sexta-feira, 17 de maio de 2019

Arquiteta Cristiane Schiavoni assina apartamento acolhedor de 143 m² com boas soluções de funcionalidade.

A arquiteta Cristiane Schiavoni, do escritório Cristiane Schiavoni Arquitetura e Interiores, foi a escolhida para transformar o sonho do jovem casal – Paloma e Flávio – em realidade: criar um apartamento aconchegante e tecnológico para que pudessem aproveitar todos os espaços. “Bem caseiros, eles me pediram um projeto em que cada cantinho do imóvel apresentasse real funcionalidade”, explica a profissional.

Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

Com isso, durante todo o planejamento do apartamento de 143 m², Cristiane contou com a participação ativa dos moradores para transmitir aos espaços a personalidade dos dois. “Na decoração, praticamente todos os objetos que integram a casa já faziam parte da coleção pessoal do casal. Assim, trabalhei uma composição que refletiu a essência do casal, além de transmitir a prazerosa sensação do estar em casa”, conta.

Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

Outro aspecto importante do projeto são as divisões. Boa parte das paredes foi derrubada para que os espaços ficassem mais amplos e aconchegantes. Na divisão entre a cozinha e o living, por exemplo, uma grande estante dupla face, feita em marcenaria (Decorcity), cumpre esta função. Do lado do living, o móvel expõe itens decorativos, livros e lembranças de viagens, além de esconder um armário e o lavabo. Na cozinha, serve ainda como sustentação para o armário dos utensílios.

Ainda no living, a escolha por uma paleta de cores suave reflete uma décor clássico e com muitos detalhes. O espaçoso ambiente foi dividido em duas estações: a sala de estar, constituída por mobiliário da Saccaro, recebe também uma adega e um minibar. Estratégicos espelhos são usados para ampliar o espaço e foram posicionados atrás do sofá e na mesa de centro. Destaque também para o tapete colorido, com desenho da arquiteta e executado pela Santa Mônica. “Este tapete tem uma história interessante. Estávamos em dúvida sobre quais tonalidades trabalhar na peça até que vi um colar da Paloma, feito com cores diferentes, mas que fizeram uma ótima composição. Assim, usei o adorno como referência para produzir o desenho”, conta Cristiane.
Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

Na vida cotidiana, é possível aproveitar a luz natural da varanda nesta área. Todavia, nos dias de sessões de cinema em família, o espaço se transforma em um completo home theater e ainda conta com a cortina blackout que auxilia na missão de deixar com a escuridão característica para o momento.

Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

Do outro lado do living, um ambiente com TV e uma espaçosa mesa de jantar de oito lugares integram a área. O projeto conta também com a churrasqueira, que funciona como uma cozinha gourmet, e é perfeita para receber os amigos em casa para momentos especiais. “Destaco nesta área o sofá rosa, da Ovoo, que tanto pode ser estabelecido para a TV quanto para o jantar. Dessa forma, ao receberem visitas em casa, o móvel também é ótimo para a confraternização dos convidados”, conta Cristiane.

Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

Na cozinha, a arquiteta executou uma interferência mais radical na planta. Segundo ela, o espaço atual era, na verdade, um banheiro e um quarto, e a antiga cozinha era reta e nada aconchegante. “Por ser um lugar que eles gostam de estar e tomar café da manhã juntos, projetamos uma cozinha acolhedora e muito mais funcional”, explica.

Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

Em um tom de cinza e com armários espelhados, o cômodo recebeu também uma mesa com um desenho diferenciado para que coubesse no espaço definido. O desenho é da própria Cristiane e a execução ficou por conta da Bontempo.Projeto 

Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

Já entre o living e o quarto do casal, Cristiane aproveitou a área para fazer um home office dedicado para os dias em que o marido trabalha em casa. Explorando novamente os tons de cinza, uma mesa espaçosa e uma estante compõem o espaço.

