domingo, 18 de novembro de 2018

Deborah Roig assina casa de campo integrada à natureza.

Com soluções inteligentes para melhor aproveitamento do lote, a residência aposta na sustentabilidade e na autossuficiência

Ter uma casa na divisa de um campo de golfe, em um condomínio de luxo no interior de São Paulo, era o sonho de um golfista e sua família, tornado em realidade neste projeto da arquiteta Deborah Roig. Porém, antes de definir o desenho da residência, ela precisou pensar nas soluções para o lote, o último disponível nas redondezas. Em formato triangular e com a entrada estreita, o terreno possui insolação inadequada. Além disso, a vizinhança já estava completa, com casas cujas dimensões cobriam a vista à frente.


A primeira proposta de Deborah foi posicionar a residência ao fundo do lote, na parte mais larga, integrando-o ao campo de golfe, que, por sua vez, passou a funcionar também como "jardim". "Houve pouca movimentação de terra. Em resposta aos impactos não sustentáveis, optamos por construir a casa na parte mais plana e alta do terreno". Além disso, como a área de trás do lote é elevada, é possível avistar a paisagem em todos os ambientes da residência.


A primeira proposta de Deborah foi posicionar a residência ao fundo do lote, na parte mais larga, integrando-o ao campo de golfe, que, por sua vez, passou a funcionar também como "jardim". "Houve pouca movimentação de terra. Em resposta aos impactos não sustentáveis, optamos por construir a casa na parte mais plana e alta do terreno". Além disso, como a área de trás do lote é elevada, é possível avistar a paisagem em todos os ambientes da residência.


Com materiais típicos do estilo industrial, como cimento queimado e aço corten, e fachada de pedra em plena harmonia com o projeto, a casa foi construída em curto prazo (10 meses) e teve mínima geração de entulho. Medidas como aquecimento solar e reaproveitamento de água da chuva tornam a residência ecológica e autossuficiente.


Por meio das esquadrias abertas, que integram o exterior à parte interna, a iluminação natural é beneficiada pelas grandes aberturas, culminando com a claraboia, instalada acima do espelho d'água. "Sem delimitações, o living e a varanda são um espaço aberto para o lazer por meio de um vão livre de quase 30 metros, favorecendo o convívio nesses locais e na cozinha gourmet", destaca a arquiteta. Na piscina, a sustentabilidade aparece nas pastilhas de vidro e no deck de plástico que imita madeira, ambos feitos de material reciclado.

Autoria: Deborah Roig
www.deborahroig.com.br
@deborahroig8

Blogger Tricks

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Mesa de Natal.

Olá!! Alguém já se inspirando para o Natal? Hoje tem post de Mesa Posta como uma simples inspiração para o Natal. Desta vez, ao contrário da tradicional mesa em tom de vermelho a escolha foi em branco e dourado, só pra mudar um pouco. 

 



Escolhi um sousplat que também é perfeito para o Reveillon todo em gliter. Foi meu queridinho desta mesa. A casinha, a árvore e o anjinho serviram para trazer um clima de Natal à mesa remetendo aos significados desta data. O caminho da mesa foi o mesmo da mesa anterior. Todas as peças da mesa são da Camicado do Shopping Plaza Sul.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Como fazer sua loja vender mais e ter sucesso.

Empreender não é tarefa fácil. É absurdo o número de empresas que abrem e fecham no primeiro ano. Quando uma pessoa decide arriscar a abrir o próprio negócio tem de levar em conta fatores como ponto de venda, fornecedores, mão de obra e principalmente: vender!

Mas quantos empresários de primeira viagem se importam em estudar com o layout da loja impacta nas vendas? Posso dizer que são poucos.



A partir dessa preocupação, separei alguns itens importantes para a sua loja, como mudanças na disposição de produtos e condução do cliente ao entrar na loja transforma a experiência do visitante, deixando-o mais propenso a consumir. Cerca de 86% da decisão de compra ocorre dentro da loja. Entendeu a importância?


Seguem as outras dicas para vender mais e ter sucesso para sua loja:

Dica 1: Nos primeiros dois metros da entrada de sua loja, o cliente ainda está conectado com o ambiente externo, chamamos de área de pouso. Por isso, evite vender algo nesse espaço, pois a tendência é que ele nem veja.

Dica 2: Cuide da sua iluminação: nem muito claro, nem muito escuro. Quando possível, opte por uma luz quente, faça foco nos seus produtos e sempre tenha um ambiente que passe a sensação de conforto.

