
16 de junho: manhâ de compras na Cristais de Gramado, com traslado privativo, sugestão de almoço às 13 horas no jardim do Saint Andrews (almoço e bebidas não inclusas). 
17 de junho: Jantar Krug com cardápio elaborado pelo chef Laurent Saudeau, 18 de junho: late check-out até às 17 horas.
Preço para toda programação, 3 diárias: Pérola, Esmeralda e Granada: R$ 12.280,00 Jade, Topazio, Turquesa, Onix e Rubi: R$13.800,00 Âmbar e Cristal: R$ 15.800,00 Diamante: R$ 18.800,00

As reservas podem ser feitas pelo email reservas@saintandrews.com.br ou pelo telefone (54) 3295-7700.  

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Documentário Fonte da Juventude.

Olá!! Quem gosta de um bom documentário? Há duas semanas fui convidada a assistir a um documentário que me chamou bastante a atenção (aliás, eu gostei muito!) para algo que eu nem sempre me preocupei, porém, conforme o tempo passa, vamos ficando mais atentos.

Nesta semana chegou à plataforma digital Video Camp, que conecta filmes transformadores a espectadores ao redor do mundo, a produção surge como uma peça de conscientização e amplia a discussão do ambiente alimentar no Brasil, o documentário “Fonte da Juventude”, uma iniciativa dos Novos Urbanos com produção da Pindorama e direção de Estevão Ciavatta. 

Por meio do link http://www.videocamp.com/pt/movies/fonte-da-juventude é possível assistir as entrevistas enriquecedoras de José Graziano, diretor-geral da ONU para Agricultura e Alimentação; Gisela Solymos, psicóloga responsável pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional; Maria Eduarda, nutricionista do INCA; o chefe de cozinha Alex Atala; a culinarista e da apresentadora Bela Gil que revela exemplos de como a biodiversidade aliada ao resgate da nossa identidade cultural alimentar é o melhor caminho para a longevidade.

“O documentário vem como uma importante peça de comunicação e faz um convite para um diálogo sobre o ambiente alimentar, expande o olhar para entendermos a obesidade como uma externalidade de um encadeamento de relações. O problema é complexo, estamos descobrindo que a obesidade mata tanto quanto a fome”, explica Denise Chaer, diretora do Novos Urbanos, plataforma de diálogo para a inovação social e que reuniu mais de 40 instituições e juntos construíram um mapa do ambiente alimentar que serviu como base para o desenvolvimento do roteiro do filme que promove diálogos entre empresas, sociedade civil, academia e governo.

 

“Sem restringir dietas, ou mesmo dar receitas, a produção apresenta a biodiversidade como a chave para conhecermos os segredos da Fonte da Juventude”, diz Ciavatta.

Segundo a WHO - World Health Organization, o Brasil, assim como outros países em desenvolvimento, passa por uma transição em que, ao mesmo tempo em que se assiste à redução contínua dos casos de desnutrição, são observadas prevalências crescentes de excesso de peso, contribuindo com o aumento das doenças crônicas não transmissíveis e associadas às causas de morte mais comuns atualmente, a hipertensão arterial, as doenças cardiovasculares, diabetes e ascensão de algumas neoplasias malignas.

“Nesse cenário, o documentário vem como uma importante peça de comunicação e faz um convite para um diálogo sobre o ambiente alimentar, expande o olhar para entendermos a obesidade como uma externalidade de um encadeamento de relações. O problema é complexo, estamos descobrindo que a obesidade mata tanto quanto a fome”, explica Denise Chaer, diretora do Novos Urbanos, plataforma de diálogo para a inovação social e que reuniu mais de 40 instituições e juntos construíram um mapa do ambiente alimentar que serviu como base para o desenvolvimento do roteiro do filme que promove diálogos entre empresas, sociedade civil, academia e governo.

A transformação começa no prato: Um dos pontos discutidos em “Fonte da Juventude” é o fato de que frutas, verduras e legumes sumiram do prato dos brasileiros e quem mais sofre com isso são as crianças.

De acordo com a OMS, chegamos a primeira geração de crianças com uma expectativa de vida menor do que a dos pais.

Para fomentar o diálogo nas escolas, o Novos Urbanos convidou a USP e o CREN para criarem roteiros de aulas dirigidos ao Fundamental I e II que estarão disponíveis gratuitamente no VideoCamp a partir do lançamento do documentário.