Projeto Cristiane Schiavoni / Foto: Carlos Piratininga

No quarto, o papel de parede (Bucalo) revela a paixão do casal por viagens. O espaço atende o desejo dos moradores de ser o mais acolhedor e funcional possível. Integram ainda o ambiente uma delicada penteadeira, em tom rose, feita em marcenaria (Decorcity), além da sapateira que deixa os calçados sempre à mostra e com muita praticidade.

Na questão da tecnologia, bons recursos engrandecem o apartamento. O living possui automação e as cortinas e o som, por exemplo, podem ser controlados por uma assistente que recebe comandos pelas vozes dos moradores. O sistema de áudio e vídeo 7.1 é da Imagic Multimídia.

Sobre Cristiane Schiavoni: 
Av. Imperatriz Leopoldina, 957, sala 1914, Vila Leopoldina, São Paulo
Tel. (11) 3649 4900
www.cristianeschiavoni.com.br
@cristianeschiavoni

Blogger Tricks

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Quarto aconchegante: Ana Yoshida dá dicas de como combinar com maestria revestimento de parede, cabeceira e criado-mudo

A combinação entre o revestimento de parede, a cabeceira e o criado-mudo é essencial para transformar um ambiente de descanso em um quarto aconchegante e cheio de personalidade. Mas, com tantas possibilidades de materiais, nem sempre é fácil equilibrar esses três itens a fim de conquistar uma decoração harmônica e com muito estilo.

Para te ajudar na busca do trio ideal, a arquiteta Ana Yoshida, do escritório Ana Yoshida Arquitetura e Interiores, apresenta algumas possibilidades interessantes de combinações de cores, texturas e estilos para quem busca criar um quarto com uma decoração leve e especial.
Madeira

Foto: Evelyn Muller

Na arquitetura e decoração, a madeira é conhecida por aquecer os ambientes e oferecer muito aconchego e sofisticação. Além disso, é um material versátil, perfeito para fazer combinações e alcançar diferentes estilos e propostas para o quarto.

Para quem deseja criar um ambiente estiloso e aconchegante, Ana indica apostar na madeira para compor o trio perfeito. “É um material que vai muito bem para compor a cabeceira e o criado-mudo. Além disso, ele combina muito com tonalidades como branco e cinza”, conta a arquiteta.

Foto: Evelyn Muller

Em um de seus projetos, a madeira freijó segue por toda a parede para compor a cabeceira, levando charme e sofisticação ao espaço. No criado-mudo, a arquiteta propôs uma mistura clássica, priorizando um modelo no tom de branco, feito em marcenaria (Ed Lucas).

Foto: Evelyn Muller

Já nas paredes, o papel (Golden Blue) contempla singelos desenhos floridos e traz um tom perfeito para o descanso. Os pendentes são da Yamamura e o jogo de cama da Trousseau. “Essa mistura equilibrada entre as cores básicas e a madeira resultou em um quarto bonito e relaxante. Missão cumprida”, revela Ana.

Já neste outro ambiente, a madeira é a grande protagonista do quarto. Em marcenaria, ela engloba a cabeceira, o criado-mudo e uma estante para livros e objetos decorativos. Nos demais, os tons básicos aparecem nas paredes e roupa de cama. “A cabeceira serve de apoio para a estante o criado-mudo, fazendo com que tudo seja um elemento único muito harmônico”, conta.

Foto: Evelyn Muller

2. Parede é o destaque!

Outra proposta de harmonização do quarto é investir em uma parede em evidência. “Para destacá-la, vale apostar em uma pintura diferente, em um papel de parede ousado ou até mesmo em um quadro bacana”, indica Ana.

Neste ambiente, o desenho do papel de parede compõe muito bem com a cabeceira e criado-mudo. A fotografia, que aspira muita tranquilidade, também caiu super bem no projeto e em toda a composição.

Foto: Evelyn Muller

3. Rústico

Sempre em alta, o estilo rústico é sucesso na decoração e compõe muito bem no quarto, já que oferece um visual intimista e charmoso. “Os tijolos aparentes são um ótimo recurso para quem deseja criar um refúgio dentro de casa”, explica Ana Yoshida.