Dica 3: Escolha móveis expositores que deem fácil acesso para o cliente. Lembre-se de que todo mundo quer tocar, olhar antes de comprar.

Dica 4: Treine seu pessoal: a equipe precisa ser um fator de ajuda e não o motivo para o cliente ir embora. Ninguém gosta de ser abordado o tempo todo dentro de uma loja, deixe seu cliente a vontade e também cuide para que se ele precisar de ajuda e seus funcionários não estiverem numa boa conversa ou no celular.

Dica 5: Cuide da temperatura da sua loja para manter um clima agradável. Nem gelado nem quente.

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Natal com personalidade: Gabi Aude ensina como fugir do óbvio na decoração.

A arquiteta e youtuber Gabi Aude sugere novas paletas de cores, ideias de iluminação e alternativas à árvore para diferenciar no decór natalino

A decoração da casa é uma das mais queridas tradições natalinas, tendo até dia para ser montada: dia 30 de Novembro. Nessa data, famílias tiram das caixas as árvores, bolas de natalinas, capas de almofadas e diversos ornamentos para colorir o lar e dar boas-vindas às festividades. Porém, às vezes, a tradição pode – e deve – ser mudada! 
A arquiteta Gabi Aude, apresentadora do canal no YouTube Decorando Com Gabi Aude, adora as diversas maneiras engenhosas com as quais é possível transformar o décor da casa durante o Natal – principalmente as que fogem do óbvio, repletas da personalidade do morador. Por isso, decidiu compartilhar algumas de suas dicas para inovar e entrar no clima festivo com força total.

Foto Alisha Williams – Unsplash.com

1. Aposte em uma paleta de cores nova

“Verde e vermelho representam a tradição natalina e são lindos assim! Porém, podemos criar paletas de cores criativas e tão belas quanto com outros tons”, recomenda Gabi. A substituição de cores é uma maneira simples de inovar na decoração, sem sair demais da zona de conforto e da tradição natalina. Uma das combinações favoritas da arquiteta é azul e branco. Eles refletem sofisticação, mantendo a característica lúdica da época. Os tons lembram neve, paz e tranquilidade, sendo uma combinação em ambientes mais contemporâneos e sofisticados.

“Os tons metálicos também nunca saem de moda”, aconselha. Prata e dourado são opções atemporais para aproveitar em vários natais em família, iluminando a casa e convivendo bem com o estilo decorativo já existente.

2. Crie enfeites com as crianças

A essência do Natal é a comunhão familiar. Criar os próprios enfeites, principalmente quando há crianças na casa, é uma maneira divertida de unir a todos em torno da comemoração. “Os enfeites feitos em casa são ótimos para personalizar ainda mais o décor. Eles deixam a casa com o estilo e desejo dos moradores”, explica Gabi. A imaginação não impõe limites! É possível produzir com pouco, usando papel, tesoura e barbante para, por exemplo, recortar estrelas e flocos de neve que podem ser penduradas pela casa, ou então guirlandas dos mais diversos materiais para as portas e janelas.

3. Decore também a área externa

Fachadas decoradas dão boas-vindas às festividades e também aos convidados. Mais comum na América do Norte, é um hábito divertido à ser importado para as casas e apartamentos brasileiros. Para quem tem dúvidas do que fazer, os pisca-piscas são coringa: podem ser usados pendurados na sacada, por exemplo, ou em janelas.

É nos jardins que eles brilham de maneira diferente, com a possibilidade de envolverem troncos de árvores e outras plantas. “Quem tem uma sacada pequena com um gradil pode pendurar luzinhas na varanda e brincar com uma iluminação criativa e interessante. No jardim, a família pode se juntar para decorar árvores e arbustos, com laços nas plantas que dão um toque bacana”, aconselha Gabi. O espaço externo também pode receber lanternas de chão cheias de bolas de Natal, guirlandas e o que mais a inspiração deixar!

Foto Pixabay – Pexels.com

4. Tire a árvore do chão

Em alguns momentos, vale se desprender do conceito tradicional de árvore no chão, principalmente se a casa é pequena. O pinheiro pode aparecer em cima de uma mesa lateral ou em uma versão em miniatura na estante de casa. Para valorizar o clima natalino, a pedida é usar e abusar dos pisca-piscas, por exemplo. No lugar da árvore, também é possível fazer um centro de mesa despojado com guirlandas, pinhas, pau de canela e cerejas falsas, bem vermelhas.

