sábado, 11 de maio de 2013

Semana das Mães: Um bate-papo com a Gabi Manssur.

Olá!!!!

Tudo bem? Já vi que estão gostando dos posts com nossas queridas mamães aqui no blog. Eu também estou adorando!!! 

Para fechar a Semana das Mamães aqui, hoje é a vez da Gabi Manssur, que é muito querida, não só pelas suas leitoras, mas por mim também!! Sabe aquelas pessoas inspiradoras? Uma promotora de justiça, que atua no combate à violência doméstica, é super fashion e ainda, esportista, e mãe. Vamos lá?

Nome: Maria Gabriela Prado Manssur
Profissão: Promotora de Justiça

  
Nome dos filhos e idade
Camila - 14 anos, Felipe 4 anos e Arthur - 1ano

P: Para você quais são os maiores desafios da maternidade hoje?
R: Os desafios da maternidade sempre existiram, cuidar bem dos filhos, conseguir educá-los para serem pessoas dignas, respeitosas e respeitadas e estes desafios sempre existirão. 
Mas atualmente, acho que  há outros desafios que a mulher moderna enfrenta:
1) conciliar vida pessoal e profissional - hoje em dia a maioria das mulheres trabalha e se sente culpada por deixar seus filhos a cuidados de terceiros e por não estar tão presente na vida deles.  
2) com quem deixar os filhos no momento em que você está trabalhando, se essa pessoa será de confiança, se irá cuidar bem do seu filho e não irá maltratá-lo e; 
3) no aspecto comportamental, evitar o uso de drogas, bebidas, o sexo prematuro e controlar todos os meios de comunicação que hoje em dia estão à disposição dos nossos filhos, como celular, facebook, instagram, etc.... principalmente para quem tem filho adolescente.

P: E as maiores alegrias? 
R: Para mim filho só traz alegria, desde o nascimento você olhar aquela carinha linda precisando de você para tudo, desde os primeiros passos, primeiras palavras, as brincadeiras, até as conquistas na escola, nos esportes, um abraço apertado, um beijo "babado" uma palavra carinhosa.... é um amor incondicional que supera todos os sacrifícios e responsabilidades da maternidade. 
Para mim não há alegria maior do que chegar em casa depois de um dia de trabalho e encontrar meus três filhos me esperando: a adolescente toda maquiada (claro, com as minhas maquiagens mais novas e mais caras) e os menores fantasiados de homem-aranha tentando escalar as paredes de casa. Só de falar, meus olhos enchem de lágrimas.


P: Como é conciliar trabalho, ser mulher, mãe e todos os outros milhões de compromissos? 
R: É punk, mas satisfatório. Procuro controlar todos os meus horários e ser disciplinada. Acabo dormindo menos do que gostaria para poder conciliar tudo. Cinco horas para mim são suficientes. Procuro levá-los na escola, é um momento em que fico com eles, tomamos café da manhã juntos, brincamos e conversamos no caminho (se bem que todo mundo está meio mal-humorado nesse horário, hehehe, mas mesmo assim é gostoso). Procuro fazer todas as minhas atividades pessoais como ginástica (quem me conhece sabe que sou viciada em corrida e fitness), médicos, dermatologista, cabeleireiros, etc, etc, pela manhã. 
Trabalho a partir das 11:30hs/12hs, almoço no trabalho mesmo assim não perco muito tempo (levo minha "marmita saudável" e aproveito para controlar minha alimentação) e chego em casa por volta de  19:30hs/20hs. Quando chego fico direto com eles, às vezes dá tempo de eu dar o jantar deles e as 21hs todos vão dormir. Faço questão de colocá-los na cama. Depois desse horário às vezes vou treinar ou fico trabalhando até altas horas.
Evidente que preciso contar com a ajuda de uma babá e de um motorista, mas Graças a Deus, nessa parte eu estou bem servida.  Seu Dudu e Da Paz estão comigo há 12 anos. 

P: Quais são os lugares preferidos em que você gosta de passear com seus filhos?
R: Gostamos muito de ir no Parque Ibirapuera, dá uma sensação de liberdade. Vamos também ao clube, eles adoram almoçar lá pois tem comida árabe (somos descendentes de árabes) e também ficam brincando de futebol e basquete. 
Como tenho uma adolescente, vamos muito ao shopping e uma vez por semana eu e ela temos um dia à noite para passearmos e conversarmos, só nós duas e ela escolhe: ou jantamos fora, ou vamos ao cabeleireiro, ou ao cinema, ou ao shopping. É um momento especial e que nos aproxima. Nessa fase temos que conversar muito e estar sempre por perto. Se ela quiser, pode levar uma amiga. Mas é programa da Luluzinha, só entra mulher.
Mas o programa que mais gostamos de fazer é viajarmos para nossa casa de praia, na praia da Baleia, onde ficamos todos muito mais juntos: vamos à praia, fazemos churrasco, à noite a gente vai comer pizza... é muito gostoso. Como trabalho muito durante a semana, aos finais de semana procuro me dedicar à família.