“Queremos criar uma mobilização a fim de estimular o consumo de frutas, legumes e verduras especialmente entre as crianças. A campanha Fonte da Juventude foi inspirada no plano nacional de segurança alimentar que aponta o aumento do consumo de frutas, legumes e verduras como uma das principais ações para combater a obesidade”, explica Denise.

Desvendando o quadro alarmante, o documentário percorre os quatro cantos do país revelando que o problema está presente, mas que é possível combater as estáticas. “É um filme propositivo, que complexifica os desafios do ambiente alimentar do Brasil e traz soluções encontradas por brasileiros de diferentes classes sociais”, finaliza Estevão.

Fonte da Juventude também será exibido no canal GNT, no segundo semestre.
Ficha Técnica:
- Direção e Roteiro - ESTEVÃO CIAVATTA
- Produção Executiva – SUSANA CAMPOS e DENISE CHAER
- Direção de Fotografia – DUDU MIRANDA E ALEXANDRE RAMOS
- Imagens Aéreas: FERNANDO ACQUARONE
- Imagens adicionais: CARLOS NASCIMENTO
- Direção de produção: FABIO BRUNO
- Assistência de Direção e Pesquisa: RAQUEL VALADARES
- Assistentes de Produção: RENATA CARPENTER E ANTONIO ARRAES
- Finalização: DANIEL SANDES E PEDRO MUNDIM
- Montagem – BERNARDO PIMENTA
- Trilha Sonora – MARAVILHA 8
- Videografismo: SUPERUBER- Realização: PINDORAMA FILMES e NOVOS URBANOS

terça-feira, 6 de junho de 2017

O Espaço dos Convidados, criado por Denise Barretto, para a CASACOR São Paulo 2017.

Um convite ao aconchego e bem-estar, refúgio com living e cozinha gourmet integrados foi construído com estrutura metálica em menos de dois meses Denise Barretto se inspirou nos elementos da natureza, como a terra, a pedra e a madeira, para conceber o Espaço dos Convidados, projeto de 218 m² que marca a sua 15ª participação na CASACOR São Paulo, no Jockey Club de São Paulo. Dedicado ao relaxamento e perfeito para reunir a família e os amigos, o anexo executado pela Saeng Engenharia tirou partido da estrutura metálica totalmente desmontável e ficou pronto rapidamente. Reunidos num único e amplo ambiente, o living com lareira e a cozinha gourmet estão sempre conectados ao gostoso jardim de 118 m² graças aos generosos panos transparentes de vidro. “Usamos caixilhos de alumínio com acabamento no tom cobre [linha FEAL Slim 120], lançamento da Tecnofeal, que compõem as três portas de correr com o maior vidro jumbo brasileiro. Cada um mede 4,30 m de altura e pesa cerca de 350 kg”, explica a arquiteta.


Logo na entrada, os convidados são recepcionados por uma charmosa praça com um jardim tropical também idealizado por Denise. De inspiração modernista, o espaço é formado pelo “abraço” entre a empena de tijolos caramelo (Portobello) e o grande L revestido por uma argamassa de cimento prata, novidade da Terracor. O desenho dá forma a uma imponente marquise, que percorre duas faces do anexo e demarca o acesso para os enormes vidros da fachada, desvendando os ambientes internos. 


Ainda na parte externa, a dupla de balanços de corda suspensos (Tidelli) e as jabuticabeiras em vaso complementam a atmosfera relaxante. Sinônimo absoluto do aconchego, a madeira se multiplica pelo projeto tanto nos painéis da parede do living quanto nos pranchões maciços de pequiá bruto (Tora Brasil) na área gourmet. 

Seu visual também é fielmente reproduzido pelos porcelanatos do piso, dispostos em réguas e compondo uma bela paginação. Outros materiais naturais, como a pedra e o tijolo, trazem o equilíbrio harmônico de nuances e texturas presentes em superfícies e mobiliário. “O resultado é uma mistura de caramelos, telhas, areias, cinzas, pretos e do verde da vegetação. Essa paleta foi intencionalmente selecionada a fim de valorizar ao máximo as diversas obras de arte”, conta Denise. Ela elegeu esculturas de Luis Hermano e Florian Raiss (Galeria Lume), Zoe Zapot e Luciano Candisani (Galeria de Babel) e tela de Mariannita Luzzati (Galeria Marcelo Guarnieri).