5. Decore até o teto

Sem exageros, até o teto pode receber decoração! Se há um lustre bonito em casa, é possível adorná-lo com guirlandas, um grande coringa do décor natalino, e laços dos mais diversos tipos.

As estrelas e flocos de neve feitos com as crianças podem ser usados para criar móbiles e pendurá-los no canto da sala. Ornamentos de vidro também podem ser usados para criar esse tipo de adorno pendente.

Sobre Gabi Aude: Com o lema “arquitetura e decoração acessível para todos”, a arquiteta Gabi Aude produz conteúdo focado no universo do faça-você-mesmo. Seu objetivo é dar dicas práticas e incentivar seus mais de 18 mil inscritos no canal a trazerem a própria identidade às suas casas, construindo seus móveis, pintando paredes e fazendo peças de decoração. Expert em DIY e projetos funcionais, a profissional passou também a colaborar em participações especiais com o programa É de Casa, durante as manhãs de sábado da TV Globo.


segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Ana Yoshida dá dicas sobre o boxe do banheiro.

Arquiteta conta como personalizar uma das áreas mais revigorantes da casa.

Bem pensada, uma sala de banho resulta em energias renovadas. O espaço, dedicado ao relaxamento após a rotina moderna atarefada, possui um elemento essencial, independentemente do uso de chuveiro ou banheira: o boxe. Planejado de acordo com a área disponível e o estilo do projeto, essa área tão importante não depende de fórmulas – mas pode ser facilitada, a partir de dicas como as da arquiteta Ana Yoshida, do escritório Ana Yoshida Arquitetura. Abaixo, ela apresenta alguns pontos que devem ser levados em consideração para o projeto desse espaço tão precioso.

Projeto Ana Yoshida | Foto: Sidney Doll

Estilo do ambiente

Quando pensamos em uma sala de banho agradável, a primeira coisa quem vem à mente é um ambiente all white. Assim como em qualquer lugar da casa, o banheiro deve ter a personalidade do morador e o uso de cores marcantes ou sóbrias é mais que bem-vindo, assim como o branco.

Nesse banheiro, o azulejo turquesa (Portobello) ocupa a maior parede da área do boxe e está em harmonia com os tons escolhidos para o quarto do casal, unificando os ambientes. Para trazer equilíbrio, a arquiteta apostou no porcelanato claro em outras paredes e no piso. Todavia, nicho e bancada também fogem do tradicional, com a especificação do quartzo marrom.

Vidros e kits prontos

O vidro do boxe precisa ser pensado com cuidado, já que influencia na ergonomia do ambiente. O sistema de abertura das portas pode ser de correr, especialmente em ambientes compactos, ou de abrir. A vantagem das portas de correr é que podem ser instaladas em diversos tamanhos de banheiro, sem prejudicar a circulação, algo que costuma acontecer com os modelos de abrir, mais adotados em banheiros médios e grandes.

Projeto Ana Yoshida | Foto: Evelyn Müller

Além dos modelos feitos sob medida para o espaço, é possível encontrar no mercado os kits boxe. Prontos para instalar, eles são compostos de perfis de alumínio ou aço inox usados em qualquer tamanho de banheiro. Essa foi a opção adotada por Ana Yoshida no projeto acima, que tira partido de um conjunto com roldanas de latão cromado e portas de vidro de correr. 

Iluminação

Projeto Ana Yoshida | Foto: Evelyn Müller

Projetos luminotécnicos bem planejados transformam a experiência do banho. Devemos pensar principalmente na temperatura da cor. A iluminação geral do ambiente pode ser neutra, porém para dentro do boxe é recomendada uma luz mais quente, mais agradável ao olhar e relacionada ao aconchego.

Investir numa luz especial para os detalhes também traz um diferencial ao projeto. O espelho, por exemplo, pode receber iluminação indireta. Outra boa pedida é iluminar os nichos do boxe com jogos de luz, destacando a área com sais de banho e outros itens.


Inovação

Projeto Ana Yoshida | Foto Luis Simioni

Em alguns apartamentos, há apenas um banheiro que funciona como lavabo e sala de banho. Nesses casos, vale a pena um pouco de ousadia, transformando o espaço na atração do projeto. É o que aconteceu nesse projeto também executado por Ana Yoshida. Com 3 m², o banheiro dedicado aos hóspedes virou um ambiente cheio de personalidade com uma pintura de efeito de concreto polido para ganhar um acabamento parecido com Marmoratto.