Marcado pelos tijolinhos na parede, este quarto apresenta uma mistura rústica e chique. “Os tijolos de demolição foram cortados pela metade, um a um, ficando com uma espessura menor e, assim, revestimos a parede principal”, diz Ana. Os demais elementos, como a cabeceira e criado-mudo, também contribuem para o clima intimista, todos em um tom neutro, mas seguindo um modelo contemporâneo.

Sobre Ana Yoshida Arquitetura e Interiores: Para explicar o portfólio atual e moderno da jovem arquiteta paulistana Ana Yoshida, com escritório desde 2008, é preciso ir além da formação em arquitetura e urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Experiências com comunicação visual de lojas, cenografia de festas e eventos, e a paixão pela dança, que ela traz desde a infância, ajudam a compor o caldeirão de ideias que dá forma aos projetos de decoração e interiores cheios de bossa, estilo, personalidade e elegância.

Ana Yoshida Arquitetura e Interiores
Av. Morumbi, 1660, Jardim Guedala

sábado, 4 de maio de 2019

Um pouco do La Réserve Ramatuelle na região da Côte D´Azur.

La Réserve Ramatuelle

Ainda na França, na apreciada região da Côte D´Azur está o pioneiro do grupo, o La Réserve Ramatuelle – Hotel, Spa & Villas. Ao todo são 9 quartos e 19 suítes projetadas pelo arquiteto Jean-Michel Wilmotte além de 14 villas decoradas pelo designer de interiores Rémi Tessier, todas com vista incrível para o mar Mediterrâneo. Hospedar-se no La Réserve Ramatuelle é a maneira mais elegante de desfrutar das atrações da região, principalmente a badalada St Tropez, que fica distante 5 minutos do hotel, (distância ideal para quem quer fugir estando dentro do agito). 


Aqui o destaque vai para o premiado restaurante La Voile, que possui uma estrela Michelin, e que é comandado pelo também estrelado chef Eric Canino, quem reinterpreta a culinária mediterrânea de maneira light e balanceada, utilizando a maioria das frutas e verduras colhidas diretamente no jardim do hotel, além de outros produtos de pequenos produtores locais. O cuidado com o bem-estar dos visitantes está presente a todo momento. 


O hotel propõe um contato direto com a natureza devido a sua localização e grande presença de árvores e flores em seu entorno. Graças a vastas janelas panorâmicas, a fronteira entre o interior e o exterior desaparece para enfatizar melhor a osmose total com o ambiente. 


Todos os quartos e suítes têm seus próprios terraços com luz solar direta e variam em tamanho de 25 a 190 m2, alguns com um jardim privativo perfumado. Além dos terraços, as aberturas foram projetadas para permitir que os hóspedes aproveitem todas as oportunidades para admirar a vista do Mediterrâneo. 


O SPA possui produtos e tratamentos da reconhecida clínica suíça Nescens Clinique de Genolier. As vilas do La Réserve Ramatuelle ostentam uma arquitetura típica local e cada um exala uma autenticidade sutil, amigável e calorosa. 

Azulejos terracota, paredes brancas, linho encaracolado e outros tecidos naturais foram utilizados juntamente com móveis contemporâneos dando um toque moderno a cada vila que podem ter de três a seis quartos espaçoso com suíte e uma piscina privativa aquecida.


quinta-feira, 25 de abril de 2019

Com pé-direito alto e mezanino, apê se torna refúgio da família nas mãos da arquiteta Karina Korn.

Os revestimentos roubam a cena e decoram trazendo a sensação de conforto, a começar pelos tijolinhos que cobrem todo o pé-direito.

(Foto: Eduardo Pozella)

Um lar perfeito é aquele onde todos os familiares se sentem confortáveis e abraçados pela arquitetura de interiores. Foi pensando nisso que a arquiteta Karina Korn, do escritório que leva seu nome, projetou esse apartamento duplex para mãe, pai e dois filhos pequenos.

