terça-feira, 5 de novembro de 2013

Projeto Meias do Bem da Puket e SP.Ecoera.

Olá!!!!

Amanhã tem um evento super legal aqui em São Paulo para quem gosta de se engajar em bons projetos, fazer algo que traga o prazer de uma contribuição à sociedade! Já ouviram falar do Projeto Meias do Bem da Puket?

Em sua terceira edição, o SP-Ecoera promove a moda de forma inteligente e sustentável, na Casa ABIT. Atenta ao universo do pós-consumo, a consultora de moda, Chiara Gadaleta, é a idealizadora deste projeto que tem o enfoque principal de transformar o lixo ao luxo.




Com a mesma visão de valorizar o produto em todo o processo, a  Puket se tornou uma grande parceira do SP.Ecoera com a ação Meias do Bem. “Sempre tivemos a preocupação em reutilizar e reciclar as sobras de materiais, com o reaproveitamento de fiapos e meias cortadas. Agora, temos tido também a contribuição de nossos clientes com este projeto”, conta a gerente de marketing, Fernanda Dittmers.

No terceiro dia do evento (6), ou seja, amanhã, a marca apresentará seu conceito de reciclagem e responsabilidade social no desfile, com a curadoria da estilista, Karlla Girotto, em parceria com mais quatro profissionais convidados para desenvolver peças exclusivas com o material industrial descartado pela marca: Ad Ferreira, Fernanda Quilici, Felipe Ramirez e Julia Poly. “A seleção dos estilistas foi natural, pois são pessoas que gosto e aprecio suas propostas técnicas. Acredito que seja o começo de um grupo de pesquisa em descartes têxteis. A experiência no Ecoera tem sido positiva, pois se entende o material e como ele se desdobra”, ressalta Karlla.

Além disso, a Puket terá um espaço especial, para expor  todo o processo de fabricação consciente, com decoração de retalhos de tecidos.
  
O projeto Meias do Bem foi desenvolvido desde o início de 2013, convidando os consumidores da Puket a doarem meias usadas nas lojas para se transformarem em cobertores, que são distribuídos para moradores de rua, através de instituições sociais.

Um trabalho que sempre foi realizado pela marca com fiapos e resíduos de produção, agora está ao alcance de todos para fazer o bem. No total, mais de 5 mil cobertores foram fabricados durante o último inverno.

E então...gostaram da ideia? 

Bjos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.