quarta-feira, 25 de março de 2020

Chegou a época de pisar nas uvas Tem pacote especial no hotel Casa de Uco para quem quer participar da Vindima.

Já é tradição: todo começo de ano, na Argentina, é época da colheita das uvas. São elas que vão dar origem a toda aquela variedade de vinhos maravilhosos que serão apreciados no país e no exterior depois de algum tempo. Essa época é tão importante nas regiões produtoras de uvas – como é o caso do Vale do Uco, em Mendoza – que ganhou há 70 anos é celebrada com uma festa especial, a chamada Vindima. De tão popular, ela atrai anualmente milhares de turistas à Argentina.




E como não poderia deixar de ser, o Hotel e Vinícola Casa de Uco preparou um pacote mais do que especial para os hóspedes que estão planejando desfrutar das maravilhas do Vale do Uco em 2020. Entre os dias 15 de fevereiro e 30 de abril começa a valer o Programa da Vindima, que, além de muitas facilidades, inclui a principal atração: a colheita seguida da tradicional pisa das uvas.


Os hóspedes que escolherem participar deste programa especial terão: transfer privado do aeroporto de Mendoza para o hotel, aula de coquetéis, jantar degustação harmonizado com vinhos, café da manhã à la carte, a esperada colheita (que começa com uma visita as vinhas de Pinot Noir, Cabernet Franc e Malbec) depois é realizada a colheita recreativa e em seguida o piso clássico das uvas. De lá os hóspedes seguem para um almoço especial em meio aos vinhedos do hotel, onde é servido um tradicional assado argentino com vista para a Cordilheira dos Andes.


Depois é só relaxar e curtir o hotel, seja em um passeio de bike ou com uma massagem relaxante de 60 minutos. No dia seguinte, é possível escolher entre visitar duas vinícolas dentro do Vale do Uco ou fazer um passeio a cavalo pelos vinhedos, ambos com almoço incluído. Ou ainda fazer uma “Blending Session” na Bodega Casa de Uco, que termina com um menu de três pratos.
Pacote Vindima: a partir de USD 3,200 em acomodação Cordón del Plata para até 2 adultos por 3 noites.
Blogger Tricks

quarta-feira, 18 de março de 2020

Spring Break em Comporta Hotel oferece pacote especialíssimo para comemorar a chegada da primavera.

Enquanto no Brasil o mês de março é para nos despedirmos do verão e darmos as boas-vindas ao outono, na Europa é tempo de celebrar o início da primavera. E se tem um lugar em que a paisagem primaveril vale a visita é a região de Comporta, em Portugal. O destino já virou um queridinho dos europeus e vem conquistando mais e mais brasileiros a cada ano. É para celebrar o Spring Break que o hotel Sublime Comporta preparou um pacote especial aos visitantes durante o mês de março.


Fechando 6 noites de hospedagem no hotel, os hóspedes ganham a sétima noite. O pacote ainda inclui uma garrafa de vinho no quarto no dia da chegada, café da manhã, crédito de €60 por adulto e €30 por criança para ser usado no restaurante Sem Porta (bebidas não incluídas), 15% de desconto em tratamentos específicos no SPA e upgrade de acomodação de acordo com a disponibilidade.



A opção é ideal para quem quer viajar no início da primavera para relaxar em uma região de praias e muita natureza, longe da energia da cidade enquanto aprecia as belas paisagens de Comporta.

sábado, 14 de março de 2020

Korman Arquitetos ensina como combinar cadeiras e mesa de jantar.

O espaço de convívio entre família e amigos merece atenção quando o assunto é a escolha dos móveis para compor o ambiente.

Para quem gosta de ter os amigos e a família reunidos ao redor da mesa, a sala de jantar é um dos espaços da casa que mais merecem atenção. É lá onde acontecem os encontros regados a boa comida e conversa. Porém, projetar um espaço convidativo e confortável para receber pode ser um desafio, afinal, existem muitas dúvidas sobre como combinar a mesa e cadeiras. A Korman Arquitetos traz algumas dicas para acabar de vez com esses questionamentos.

Combinação traz mesa laqueada e cadeiras de madeira, o destaque fica pelo elemento bem brasileiro: a telinha no encosto e assento | Foto: Gui Morelli.

A primeira coisa a se pensar é o dimensionamento de mesas e cadeiras. De nada adianta ter um bom espaço e acabar escolhendo móveis desproporcionais, que deixam a sala sem ergonomia. O mesmo vale para peças pequenas, que acabam não atendendo a necessidade dos moradores. Comece considerando, pelo menos, 60 cm de circulação.Para mistura dar certo aposte em móveis que tenham o mesmo estilo visual. 