O primeiro passo foi criar um living integrado que representasse bem a família, com os elementos certos para receber os amigos do casal e das crianças. Como os pais adoram cozinhar, uma área gourmet se tornou prioridade no projeto.

Um lar perfeito é aquele onde todos os familiares se sentem confortáveis e abraçados pela arquitetura de interiores. Foi pensando nisso que a arquiteta Karina Korn, do escritório que leva seu nome, projetou esse apartamento duplex para mãe, pai e dois filhos pequenos.

O primeiro passo foi criar um living integrado que representasse bem a família, com os elementos certos para receber os amigos do casal e das crianças. Como os pais adoram cozinhar, uma área gourmet se tornou prioridade no projeto.

(Foto: Eduardo Pozella)

A arquiteta aproveitou o pé direito alto para criar o espaço gourmet, com direito à churrasqueira, ilha e até uma torneira de chope com um desenho especial para o morador: “O décor tem alma e diz muito sobre os donos da casa. Na diversão da residêmncia, que é o espaço gourmet, buscamos inserir o símbolo do time do coração de um deles!”, conta Karina.

Nesse mesmo espaço, começa o show de revestimentos que é esse apartamento. Bricks rústicos sobem pela parede, cobrindo a extensa altura do pé-direito. Os móveis ali são contemporâneos, acabados em laca cinza. Prateleiras de madeira enriquecem o décor, passando pela parte de cima dos armários e portas abrigando plantas e quadros.

(Foto: Eduardo Pozella)

Na sala de jantar subsequente, o pé-direito alto foi preenchido com nichos e um pendente impactante. A mesa de madeira grande é o lugar perfeito para reunir quem se gosta em almoços e jantares animados, de frente às janelas extensas. O papel de parede completa esse décor com seu desenho discreto, mas que faz toda a diferença.

(Fotos: Eduardo Pozella)

Ao lado, uma escada de madeira com degraus suspensos ocupa um cantinho com aparência zen e revestimento 3D. Com muito estilo, abre caminho para o home theater, um refúgio principalmente para as crianças assistirem aos seus desenhos favoritos. Ele conta com um agradável sofá modular e um tapete de fios grossos, longos e aconchegante. A estética espelha a dos móveis da sala de jantar, com nichos em tons de cinza e o mesmo papel de parede.

(Foto: Eduardo Pozella)

Voltando para o andar inferior, encontramos a sala de estar com um longo sofá branco e poltronas auxiliares. Ali, um nicho da parede ganhou uma estrutura sob medida que se tornou bar, com direito à adega climatizada para vinhos.

(Foto: Eduardo Pozella)

O hall também é especial. Nesse espaço, habita um móvel de apoio vermelho criado pela arquiteta. Bolsas, lenços, chaves e mochilas podem ser colocados ali, facilitando a rotina dos moradores.

(Foto: Eduardo Pozella)

A entrada do elevador e o lavabo mantém a mesma unidade visual, com papel de parede floral – e esse último ambiente tem a porta disfarçada por um painel de madeira ripado, funcional e com sensação visual quente e confortante em meio à paleta de cinzas.

(Foto: Eduardo Pozella)

Na cozinha, ladrilhos hidráulicos em tons neutros conquistam por seus desenhos.

Sobre Karina Korn Arquitetura: O amor por arquitetura e decoração levou Karina Korn a uma jornada de 23 anos dando forma a residências, lojas, consultórios e restaurantes – tanto no Brasil, quanto internacionalmente, com projetos reconhecidos em Tel Aviv e Miami. Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Karina também se especializou em decoração e design gráfico pela Escola Panamericana de Artes. Seu vasto portfólio conta com passagens em diversas edições da CASACOR, e mostras como a CAD Brasil, Artefacto e Favorita, além de ações sociais no Projeto Casa da Criança, contribuindo para a transformação de abrigos e creches infantis.