Para diferenciar o boxe do restante do banheiro, a arquiteta aplicou pastilhas translúcidas no vidro. O acabamento nas duas faces, com aplicação de argamassa transparente, mantém o efeito da pastilha e ajuda a camuflar o chuveiro.

Sobre Ana Yoshida Arquitetura e Interiores: Para explicar o portfólio atual e moderno da jovem arquiteta paulistana Ana Yoshida, com escritório desde 2008, é preciso ir além da formação em arquitetura e urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Experiências com comunicação visual de lojas, cenografia de festas e eventos, e a paixão pela dança, que ela traz desde a infância, ajudam a compor o caldeirão de ideias que dá forma aos projetos de decoração e interiores cheios de bossa, estilo, personalidade e elegância.

Ana Yoshida Arquitetura e Interiores
Av. Morumbi, 1660, Jardim Guedala
www.anayoshida.com.br

home, decoration

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Apartamento de 100 m² assinado pelo Estudio FCK aposta na integração total dos ambientes.

Fechamento da varanda privilegia vista arborizada da cidade e deixa living mais confortável e espaçoso para o dia a dia da moradora.

Projeto Estudio FCK / Foto: Luis Gomes

O apartamento de 100 m², na zona sul de São Paulo, tinha uma premissa básica: a criação de um grande e confortável living que favorecesse a vista arborizada e privilegiada do imóvel. Ao conferir o resultado do apartamento vizinho, a proprietária, uma jovem médica, não hesitou em chamar os arquitetos Felipe Luciano e Vanessa Keiko, do Estudio FCK, para comandar a reforma.



O primeiro passo da dupla, que já assinou outros seis projetos no condomínio, foi propor a integração completa das antigas salas de estar e jantar, terraço e cozinha. Para isso, optaram pelo fechamento de vidro na varanda, que permitiu estender a área social. Com isso, a proprietária conseguiu dispor de um sofá maior, que ocupa parte da área da antiga sacada, assim como uma mesa de jantar com lugar para até oito pessoas. Para fazer a integração com a cozinha, eliminaram apenas uma parede que fazia a divisão do espaço com a sala.

Projeto Estudio FCK /Foto: Luis Gomes


A cozinha, conectada ao living, recebe uma ilha central para o preparo de alimentos e as refeições do dia a dia. Predominantemente branco, o ambiente recebeu um toque metálico graças às pastilhas do frontão da pia.

Projeto Estudio FCK /Foto: Luis Gomes

Na decoração, os arquitetos exploraram os gostos e a personalidade da cliente, que podem ser observados nos tons de azul, aplicados em vários lugares, inclusive nos objetos que lembram o mar e a natureza. A geometria, outra atração do projeto, aparece na estampa do tapete, que trouxe um ar atual para o living. “É uma bagunça organizada, com peças de design misturadas com itens da moradora, o que contribui para que a casa tenha o estilo dela”, conta Felipe Luciano.


Projeto Estudio FCK /Foto: Luis Gomes


No quarto principal, o azul da sala é usado em nuances mais escuras, complementando com o bege empregado na cabeceira. Ela traz um criado-mudo de cada lado da cama, contribuindo para os momentos de descanso. Na iluminação indireta, ao invés de abajur, os arquitetos optaram por uma moderna dupla de pendentes.

Projeto Estudio FCK /Foto: Luis Gomes


Já no quarto de visitas, o destaque fica para o home office moderno e funcional, arquitetado para que a moradora possa trabalhar em casa quando necessário.Bem aproveitado, o cantinho possui nichos que otimizam os espaços aéreos, além de deixar o pequeno escritório descontraído. “O gaveteiro também não ocupa muito espaço e ajuda a guardar os itens de escritório”, indica Vanessa.
Sobre Estudio FCK: Do primeiro esboço à escolha das cortinas, da obra ao paisagismo do jardim: o Estudio FCK cuida de todos os detalhes dos projetos de arquitetura, decoração e paisagismo. A atuação múltipla tem a ver com a rica experiência dos sócios do escritório: os arquitetos Felipe Luciano e Vanessa Keiko. A atuação do Estudio FCK se baseia na escuta atenta às necessidades do cliente e no planejamento rigoroso de todas as etapas da obra. O objetivo é que cada cliente possa enxergar sua essência nos ambientes criados - e receber o imóvel sem surpresas quanto ao custo nem ao prazo. 
@estudiofck