Nesta sala de jantar, as linhas retas e contemporâneas evitam o erro de composição | Foto: Gui Morelli

Determinado o tamanho das peças, é hora de escolher os móveis para compor a área do jantar. “O bom senso é o que vai reger. Se os pés da mesa de jantar tiverem um desenho limpo, cadeiras antigas em estilo ou modernas não brigarão com o conjunto. 

Agora se a mesa for de madeira com um estilo mais demarcado, eu não recomendo cadeiras mais modernas – a não ser que tenham pintura laqueada. Já as cadeiras laqueadas com a mesa moderna fazem um conjunto divertido”, exemplifica a arquiteta Ieda Korman, uma das sócias da Korman Arquitetos.

“Hoje em dia as peças não precisam ser todas iguais. Essa mistura mostra a personalidade do projeto e dá bossa à composição”, conta Carina Korman | Foto: JP Image

A decoração de interiores está cada de vez mais livre de regras e paradigmas, é um terreno fértil para ideias originais e personalizadas. “Aquela história de usar tudo combinando, escolher móveis idênticos e objetos em pares vem perdendo espaço para propostas completamente diversificadas”, acredita Carina. Misturar cadeiras de diferentes cores, desenhos, estilos e materiais é uma tendência bem atual e possibilita proporcionar ambientes muito mais interessantes e com o seu jeito. “Em algumas situações, há quem vai além e, em vez de cadeiras, compõe ambientações exclusivas incluindo também bancos e até mesmo poltronas”, completa.

Para quem já tem uma mesa bacana ou quer reaproveitar cadeiras antigas, está liberado. A dica de Carina é simples: “A escolha dos novos itens devem partir das peças já presentes na decoração. Fazemos questão de manter os móveis que os moradores já têm, pois isso ajuda a contar a história da decoração”, finaliza a arquiteta.

Sobre a Korman Arquitetos

Korman Arquitetos é mais que um escritório. Representa a geração de arquitetos que levam a marca dos projetos assinados há mais de 35 anos. Formado pelo casal Silvio e Ieda Korman, hoje tem na equipe a força de Carina Korman e, em equipe, assinam projetos residenciais, comerciais e de hotelaria – tanto no Brasil, como também no exterior.

Korman Arquitetos
Rua Groelândia, 1877, Jardim América, São Paulo
Tel.: (11) 3060-8313
www.kormanarquitetos.com.br
@kormanarquitetos

quinta-feira, 12 de março de 2020

Hotel mais charmoso do Alentejo celebra 200 anos Hotel São Lourenço do Barrocal terá eventos especiais ao longo de todo o ano

São poucas as propriedades ao redor do mundo, onde hoje funciona um hotel de luxo de sucesso, que tem o privilégio de celebrar 200 anos de existência. E é justamente neste simbólico 2020, que o hotel São Lourenço do Barrocal está em festa, afinal a propriedade onde o hotel está localizado completa nada menos do que dois séculos de existência com a mesma família, que agora é a oitava geração.


Com todo esse tempo de história, o São Lourenço do Barrocal revela ser mais do que um hotel de luxo e se reafirma como uma fazenda agrícola de produção própria: de chás de folhas simples, compotas de laranja e limão, pasta de pimenta, biscoitos de azeite e azeitonas. Além de uma horta biológica, possui uma criação de gado da raça Salers, que pasta livremente pelos 780 hectares do terreno, um pomar, um extenso olival e várias vinhas — com os quais produz o seu próprio vinho e azeite. 


O local é encantador, tido como um retiro na planície alentejana que convida a longos passeios, bons almoços e jantares, mergulhos na piscina ou apenas a saborear a passagem do tempo. É um hotel sensível à vastidão da terra e inserido em meio a vinhas, azinheiras e oliveiras centenárias da paisagem de Monsaraz, em Portugal.



E para celebrar esses 200 anos, o hotel preparou uma série de eventos exclusivos que vão
acontecer ao longo do ano para que todos os que desejam possam comemorar in loco. No
próximo dia 11 de abril acontece o “Piquenique de Páscoa”. De 3 a 4 de julho a música toma conta do hotel no “Festival Barrocal Sound”. Já em 15 de agosto a tradicional “Festa de São Lourenço” ganha um toque especial e em setembro é a vez das vindimas. Finalizando as comemorações, em 14 e 15 de novembro tem a celebração do dia de São Martinho.

terça-feira, 3 de março de 2020

Dúvidas sobre a integração de ambientes? A arquiteta Isadora Araújo reúne diversas dicas sobre o assunto.

