segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Corre!!!! A Exposição DNA Têxtil ainda pode ser vista na Faculdade Santa Marcelina.

Olá!!!

Quem se lembra da exposição DNA Têxtil que eu contei há alguns dias atrás? Foi uma super expo organizada pela By Kamy, e que eu fiquei encantada pelas texturas, criatividade e beleza. Para quem não viu, tenho boas notícias: A exposição DNA Têxtil apresentada durante o Design Weekend 2014, continua ativa na Faculdade Santa Marcelina (FASM) até o dia 10 de setembro. Quem nem teve tempo de conferir, pode comparecer entre 9h e 18h, na Rua Dr. Emílio Ribas, 89 - Perdizes, São Paulo.

Sobre a exposição:

Numa definição simplória, têxtil é o resultado da transformação de fibras em fios, de fios em tecidos e tecidos em vestuário, roupas de cama, tapetes e artigos em geral. Porém, a exposição DNA Têxtil, desenvolvida pela by Kamy demonstra na prática a importância do mundo das tramas na história humana, com uma perspectiva diferente do design: a tecelagem como ponto de partida de diferentes formas de arte.


A by Kamy realizou uma parceria com a Faculdade Santa Marcelina (FASM) e convidou estudantes de design têxtil para criar e abusar da imaginação, além de designers renomados, tais como: Sérgio Matos, Adriana Yazbek, Nicole Tomazi, Andrea Brackman, Francesca Alzati, Priscila Iamaizumi e Samuel Cirnansck, já em produção no mercado. A ideia é a união em todos os aspectos, sem diferenças, nem distinções; mostrar o que já existe de uma maneira original, inserindo-o em um contexto renovado. “A exposição une vários aspectos deste universo em diferentes propostas, onde existe uma miscigenação entre as expectativas do têxtil para o futuro, com a prospecção de ideias dos estudantes e do trabalho já existente dos profissionais da área. Uma exposição de todos e para todos”, explica Francesca.

Os alunos da faculdade receberam a proposta de três temas. O primeiro consiste em guarda-chuvas têxteis estilizados em tons de azul dispostos na parte externa da loja que dão as boas-vindas aos visitantes. O segundo, apresentando peças do acervo da Faculdade Santa Marcelina e novos objetos, criados exclusivamente para o evento, em tons do preto ao branco no piso térreo. O terceiro é uma homenagem ao Brasil, inspirada na diversão cultural – pipas também feitas de tecidos, com diferentes desenhos voam pelo jardim, em tons de laranja e vermelho. Os trabalhos de designers renomados são expostos no piso superior: a festiva combinação das luminárias em forma de obra de arte da arquiteta, artista plástica e designer Adriana Yazbek; as poltronas com volumes em crochê da designer Nicole Tomazi; os vários abajures em diferentes materiais têxteis da designer Andrea Brackman; os objetos de madeira com tricot, da designer Priscila Iamaizumi em parceria com o designer Thiago Rezende; o tapete de pedras brasileiras de Francesca Alzati, designer de tapetes; os contemporâneos vestidos do estilista Samuel Cirnansck; e as peças entrelaçadas, marca registrada de Sergio Matos, designer que se tornou um ícone para a empresa.

Pontos de vista, experimentos e experiências... Inventar novas receitas e proporcionar novos sabores. A isso se resume toda a intenção artística desta ação. Trazer a fome e a vontade de quem está começando, mas que já tem muito a ensinar, unida ao prazer daqueles que vivem do que amam e já são reconhecidos por sua arte. Designers, arquitetos, estilistas e artistas, todos juntos mostrarão a beleza do tecer, cada um a sua forma e com o seu tempero. “Todo material deve ser visto como a possibilidade do início de uma criação, instigando os criadores a darem vida nova ao que já existe e, ao público, a oportunidade de enxergar além da obviedade. Nós buscamos a profundidade em tudo que fazemos e com isso queremos mostrar que todos podem ir muito além do que se espera, que há uma infinidade de caminhos para se seguir, tanto no design quanto nas parcerias, assim como nas pessoas e, especialmente, na vida. Devemos sair do banal e olhar com uma lente de empreendimento para todos os detalhes têxteis que a gente não percebe”, finaliza Francesca.

E pra você o que é têxtil?

Gostaram?

Beijos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.