Prioriza sempre o excelente atendimento ao cliente junto à sua equipe multidisciplinar, do projeto ao acompanhamento das obras. Para ela, arquitetura e decoração são muito mais que projetar – significam realizar sonhos.

Karina Korn Arquitetura
Tel. (11) 98848-6858 / (11) 98849-9669

segunda-feira, 15 de abril de 2019

Lofts: quais as características e como decorar este tipo de apartamento.

Inspirada em seus projetos de lofts, a arquiteta Carina Korman, do escritório Korman Arquitetos, dá dicas para a escolha dos móveis e do estilo de décor.

 Projetos da Korman Arquitetos| Fotos: JP Image

Uma versão da história da arquitetura conta que o loft nasceu nos traços do arquiteto francês Le Corbusier, que projetou nos anos 1920 apartamentos com pé-direito duplo e ambientes amplos, banhados por luz natural. Mas foi nas décadas de 1960 e 1970 que o loft virou tendência. Atraídos pelo custo mais baixo, muitos artistas se mudaram para antigos galpões comerciais ou industriais no bairro do SoHo, em Nova York, e os transformaram em residências com ambientes integrados e estética industrial.

No Brasil, loft é sinônimo de um apartamento espaçoso, sem paredes divisórias, com pé direito duplo, janelas grandes e mezaninos. Por esses atributos, muitos dizem que é preciso ter um certo estilo de vida para morar em um loft. Mas a arquiteta Carina Korman, do escritório Korman Arquitetos, explica que o principal fator é que a pessoa se adapte à planta integrada. “O morador precisa gostar de espaços abertos, principalmente da cozinha conectada à área social. Acredito que existe um perfil: alguém organizado, já que tudo fica mais exposto, e que goste de receber, pois o loft proporciona a interação entre os espaços e as pessoas.”

Alguns materiais como os tijolos aparentes, seja em sua versão original ou pintados de branco, são característicos dos lofts. O concreto aparente, o cimento queimado e os ladrilhos hidráulicos também aparecem bastante neste tipo de projeto, além das tubulações elétricas e hidráulicas à vista.


Mas a aparência que remete aos galpões nova-iorquinos não limita as opções para o décor de um loft. “Ele tem um estilo mais industrial por causa de sua origem, mas não é uma regra. A decoração de um loft varia de acordo com a personalidade do morador. Ele pode ter até um décor clássico”, afirma Carina. Neste projeto, no bairro dos Jardins, em São Paulo, a profissional criou ambientes leves e com toques de cor. Para isso, os tijolinhos foram pintados de branco, clareando o espaço, e o mobiliário ganhou peças em rosa, verde menta e amarelo claro.


Mesmo com diversas possibilidades para o estilo de decoração, é preciso ter atenção na escolha dos móveis. “Como os ambientes são integrados, vale apostar em móveis versáteis, que tenham mais de uma utilidade”, aconselha a arquiteta. Um banco na mesa de jantar, que pode ser usado também para acomodar mais convidados na sala de estar, ou uma peça que funcione tanto como mesinha quanto como banco são algumas ideias aplicadas pelo escritório.

Sobre a Korman Arquitetos: Korman Arquitetos é mais que um escritório. Representa a geração de arquitetos que levam a marca dos projetos assinados há mais de 35 anos. Formado pelo casal Silvio e Ieda Korman, hoje tem na equipe a força de Carina Korman e, em equipe, assinam projetos residenciais, comerciais e de hotelaria – tanto no Brasil, como também no exterior.

Korman Arquitetos

Rua Groelândia, 1877, Jardim América, São Paulo

Tel.: (11) 3060-8313


sexta-feira, 5 de abril de 2019

Cinco sentidos inspiram Debora Aguiar na Mostra Artefacto.