Tendência mundial, a integração entre os ambientes virou a grande aposta dos projetos de áreas sociais. O motivo é simples: imóveis cada vez menores pedem um espaço generoso para receber os amigos e a família com conforto. A saída para driblar a metragem reduzida é dar adeus às paredes a fim de manter living e sala de jantar contíguas. O desafio, neste caso, é garantir uma decoração harmoniosa. Para isso, a arquiteta Isadora Araujo, do Panapaná Estúdio de Projetos, traz dicas imprescindíveis.

Saiba como escolher móveis, decoração e iluminação de salas de estar e jantarProjeto Panapaná Estúdio de Projetos | Foto: Rafael Roncato

Escolha dos móveis

Uma das primeiras questões quando o assunto é decoração de salas integradas diz respeito à mistura entre materiais. Mas, afinal, qual o caminho a seguir? Isadora responde: “Tudo depende do estilo eleito e muitas vezes o mix é o que torna um estilo único. Não há regra sobre essa mistura, desde que os tons dos materiais sejam harmônicos. Recomendo evitar a combinação de materiais naturais com artificiais que imitam seu acabamento, pois acaba ressaltando a artificialidade”, sugere a arquiteta.

Na seleção de móveis, a maior importância deve ser em relação à circulação, sem comprometer a passagem. Na sala de jantar também é preciso se atentar ao número de pessoas da casa, atendendo a necessidade mínima dos moradores. “É a escolha da mesa que vai determinar o modelo de cadeira, sejam mais largas, altas ou estreitas, além de direcionar se haverá altura suficiente para braços ou não”, revela Isadora.

Ainda no jantar, móveis de apoio são bem-vindos para tornar o ambiente mais funcional, desde que sejam compatíveis ao tamanho do lugar. “O buffet é uma opção muito útil para salas de jantar. Quando não houver espaço, ou se for necessário esconder as costas de um sofá na divisão com o estar, um aparador sob medida é uma ótima solução e poderá fazer às vezes de buffet”, comenta Isadora.

Para o living, o sofá é o item de maior preocupação, afinal ele precisa ser o mais confortável possível. “É interessante pensar um modelo com chaise fixa ou não. Sobre tecidos, o que mais gosto de usar é o suede, com manutenção e limpeza tranquilas, além de trazer um toque e conforto térmico ao ambiente. A impermeabilização ajuda a prolongar a vida do tecido, principalmente em cores mais claras”.

Mesas de centro são excelentes elementos de apoio, porém merecem atenção devido ao pouco espaço dos ambientes, já que mudam completamente o fluxo da circulação. Deixe o item de fora se for prejudicar a passagem. As poltronas ou pufes também são indicados, dependendo do tamanho do ambiente, pois servem como assento extra ou apoio de pés, criando uma chaise mais flexível em ambientes menores.

Decoração para ambientes integrados

Os itens decorativos, como almofadas, tapetes, vasos e quadros são os mesmos usados em ambientes com divisórias, porém, assim como na escolha dos móveis, a decoração também precisa manter a harmonia visual entre os cômodos com diferentes funções.

Para o sofá, as almofadas devem trazer a personalidade dos moradores e compor com o restante da paleta de cores do ambiente. “Gosto de almofadas com tecidos confortáveis ao toque e de boa firmeza. Os tecidos devem remeter, sutilmente, ao tecido do sofá, seja pela cor ou pelo estilo”, conta Isadora. Plantas também são elementos versáteis e bem-vindos. “Neste caso, indico cactos, suculentas e jiboias, ótimas em ambientes internos porque demandam poucos cuidados.”

Outro item decorativo que pode entrar em cena são os quadros, seja atrás do sofá ou acima do buffet em salas de jantar. “São fundamentais para a decoração. As esculturas de parede também são ótimas alternativas para esses pontos. Outras opções são os pratos de parede, que voltaram nos últimos anos em uma roupagem mais moderna e com mensagens inspiradoras.”

Iluminação

Pensar em diferentes cenários de luz é uma forma de delimitar os variados usos dos ambientes. Enquanto a sala de estar pode pedir uma iluminação mais indireta, na mesa de jantar uma iluminação mais direta com um pendente oferece mais versatilidade. “Para salas integradas é interessante ter um estilo base geral, com spots, por exemplo, e pontos específicos definidos conforme o uso”, explica a arquiteta. Já na sala de jantar, além da iluminação geral, os pendentes criam um cenário mais intimista. “Temos um padrão ergonômico de 70 a 80 cm de altura da superfície da mesa para a instalação do pendente”, finaliza Isadora.