O living em forma de U conta com duas chaises ao centro, que organizam o espaço e ficam voltadas para a TV e a lareira. Revestidos de couro de napa exclusivo e fabricados pela Natuzzi Itália, o conjunto de sofás Ido e a poltrona Marlene, desenhada por Paola Navone, conferem o bem-estar ao ambiente, que conta ainda com a nova linha de sofás Herman e duas mesas de centro, também da Natuzzi, complementadas pela mesa de madeira petrificada (Nani Chinellato). “Misturei peças de design limpo com formas orgânicas, linho e veludo italiano nos estofados, metal e mármores nas mesas, tudo para resultar numa total simbiose da arquitetura com o mobiliário”, conta a arquiteta. Já a área da TV é realçada por uma elegante sobreposição de materiais. Sobre o extenso painel de madeira blend (4,30 x 10 m) encontra-se a lareira ao lado da estante feita de pedra vulcânica nero groove e perfis de metal acobreado com uma cristaleira de vidro refletente, delicadamente apoiada no volume de slimstone etna griggio. 


Conforto acústico foi outra grande preocupação do Espaço dos Convidados. Em função do pé-direito alto de 4,30 m, Denise Barretto usou, entre outros recursos, um tapete exclusivo, da coleção Design (Kian), que está suspenso entre as paredes como tapeçaria e elemento de absorção de som, causando impacto e podendo ser visualizado da área externa. Toda a marcenaria da área gourmet leva a assinatura da SCA, que apresenta a coleção Attico em comemoração aos seus 50 anos. Um diferencial é o sistema cartesia, com diferentes possibilidades de composição dos acessórios. Os eletrodomésticos, totalmente mimetizados ao mobiliário de madeira blend, têm design de Philippe Starck (Gorenje).


A bancada do cooktop se sobrepõe à mesa de jantar (Tora Brasil), feita de madeira maciça com pés de acrílico, fechando o conjunto com as cadeiras e banquetas de Etel Carmona, além dos banquinhos da Luhome e da Dpot. Para arrematar o projeto, a iluminação (Sergon Prime) reúne balizadores externos e pontos embutidos com efeito de luz e contraste marcantes, que reforçam a sensação de aconchego do refúgio idealizado por Denise Barretto. No living e na cozinha, quem rouba a cena é a luminária icônica Wireflow, criação do designer Arik Levy para a Víbia, fornecida pela E:light.

Serviço:
31ª CASACOR São Paulo De 23 de maio a 23 de julho de 2017 Jockey Club de São Paulo - Av. Lineu de Paula Machado, 1075, Cidade Jardim Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 12 às 21h
www.casacor.abril.com.br
http://casacor.abril.com.br/
Denise Barretto Arquitetura
Av. Brigadeiro Faria Lima, 2954, Jardim Paulista, São Paulo
(11) 3078-6963
www.denisebarretto.com.br

Denise Barretto Arquitetura:
Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade Mackenzie e especializada em paisagismo pela FAU-USP, Denise já assinou inúmeros projetos nos segmentos residencial, comercial, hoteleiro e corporativo. Com quase 30 anos de história, a marca conta com uma equipe multidisciplinar de arquitetos, designers e parceiros diferenciados que ajudou a construir uma trajetória profissional sólida. Juntos, apostam na funcionalidade dos espaços e na integração entre áreas internas e o paisagismo como a base de projetos modernos. 

Denise e sua equipe estão sempre atentos aos detalhes minuciosos de cada projeto, acompanhando desde a proposta personalizada de interiores até a finalização da obra. O escritório é responsável pela imagem arquitetônica das lojas H.Stern, Chocolat du Jour, Baked Potato, Costume e Avon. Entre seus clientes corporativos estão Brasif, Nacional de Grafite, Radisson e Sheraton.

quinta-feira, 30 de março de 2017

França: o que você precisa saber antes de ir? Air France dá dicas para turistas que queiram conhecer Paris e outras cidades francesa.

Olá!! Hoje é dia de post de viagem por aqui. Oba!! Sou apaixonada pela França, mas, como a Air France sabe de tudo deste lugar, nada como um post de colaboração deles por aqui. Não acham? Então, hoje tem várias dicas para quem está planejando sua viagem. Vamos lá?!!






