segunda-feira, 18 de agosto de 2014

DICAS ITÁLIA

Olá!!!!

Como ultimamente tenho falado bastante em comida e bons lugares por aqui e várias amigas minhas em viagem para a Itália me cobrando um post com algumas dicas, decidi escrever um pouco sobre bons restaurantes na cidade. É uma boa forma de me redimir pelo post sobre Milão que foi apagado acidentalmente (sério, às vezes eu consigo me superar nas minhas atrapalhadas - hahaha).

Vamos começar pelo café?

Eu adorei visitar um café/restaurante no centro de Brera chamado Radetzky. Ele é bem famoso na cidade e fui através de uma indicação de amiga. O ambiente é super agradável, uma delícia passar por lá após uma volta pelo bairro que tem muita coisa para ver e se inspirar.



Ainda em Brera, na PIazza del Carmine tem um restaurante e café que é o queridinho do público mais fashion da cidade foi o Café/Bar do Marc Jacobs. Para as moças que amam as peças do estilista a boa notícia é que a loja também fica no mesmo endereço. Ele tem uma atmosfera bem ao estilo do estilista, e fica numa rua bem charmosa, em frente a uma igreja, a de Santa Maria del Carmine.

O menu inclui desde sanduíche vegetariano com mussarela, legumes grelhados mistos, cheeseburger a camarão e tempurá. Os aperitivos são ótimos, mas fiquei só na saladinha com Aperol Spritz.

Onde: Marc Jacobs Cafe Piazza del Carmine 6, Milan - Tel 02 878 059.



Um outro restaurante que eu falei no post anterior foi o Signorvino, que eu conheci no dia em que fui visitar o Duomo. Depois de visitar a igreja, uma boa pedida é parar para beber uma água, comer uma salada, um café, enfim, descansar um pouco e observar a região. Não sei porquê não temos isso de almoçar com calma, sentir os ambientes e quando estamos viajando conseguimos fazer isso com perfeição. Ah eu sei o nome disso... férias (haha).

O que eu adorei é que ele é um restaurante e adega, fica lotado, mas o atendimento é muito bom.


O aclamado crítico John Mariani mostra por que a rica gastronomia também é destaque em uma das maiores capitais da moda no mundo.

Desde a década de 1950, Milão é conhecida como a capital da moda da Itália. Pelo menos duas vezes por ano, compradores e jornalistas internacionais tomam conta da capital da Lombardia para assistir a desfiles incríveis de nomes como Armani, Versace e Dolce & Gabbana na Via Montenapoleone e arredores. Mas como estamos na Itália, o almoço e o jantar são levados a sério, tanto em trattorias elegantes quanto em ristoranti grandiosos que precisam ser reservados com semanas de antecedência. E a vantagem é que estes lugares maravilhosos permanecem abertos o ano todo. Conheça quatro dos melhores endereços.

Savini
Por que ir: Desde 1884, sua localização dentro desta galeria espetacular é quase motivo suficiente para que a visita ao Savini seja imprescindível, mas sua cozinha, antes ultrapassada, tornou-se muito refinada e ideal para antes ou depois de assistir a uma apresentação no La Scala.
O que comer: Espaguete com ragu de pato e trufas brancas.
Tome nota: Anexo ao Savini fica o Café Bistrot, mais acessível, e a gelateria que serve excelente café, doces e pizza.

Bice
Por que ir: Esta trattoria toscana, fundada por Beatrice Mungai Ruggeri e hoje administrada por suas filhas, Beatrice e Roberta, ainda é a preferida da região e famosa o suficiente para ter muitas filiais no mundo todo.
O que comer: Massa tagliolini com funghi porcini fresco.
Tome nota: Com sua ótima localização entre as ruas de moda Via Montenapoleone e Via della Spiga, você pode fazer compras até cansar e depois parar para uma refeição requintada. O almoço executivo custa apenas € 20.

Alla Cucina delle Lange
Por que ir: Este é o endereço preferido dos jornalistas e escritores há 50 anos; hoje também é frequentado por fotógrafos e modelos entre as sessões de fotos. Ali você ainda vai ver a arte milanesa típica na decoração em estilo belle époque.
O que comer: Ossobuco à Milanese.
Tome nota: A trattoria é famosa pelo ambiente sereno, bom para relaxar enquanto se saboreia um copo de grappa.

La Veranda em Four Seasons Hotel Milan
Por que ir: Mesas cobertas com toalhas branquíssimas e a vista do jardim complementam o cardápio mediterrâneo inovador, confeccionado com ingredientes locais, do chef Sergio Mei, cujos livros de culinária são obrigatórios para quem gosta de cozinhar.
O que comer: Ossobuco de vitela ao estilo milanês: com risoto de açafrão e ervilhas frescas.
Tome nota: o chá da tarde, servido diariamente, é uma delícia. E dá para experimentar vários dos minidoces e minisanduiches.

Siga o Four Seasons Hotels and Resorts no Twitter e no Instagram e seja fã da página Four Seasons Hotels and Resorts no Facebook para continuar nossa conversa e ficar sabendo das novidades de nossos hotéis, promoções e dicas de viagem no mundo todo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.