Sobre o Panapaná Estúdio de Projetos

Inaugurado em 2015, o Panapaná Estúdio de Projetos é fruto de um sonho da arquiteta Isadora Araujo. Formada em arquitetura pela Faculdade Belas Artes em São Paulo, a profissional montou seu próprio escritório com a intenção de criar soluções criativas e práticas para os espaços. Cobrindo tanto a parte de planejamento de obras quanto de projetos, Isadora se dedica em construir os imóveis perfeitos para os clientes. Até hoje já foram 26 projetos entre residenciais e corporativos. “Aqui no Panapaná gostamos de vencer os desafios inspiradas nos sonhos dos futuros moradores”, afirma.

www.panapana.arq.br
@panapanaestudio
Rua Estados Unidos, 180 – Jardim Paulista – São Paulo – SP
Fone/W: (11) 5083-6264 conectadas 

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Natureza no entorno de casa litorânea inspirou o trabalho da designer de interiores Giseli Koraicho.

No imóvel de 1000 m², na Praia de São Pedro, Guarujá, a profissional projetou a residência para o casal e os dois filhos apaixonados pela conexão entre interno e externo.

Living com vista para área externa assinado por Giseli Koraicho | Fotos Dotta

Localizada na reserva ambiental de São Pedro, na região do Guarujá, litoral Sul de São Paulo, a residência foi adquirida por um casal de empresários com dois filhos adolescentes que compartilhavam dos mesmos desejos: desfrutar do imóvel, aproveitar a vista da natureza e compartilhar os momentos rodeados de familiares e os amigos.

Coube à designer de interiores Giseli Koraicho, do escritório Infinity Spaces, a responsabilidade de transformar a casa em um refúgio para quem busca se desligar da rotina estressante da cidade grande e vivenciá-la em todas as épocas do ano. “Esse projeto foi uma oportunidade maravilhosa para integrar o contraste entre a natureza existente ao redor e conectar com o décor dos ambientes”, comenta Giseli.

Com 1000 m², o projeto teve todos os espaços beneficiados pela vista da reserva, tornando tudo mais sofisticado e abundante em iluminação natural. Giseli seguiu a essência solicitada pelos moradores: um lar com ar contemporâneo, mas tipicamente do litoral. Compondo materiais, revestimentos, mobiliários e objetos decorativos, a designer desenvolveu um projeto atemporal, resultando em uma residência aconchegante e glamurosa.

O living com pé-direito duplo garante uma sensação de amplitude e conforto, resultando em um ambiente arejado e proporcionando maior iluminação natural. Esse recurso arquitetônico foi utilizado para integrar os ambientes, a passarela e a escada aberta.

O posicionamento dos sofás possibilita a interação da família e convidados, assim como a contemplação da natureza ao redor. “Para o mobiliário, trabalhamos com a madeira maciça, material nobre que se compõe com o perfil da casa”, revela Giseli.  Na decoração, a designer de interiores optou por cores tradicionais de casas de praia: branco e azul, que casam muito bem com o despojamento e a luminosidade dos espaços à beira-mar.

Detalhe do pé-direito duplo | Projeto Giseli Koraicho | Fotos Dotta

O living com pé-direito duplo garante uma sensação de amplitude e conforto, resultando em um ambiente arejado e proporcionando maior iluminação natural. Esse recurso arquitetônico foi utilizado para integrar os ambientes, a passarela e a escada aberta.

O posicionamento dos sofás possibilita a interação da família e convidados, assim como a contemplação da natureza ao redor. “Para o mobiliário, trabalhamos com a madeira maciça, material nobre que se compõe com o perfil da casa”, revela Giseli.  Na decoração, a designer de interiores optou por cores tradicionais de casas de praia: branco e azul, que casam muito bem com o despojamento e a luminosidade dos espaços à beira-mar.

Madeira reveste as paredes do home theater |Projeto Giseli Koraicho | Fotos Dotta

Para os momentos de descontração, a designer investiu em uma composição repleta de conforto e aconchego no home theater. A madeira assumiu o protagonismo com a sequência de ripas que revestem as paredes. Com acabamento em laca branca, o rack foi pensado para receber – e esconder – os equipamentos que proporcionam excelente momentos de cinema. Como a residência está inserida na Mata Atlântica, esse refúgio pode ser contemplado tanto no verão como no inverno, por isso inserimos uma lareira a lenha no projeto. Também foram instaladas persianas blackout automatizadas a fim de bloquear a incidência do sol no ambiente.

Integração na área social da residência |Projeto Giseli Koraicho | Fotos Dotta

Com o conceito de integração dos ambientes, o home theater, as salas de estar e jantar e o espaço gourmet têm vista para a piscina, a natureza e o mar. E em todos eles há a preocupação de privilegiar o convívio familiar e dos amigos.