A França é um destino de desejo para muita gente. E não é por acaso! Imagine só caminhar entre os pontos turísticos e históricos de Paris, se perder em meio aos encantos do Vale do Loire ou do charme da Provence ou ainda aproveitar o Mar Mediterrâneo visto a partir das belas praias de Côte-d’Azur. Não é um sonho? Sabendo disso, a Air France resolveu juntar as principais dicas para quem vai fazer a primeira viagem ao país ou para os que já têm a França como um velho amigo e quer matar a saudade.



Planejando a viagem: 

Para ajudar seus passageiros, a companhia aérea francesa preparou um guia de viagem em seu site, o Travel by Air France, com dicas essenciais e informações práticas sobre vários destinos no mundo. Na França, por exemplo, você pode encontrar os guias de Paris, Nice, Bordeaux e Toulouse, entre outras cidades.


Depois de explorar os destinos e montar seu roteiro, é hora de comprar as passagens. O site da companhia, além de permitir a compra com total customização da experiência, também está repleto de informações sobre as etapas da viagem, as classes de bordo (Economy, Premium Economy, Business ou La Première), voos saindo do Brasil e as opções de serviços disponíveis.

Passaporte, Documentos e Vistos:

Brasileiros precisam de visto para entrar na França? É obrigatório ter seguro saúde? Quais outros documentos são necessários? Essas são algumas perguntas recorrentes que a Air France vai ajudar a responder.

Os brasileiros não precisam de visto para entrar na França e em toda a Europa, se tiverem permanência de até 90 dias, mas passam normalmente pela imigração ao desembarcar no continente.

Por isso, é importante que todos os documentos estejam em ordem e prontos para entregar aos oficiais. O passaporte deve ter validade mínima de seis meses a contar da data do embarque. Entregue-o aberto na página que tem sua foto, junto com o comprovante da passagem de volta.

É possível que o viajante seja questionado se tem como se manter durante o período que vai ficar no país e onde vai se hospedar, por isso, é importante ter à mão comprovantes financeiros, como extratos bancários, e comprovante de reserva de hospedagem, seja em hotel ou locação de apartamentos. Caso vá ficar hospedado na casa de alguém, seu anfitrião deve enviar para o Brasil, por serviço postal, uma carta-convite física e assinada, contendo todas as informações sobre sua estadia.

Outro item importante é o seguro saúde no valor mínimo de 30 mil euros, para eventuais despesas médicas, que deve ser feito de forma a ter validade em todo o Schengen. Esse foi um acordo feito entre vários países europeus que permite a livre circulação. Fazem parte dele 25 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.


Na imigração, nem sempre são solicitados todos os documentos, mas não arrisque. Entregue somente o que for solicitado, mas mantenha todos com fácil acesso. Ninguém quer voltar para casa sem visitar o Louvre ou Torre Eiffel, certo?

Se bater aquele receio em relação ao idioma, já no aeroporto de Paris, onde fica o hub da Air France e de onde partem os voos para outros destinos franceses e europeus, a companhia oferece um serviço de acompanhamento, com funcionários que falam diversos idiomas, incluindo o português. Então, não tem tanto problema assim não dominar o francês ou o inglês. Esse serviço está disponível nos aeroportos Paris-Charles de Gaulle, Paris-Orly, Bordeaux e Nice.

Se você pretende ficar mais que 90 dias no país, além de todos esses documentos é necessário solicitar antecipadamente o visto long séjour (longa permanência). Dependendo do tipo de viagem que for fazer, varia o tipo de visto: estudante, pesquisador científico, au pair, entre outros. Para mais detalhes, acesse o Consulado Geral da França no Brasil.


Temperatura e Clima na França:

Para não cometer gafes na hora de arrumar suas malas, a Air France compilou as principais informações sobre o clima da França por período e região.

A primavera vai de meados de março até a metade de junho e é a melhor época para visitar regiões como a Provence, por exemplo, já que as flores tomam conta da paisagem e o clima está mais ameno. Mas em abril costuma chover bastante, então vá preparado. O outono, que vai do meio de setembro até um pouco antes do Natal, em dezembro, também oferece um clima mais convidativo. Andar em Paris, por exemplo, fica ainda mais encantador pelas cores da estação mesclada à arquitetura da cidade.


