sábado, 5 de setembro de 2015

O jardim em homenagem a Frida Kahlo criado por Paula Bergamin para a Casa Cor Rio 2015.

Olá!! Vamos falar de jardim? Como já contei aqui pra vocês, na semana passada visitei a Casa Cor Rio de Janeiro, e para variar, fiquei encantada com a Mostra, que acontece no bairro da Glória, região central da cidade. O passeio pela Casa Cor Rio é maravilhoso e eu recomendo a quem adora decoração, e ainda ama o jeito carioca, já que seus ambientes seguem este estilo, com um ar despojado, cores, sem perder a elegância e sofisticação.

Hoje o post fala de um jardim lindo, criado pela paisagista Paula Bergamin em homenagem a Frida Kahlo uma das mais importantes pintoras do séc. 20, mulher icônica, apaixonada, sofrida e multo talentosa. Um de seus talentos era a jardinagem, juntamente com Diego de Rivera ela criou um lindo jardim em sua casa de Coyoacán – Cidade do México, a chamada Casa Azul e que foi seu refúgio e fonte de inspiração para inúmeras de suas obras.


O jardim que a paisagista projetou para esse Casa Cor Rio 2015 não é uma cópia do original. Foram escolhidas algumas referências que, através de uma releitura, dariam o clima e identidade ao jardim. Para isso a Paula Bergamin fez uma longa pesquisa e descobriu que Frida tinha a jardinagem como hobby e que tinha conhecimentos de botânica. Em sua biblioteca havia inúmeros livros sobre o assunto com marcas de leitura.

Ela era apaixonada pela natureza, plantas e os animais. Paula Bergamin escolheu para compor o jardim, algumas de suas espécies preferidas as cactácias (formou uma coleção), agaves, Yucas e algumas floríferas como a Bouganvillea, os brinco-de-princesa, azaléias que colhia em seu jardim e que usava para adornar os cabelos. O que se constata em muitos de seus auto-retratos. 



Foi utilizada muita cor, inspirada em seus vestidos e na própria casa e o azul marcante, não poderia faltar eu até chamo de Azul Frida. A paisagista criou um elemento aquático retangular que foi revestido com granito reciclado de antigos meio-fios e que dão mais frescor ao pátio. O mesmo granito foi usado como divisor de canteiros.

Um teto verde sobre a pérgola-atelier são mais um item para aumentar o bem estar e baixar a temperatura.




Paula Bergamin se preocupou com pequenos detalhes para completar o visual, o piso sem duvida é um grande destaque foi aplicado sobre o contra-piso de cimento um grafite em forma de ladrílio hidráulico juntando as cores da fachada original ocre com o azul Frida. O Piso foi feito pela artista Dani Purper.



Os móveis antigos de ferro e madeira, o cavalete, as palhetas e caixas de pintura garimpados em antiquários juntamente com os móveis de fibra da Dedon da Collectania e as louças de estilo mexicano do Empório Dona Xica completam o Clima.



O maior desafio foi sair totalmente de sua linha de atuação, já que seus jardins são sempre densos, tropicais e ecogênicos mas este é um trabalho especial para o Casa Cor, temático, fruto de pesquisa e uma homenagem a grande Frida Kahlo de quem a paisagista é grande admiradora. A intenção era mostrar que pode se ter um jardim aconchegante usando plantas desérticas, o que a paisagista conseguiu!

E então, vamos visitar?

Beijos,

Um comentário:

Obrigada pelo comentário. Bjs.