sábado, 9 de fevereiro de 2013

O Museu da Casa Brasileira (MCB) premiou os melhores profissionais, estudantes, estúdios e empresas produtoras, em oito categorias, incentivando o fortalecimento e a disseminação do design nacional. Entre os premiados está o designer Fernando Bernucci, da Art Maison (marca de decoração fabricante de almofadas, luminárias e painéis) que ganhou menção honrosa pela criação da luminária Eólica. A peça venceu na categoria iluminação.



O resultado final revela um panorama da produção contemporânea brasileira e ficará em exposição no MCB até 13 de janeiro de 2013. A mostra 26º Prêmio Design traz os destaques das categorias mobiliário, utensílios, iluminação, têxteis, equipamentos eletroeletrônicos, equipamentos de construção, equipamentos de transporte e trabalhos escritos.



A seleção, feita com base em critérios como originalidade, concepção formal, inovação tecnológica, adequação ao mercado, viabilidade industrial, segurança e proteção ambiental, foi realizada por um júri formado por 46 especialistas, coordenado por Freddy Van Camp, designer e professor da Escola Superior de Desenho Industrial da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (ESDI/UERJ).



Esta não é a primeira vez que Fernando Bernucci, da Art Maison, ganha o prêmio do Museu da Casa Brasileira. Em 2010, recebeu o prêmio com o pendente Couche 60. Além do prêmio do MCB, em 2011 conquistou o bronze na categoria Casa da versão brasileira do prêmio americano IDEA Awards, o IDEA/Brasil 2011, com as luminárias Diamond e Couche 60, e também venceu, com seu pendente Couche 60, o prestigiado prêmio internacional “Good Design”, de Chicago (EUA), na categoria Lightining.



Além da venda a lojistas de todo Brasil, os produtos Art Maison podem ser encontrados em sua loja, na Rua Rodésia, 216, na Vila Madalena (SP). Em dezembro, a Art Maison inaugura mais uma loja na cidade, agora nos Jardins, na Alameda Gabriel Monteiro da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.