Sala de jantar |Projeto Giseli Koraicho | Fotos Dotta

Assinado pela designer Alessandra Delgado, a mesa de jantar com 12 lugares foi escolhida pelo seu design diferenciado, tornando o espaço único e exclusivo. O clima oriental marca presença com os pendentes produzidos à mão, feitos de madrepérola e vindos da Indonésia, além das estátuas de Buda sobre o aparador. Ao fundo, a área gourmet conta com churrasqueira e forno elétrico de pizza.

Cozinha |Projeto Giseli Koraicho | Fotos Dotta

Integrada com a Mata Atlântica e o mar, a cozinha se insere neste contexto para trazer e reforçar um espaço agradável a fim de receber os convidados no momento de degustação.

Cantinho da memória afetiva | Projeto Giseli Koraicho | Fotos Dotta

Como os proprietários são apaixonados por conhecer o mundo e registrar as memórias afetivas com objetos comprados durante as viagens, a designer de interiores fez questão de dedicar um espaço para essa disposição. Acompanhado pelo azul do tapete geométrico e o estilo clássico da mesa de centro, as paredes receberam molduras com conchas trazidas do Vietnã.

Suíte principal |Projeto Giseli Koraicho | Fotos Dotta

A suíte principal é cheia de detalhes e se tornou um verdadeiro convite para relaxamento. A cabeceira foi projetada em madeira, com elementos vazados que vão até o teto, além do efeito decorativo, a solução traz privacidade para a área do banho, que conta com uma hidromassagem posicionada para a Mata Atlântica preservada ao redor e para o mar. “O décor foi inteiramente harmonizado com o estilo dos moradores e as belezas locais”, afirma Giseli.

A área íntima reúne mais seis suítes decoradas com quadros, cores, objetos e materiais que remetem ao clima de praia. O fechamento de vidro permite sensações indescritíveis: acordar com o nascer do sol, o verde das árvores e a visita de espécies inusitadas como cotias, esquilos, tucanos, entre outros. À noite, é muito agradável dormir com a contemplação da luz da lua.



O projeto da piscina é outro destaque da casa de tirar o fôlego. Medindo 11.40 x 4.00 m, todo o fundo e suas laterais foram revestidas com a pedra natural (Palimanan), um material duradouro e que mantém a água sempre aquecida. Alocada na extremidade mais íngreme do terreno, sua borda infinita passa a sensação mágica de se poder tocar o mar.

No último piso está localizado o solarium, que foi projetado para integrar um SPA e um deck com lareira, se tornado um espaço aconchegante com uma vista maravilhosa.

 “Nosso objetivo foi conceber um lado externo perfeito para ser aproveitado durante o dia e à noite. Afinal, depois de um dia de sol e piscina, nada mais prazeroso que jatos revigorantes de uma spa ou a oportunidade de relaxar e degustar drinques em uma roda de conversas. Tenho certeza que conseguimos efetivar essas oportunidades para nossos clientes”, finaliza Giseli.

Sobre Infinity Spaces Arquitetura e Interiores

Giseli Koraicho, designer de interiores formada pela Panamericana de Arte e Design, à frente da empresa Infinity Spaces, que atua na área de projetos de arquitetura e design de interiores, junto com sua equipe de arquitetos, que tem como principal meta tornar sonhos em realidade.

Atuante no mercado residencial e corporativo, Giseli, tem como principal objetivo manter-se sempre atualizada e em constante aprimoramento profissional. Só assim, acredita ela, conseguimos bem atender e superar expectativas. Cada projeto é encarado como único e é sempre um novo desafio - “Nada melhor após a conclusão de um projeto, sentir e comprovar que meu cliente sente-se acolhido no ambiente projetado e, mais do que isso, que sua personalidade está marcada dentro de cada um dos espaços”, diz a profissional que vem atuando no mercado há mais de cinco anos.

No mercado corporativo, Giseli, desenvolveu projetos para grandes empresas do mercado de escritórios, como a Infinity Officing Network (HQ Global Workplaces), que demanda não apenas ambientes personalizados, mas infraestrutura e total capacidade de adaptação de espaços de acordo com cada cliente.

“Escritórios são extensões de nossas residências, por isso o bem estar e a funcionalidade nesses locais devem ser tratados como prioridade na execução de um projeto. Hoje, passamos a maior parte de nosso tempo trabalhando e, por isso, sentir-se bem no seu ambiente de trabalho é essencial.”, acredita Giseli, que mantém seu foco nas necessidades individuais de cada empresa e na personalização de cada projeto corporativo.