P: Quais as maiores e mais bonitas dentre todas as lembranças que você tem de seus filhos até agora?
R: Acabei criando minha filha Camila de uma maneria independente. Uma das maiores lições para mim foi quando ela era pequena e tinha que ir na escola no Dia do Pijama. As meninas com o pijama da mãe e os meninos com o pijama do pai. 
Quando fui buscá-la, ela estava com o pijama do pai. Eu disse: “Filha, porque você não pegou um pijama meu?” Ela respondeu: “Mãe, eu nem sei com que pijama você dorme, pois nunca te vejo dormindo, achei melhor pegar um do meu pai, você sempre diz para  eu ser verdadeira e eu fui.” Isso me deixou feliz, pois sei que ela entende o meu jeito de ser e é bem resolvida.
O Felipe tem uma personalidade muito diferenciada. Ele é bem parecido comigo, disciplinado, orgulhoso e super rígido. Às vezes ele está me contando uma história e eu devo estar distraída. Ele vira e fala: "Mãe, olha para mim quando eu estiver falando com você, por favor". 
E o Arthur é muito pequeno ainda, mas para mim ele é especial, não só por ser o caçula, mas por ter adoração por mim, ele fica o dia inteiro repetindo o meu nome: Gabi, Gabi, Gabi. é gostoso de ouvir.
Ou seja, meus filhos escutam, prestam atenção e respeitam o  que eu faço e falo que isso é muito importante para mim. Ser respeitada como mãe.


P: Quais as fases mais gostosas em que você aproveitou muito, ficou inspirada e se sentiu mais linda desde quando seus filhos nasceram?
R: Eu sou verdadeira. Acho que não fiquei bonita grávida, ficava inchada e um pouco acima do peso. Logo após dar à luz, para mim é um desastre. O peito fica grande, a barriga inchada, tem o corte da cesária, você não descansa e fica com cara de fantasma mesmo. Mas com o tempo tudo vai se amoldando e a cada dia que você se olha no espelho se sente melhor, mais feliz e consequentemente, mais bonita.
Para mim, quando os filhos estão com 3 meses a gente já está super bem e com aqueles bebezinhos no colo ficamos lindas, não é verdade? 
Eu sempre estou inspirada como mãe. Nasci para ser mãe, me jogo na maternidade mesmo. Até queria ter o quarto filho! E para mim, todos os dias são momentos gostosos com os filhos, tento aproveitá-los ao máximo, mesmo tendo uma vida mega agitada.  Gosto da minha rotina com eles.


P: Como sei que você gosta de blogs...Quais os blogs que acompanhou durante a gravidez?
R: Bom, eu não sou mãe de primeira viagem, então acabei não acompanhando nenhum blog, pois na época da minha filha mais velha e quando precisava não existiam os blogs ainda. Mas durante minha última gravidez, no período de licença maternidade, acabei entrando em vários blogs de moda para me distrair, pois adoro moda. 
Entrei no blog da Thassia, Petiscos, da Sophia Alckmin, Lalá Rudge, Cris Pitanguy, e foi quando me despertou a vontade de ter um blog voltado para looks de trabalho, mulheres um pouco mais velhas e que gostam de corridas e fitness. Criei o itLady.

P: E os livros? Quais você mais gosta atualmente?
R: Sempre li muito por causa da minha profissão. Acabamos tendo que ler livros voltados ao Direito e processos quase todos os dias. Então nos sobra muito pouco tempo para leitura como lazer.
Gosto muito de livros de auto-ajuda. Os últimos que li foram "Os 50 tons de cinza”, que sinceramente não me agradou muito e "Comer, Rezar, Amar" que adorei e me identifiquei. Atualmente estou lendo um livro chamado "Fazendo Pose" que é uma mulher que se encontra na yoga e tenta conciliar trabalho, filhos e sua atividade esportiva. Estou gostando.   

P: Quais as dicas que mais seguiu durante a gravidez?
R: Nunca fui de ficar parada. Caminhava todos os dias, não só para manter a forma, mas para espairecer e manter o equilíbrio físico e emocional. Passei muito óleo de amêndoa na barriga e não desenvolvi nenhuma estria. O resto eu segui normal. Tomava muita água. 


P: Quais os cremes que mais usou durante esse período?
R: Mantive todos os cremes que usava, sem nenhum tipo de ácido e muuuuuuito protetor solar, imprescindível. Fiquei com algumas manchinhas de sol e me arrependo profundamente de não ter cuidado mais da pele. São manchas que saem com laser, mas que voltam a qualquer exposição ao Sol.


P: E a questão da moda, do estar sempre bonita e confortável? O que você recomenda como um item indispensável no guarda-roupa de uma grávida?
R: Uma calça jeans para grávida  bem bacana, um camisão branco soltinho,  um vestidinho preto básico que te acompanhe do dia à noite (te deixa magra e elegante), daqueles que você pode usar com sapatilha ou salto e um óculos de sol grande e fashion,  para esconder aqueles dias que você está mais inchada e com cara de sono.  
Posso falar uma coisa que eu não gosto? Aquelas roupas de grávida que tem um lacinho atrás, ou melhor, que tem uma faixinha que passa pela barriga e amarra nas costas. Acho feio e deselegante. Há outras opções bem mais fashion  no mercado.

Ser mãe é...
Tudo na minha vida!


E então...gostaram? A Gabi tem um Instagram super legal para quem quiser conferir, @gabimanssur, cheio de dicas super legais. Eu adorei esse bate-papo com mulheres maravilhosas, que só mostraram que ser mãe é tudo de bom, cada uma com seu jeitinho especial, como todas as mulheres no mundo!!!!

Parabéns Mamães!!!!!! Desejamos o melhor do mundo para vocês!!!!

Bjos, bjos, bjos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.