A arquiteta Debora Aguiar participa da Mostra Artefacto, aberta ao público desde 18 de março, no showroom da Rua Haddock Lobo. Referência em decoração e design, a mostra traz para a edição 2019 o tema "cinco sentidos" como inspiração para a criação das ambientações.

Com 90m², a arquiteta pensou em um ambiente que prioriza as áreas sociais como living e sala jantar permeados por um jardim. Um espaço claro, leve e, ao mesmo tempo, sofisticado, que traz uma proposta eco-luxury explorando os contrastes entre madeiras lavadas e fibras naturais clareadas em tramas diversas, junto aos couros, vidros e detalhes em metal. 

Créditos de Imagem: Evelyn Muller

Fazendo um jogo de transparências, que "vedam, mas não velam", um precioso biombo em fibra com trama exclusiva divide sutilmente a área de estar do jantar. Um grande pórtico de madeira clareada abraça e demarca a área longitudinal onde há um jardim e também setoriza as áreas de passagem.


Uma estante minimalista leva arte em forma de pequenas coleções para a área de jantar, com prateleiras flutuantes em metal e fundo em couro, onde aparadores em vidro e tora de madeira são dispostos simetricamente no ambiente. A colocação do aparador sobre o jardim e o jogo de iluminação levam ao espaço a poesia almejada. Obras de arte como esculturas em mármore e metal buscam a vitalidade e a sofisticação, com delicadeza, jovialidade e atemporalidade.


Living com sofás dispostos em curva formam um grande abraço para quem chega. As paredes são revestidas com colunas de madeira clareada numa disposição que alterna painéis em couro e em espelho, com iluminação indireta que confere um clima mais intimista ao espaço.

Luminárias de piso desenvolvidas especialmente para o ambiente, com assinatura da arquiteta, são dispostas proporcionalmente opostas por trás das curvas dos sofás. Um par de esculturas de mármore e floreiras com folhagens complementam a ambientação com perfeição.


Nesta composição de sofás curvos, um par de chaises em fibra clareada convidam ao relax e delimitam o estar junto ao biombo com painéis em trama exclusiva clareada e vazada com design de Debora Aguiar.

O jantar é composto por uma mesa em tampo de granilite com pés em metal rosê, cadeiras em couro branco e pendente que arquiteta criou exclusivamente para o projeto. Esses elementos fazem conjunto com os aparadores em tora e vidro, onde esculturas de metal atirantadas presas no teto parecem flutuar sobre eles. Um grande pórtico em madeira clareada delimita todo o espaço no sentido longitudinal trazendo amplitude.

Sobre Debora Aguiar: Sob o conceito de uma vida que prima bem-estar, conforto, aconchego e natureza, Debora Aguiar projeta, há mais de 20 anos, esse modo de vida em residências, hotéis, escritórios, restaurantes e outros ambientes corporativos e comerciais, além de apartamentos e casas decoradas no Brasil e outros países.

O seu estilo próprio de projetar espaços pensando no convívio, na circulação, na privacidade de quem habita ou trabalha, no lazer e descanso e em soluções ecologicamente corretas - tendo plantas, árvores e flores sempre presentes nos ambientes - transformou-se em uma marca registrada da arquitetura e design de interiores nacional e internacional.

A curadoria das obras de arte também é outro grande diferencial nos projetos de Debora. Especificadora de telas, esculturas, instalações e fotografias, a arquiteta busca a sintonia perfeita entre os elementos do espaço, a história dos moradores e suas paixões por livros, coleções e artes. E em cada projeto, busca criar uma história e uma linguagem para a seleção de cada objeto ou peça.

Mostra Artefacto 2019
Data: A partir de março de 2018
Horário: segunda a sexta-feira, das 11h às 18h; sábados, das 10h às 18h.
Endereço: Rua Haddock Lobo, 1.405. Tel.: (11) 3087-7000

Debora Aguiar
www.deboraaguiar.com.br
Rua Canadá, 139 – Jardim América – São Paulo.
Tel.: (11) 3889-5888