terça-feira, 24 de junho de 2014

A Joalheria criada por Camila Rosa para a Casa Cor.

Olá!!!!

Como vocês já sabem adoro mostrar um pouco do que gosto aqui, às vezes são coisas muito simples, outras, que achei diferente e outras, muito charmosas. E hoje tem um pequeno post de um ambiente que eu amei na Casa Cor deste ano, da Camila Rosa. Eu já falei desta arquiteta algumas vezes já que acompanho o trabalho dela desde a primeira vez em que ela criou um ambiente para a Mostra, que começou com um living, depois um quarto de crianças, e agora uma joalheria, o que mostra a sua versatilidade em criar projetos diferentes e todos, com muito bom gosto.

Um espaço conceitual e sofisticado, para apresentar o trabalho do renomado joalheiro Fabrizio Giannone. Este foi o desafio da arquiteta Camila Rosa, que recebe, pelo terceiro ano consecutivo, os visitantes da 28ª edição da Casa Cor, no espaço Joalheria. 

“Escolhi este ambiente para traduzir o portfólio do designer, que mescla peças elegantes e arrojadas, mantendo a tradição do universo da joalheria. Para isso, minha inspiração foi trazer ao projeto, cenografia e objetos que representem a essência do trabalho dele, mas que, ao mesmo tempo, fosse um local com ares de uma galeria conceitual”, afirma Camila Rosa.

No espaço de 65 m², Camila optou por mesclar diferentes materiais. Ao entrar na Joalheria, os visitantes são impactados pelas joias expostas em nichos de madeira, criados em parceria com a marca Elgin, sendo alguns em laca azul e outros com os veios da madeira aparentes e dispostos em diferentes tamanhos e alturas.


A iluminação também recebeu atenção especial no espaço. Segundo a arquiteta, o projeto levou em consideração o reflexo da luz sobre as peças, para destacá-las sem ofuscar os detalhes.

“Para o projeto de luminotécnica, desenvolvido em parceria com a Puntoluce, tomei como partido a iluminação cênica, mais dramática, para ressaltar o brilho das pedras preciosas e metais. Além dos nichos nas paredes, gotas em acrílico colorido e pendurados em correntes de aço, quase tocando o chão e com iluminação direcionada, recebem colares e pingentes para chamar a atenção do cliente dentro da loja”, conta a arquiteta.

Para criar este expositor, Camila se inspirou em suas visitas às galerias de arte, na qual os visitantes contemplam as peças ao seu redor, sem tocá-las. E, para aumentar a sensação de amplitude do ambiente, um espelho cria a impressão de o espaço ser maior.

Outro destaque é o lounge, localizado ao fundo da Joalheria e dedicado a receber os convidados. Nele, um sofá em estilo rococó - em couro marrom e capitonê, da Breton -, é a peça principal, remetendo às grandes joalherias. Em contraponto à decoração clássica, poltronas com estruturas cromadas tornam o espaço elegante e atual.

Para trazer ainda mais modernidade à área de descanso, uma TV com desfiles das joias e projetos da arquiteta. Além disso, a persiana Parametre, da Hunter Douglas by Luxaflex, torna-se mais um item de decoração, em harmonia com o papel de parede da Espaço Paper. 


Já o piso da linha Ambienta, produzido pela Tarkett e instalação Monet, reproduz com fidelidade a superfície da madeira, mantendo as tonalidades, o alto relevo e, principalmente, o aspecto rústico do material natural. Sobre ele, a profissional selecionou diferentes estilos de tapeçaria.

Na entrada, um tapete de cerca de 12m², produzido especialmente para a ocasião, em cores fortes e grafismos em zig e zag, remetem à uma passarela. No lounge, a escolha foi um tapete em alto relevo, que visualmente cria sinuosidades, semelhante às curvas das joias de Fabrizio Giannone. Ao final do espaço, o caixa para pagamentos recebe tiras de silestone em alto e baixo relevo, da Mont Blanc Mármores, conferindo movimento à peça.


O resultado é um projeto comercial alinhado ao estilo do designer e, ao mesmo tempo, ao perfil do trabalho de Camila Rosa. “Uma das características do trabalho de Fabrizio é trazer inovações no uso das pedras preciosas e outras matérias-primas, em cores vibrantes e com formas inusitadas. O projeto representa exatamente a sofisticação que o designer leva à seus clientes”, finaliza Camila.

A Joalheria, na Casa Cor 2014, está localizada no espaço 59 e aberta à visitação do público até 20 de julho/2104. Para conhecer mais projetos da arquiteta Camila Rosa acesse: www.camilarosa.arq.br.

E então... gostaram?

Beijos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.