Como na maioria dos destinos europeus, o verão, que vai de junho a setembro, traz disposição e alegria para turistas e locais, que aproveitam os parques como em nenhuma outra estação. Mesmo sendo menos intenso do que no Brasil, o sol pode queimar, então, leve protetor solar, principalmente em julho, que é o mês mais quente.

Outra estação de temperaturas um pouco mais extremas é o inverno, que começa no meio de dezembro e se estende até março. Apesar de, nesse período, seus melhores amigos serem os casacos quentes, gorros, cachecóis e luvas, para aguentar temperaturas que podem ficar abaixo de zero, é mágico para os brasileiros verem a neve de perto e vivenciar, por exemplo, o Natal bem branquinho, como é mostrado nos filmes.

Por conta da variedade dos cenários naturais franceses, há algumas subdivisões do clima temperado do país que, em geral, é ameno. No Sul, principalmente próximo à costa do Mediterrâneo, há mais sol no céu em todas as estações e o verão é quente e seco. Já na costa Oeste, o clima é mais diversificado e conta com mais chuvas. A região montanhosa, principalmente na região dos Alpes Franceses, frio, neve e chuva devem ser considerados na montagem da mala. Descendo as montanhas, mas se mantendo na parte continental, o frio ainda é intenso.

Seja quando e onde for, a França é sempre um destino mágico para se visitar e a Air France, obviamente, a melhor opção para chegar até lá. O encanto francês já começa na saída do Brasil.

Para quem quiser, nestes links de posts mais antigos do blog também tem dicas de restaurantes e cafés na cidade. No post da Mary and the City (blog que eu amo e recomendo a visita) que ela escreveu especialmente pro blog: Onde provar os melhores macarons em Paris; e de restaurantes (o post é meio antigo, mas as dicas são ótimas) com colaboração do Conexão Paris, blog de lá que eu também recomendo pois tem dicas maravilhosas sobre tudo o que vocês possam imaginar: 04 Bons Restaurantes em Paris.  

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Cinema: Viola Davis conquistou o seu primeiro Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por “Um Limite Entre Nós” (“Fences”).

Olá!! Quem assistiu ao Oscar? Hoje tem post contando um pouco sobre um filme, e uma atriz para a qual havia uma grande torcida (me incluo na lista de fãs, especialmente desde Histórias Cruzadas, filme de 2011, com uma de suas grandes atuações, com Emma Stone, que também ganhou um Oscar por La La Land ontem). Viola Davis conquistou o seu primeiro Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por “Um Limite Entre Nós” (“Fences”), ontem à noite, na cerimônia realizada em Los Angeles.


No papel de Rose, Viola já havia chamado a atenção do público e arrancado elogios da crítica. Tanto que “poderosa” é o adjetivo que Denzel Washington usa para descrever a atriz, com quem contracena e também dirige. Na trama, ela interpreta uma mãe e esposa dedicada a manter a família sempre unida. Sua atuação lhe rendeu não só a estatueta dourada mais cobiçada do cinema, mas também outros prêmios como o de Melhor Atriz no SAG Awards, no Globo de Ouro e no BAFTA. Em vídeo divulgado pela Paramount, ela fala sobre o seu trabalho e sua personagem. 

Créditos de Imagem: David Lee 
Oscar: International Business Times, India



“O que eu realmente queria retratar é uma mulher que desistiu de um pedaço de sua vida para um bem maior”, diz a atriz, referindo-se a Rose e sua família, em vídeo divulgado pela Paramount Pictures. “Um Limite Entre Nós” retrata a vida de Troy Maxson (Denzel Washington) e os conflitos que permeiam suas relações sociais e familiares. Casado com Rose, ele leva uma vida difícil, em uma América hostil aos negros. Quando seu filho Cory (Jovan Adepo) decide seguir carreira no beisebol - antigo sonho do pai - a convivência entre eles começa a ficar cada vez mais complicada.



Já em pré-estreia no Brasil, o filme entra em cartaz no dia 2 de março:

                                       

O filme, que é um lançamento da Paramount Pictures, já se encontra em pré-estreia em alguns cinemas do Brasil e estreia oficialmente no dia 2 de março. Baseado na peça escrita pelo autor americano August Wilson, a história já havia sido interpretada no teatro por Viola e Denzel, que também assina a direção da versão para o cinema. Pelo trabalho, eles ganharam o Tony Awards de Melhor Ator e Melhor atriz, em 2010.