quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Victor Niskier – arquitetura possível

Segue um pouco do trabalho do Victor Niskier. Ele foi convidado pelo Morar Mais por Menos para fazer a suite integrada do jovem executivo.

Ele é fresh, bonito e muito talentoso... de uma nova geração de arquitetos. 

Victor é jovem , formado  pela  Puc Rio com pós em Conforto Ambiental em Coimbra , Portugal . Acredita em espaços amplos, na sustentabilidade e principalmente em fazer a arquitetura possível para cada cliente.

Essa nova mentalidade inclui reutilização de materiais, reaproveitamento de pisos antigos e muita criatividade para deixar os espaços com maior conforto e aconchego.

Atento ao momento ele abre seu primeiro escritório, Arqnisk- Niskier Arquitetos Associados, no Leblon com clientes fieis e buscando nichos de mercado. O boom dos hotéis , por exemplo, abriu um caminho novo que Victor soube trilhar. –“ Recriar e criar os lobbies ,com novo conceito, foi um desafio muito bem-vindo, diz o arquiteto. Encarar as dificuldades e oportunidades tem sido uma constante no meu trabalho,” completa.

Fazer a mistura dos materiais mais nobres com soluções bem em conta tem sido exercício constante em moradias de gente jovem e exigente.

Usar cores e texturas para revelar , marcar e amplificar a essência de um espaço é uma das características do trabalho de Victor. Privilegiar a qualidade de vida no dia dia a dia de quem usa seus ambientes e outra preocupação.

Encarar qualquer cenário , como remodelar recepções de condomínios ,  criar amplidão nos mini espaços dos lares contemporâneos ,  fazer um mix de conveniência e arquitetura, e assinar também grandes projetos é com Victor Niskier , que acredita em fazer mais por menos


Apartamento Jardim Botânico
Projeto: Victor Niskier
Execução: ARQNISK – Niskier Arquitetos Associados

O desafio de criar um espaço que representasse a personalidade forte do cliente e seu víeis colecionista, trazendo uma mínima estrutura e ordem, embasando o espaço. A marcenaria deste apartamento foi desenhada para ser o elemento de resposta: Abraça praticamente uma parede inteira do estar, mesmo que tenha sido concebida em módulos desmontáveis – banco/rack ,  painel, estante, biombo - visto que o apartamento não é próprio, havendo a possibilidade de ter que se remontar ela em um outro local.

Os nichos, aparadores e o layout da planta permitem que o espaço sofra constantes mutações, em cada nova viagem de seu dono – com a incorporação dos novos objetos trazidos - ou simplesmente caso venha a vontade de se experimentar novas posições e conformações dos diversos itens do espaço. Ícones do design como Sergio Rodrigues, representado por sua cadeira Moleca, se integram harmonicamente com novidades do design, como Humberto da Matta em sua banqueta cloud em listrinha verdes. Um bar feito por uma simples estrutura de vidro suspensa em cabo de aço, desenhado especialmente para o cliente, busca trazer o conceito urbano, simples e funcional presentes na vida de um solteiro com seus trinta e poucos anos. O neon feito na frase pedida, mais uma vez marca memórias e reafirma a personalidade forte.

O experimentalismo high-low fica claro em diversas composições. Aqui mesinha da “fast-shop” Oppa, abriga almofadas feitas sob medida com tecido comprado em Marraquexe, presas com dois cintos idênticos de selaria comprados na Hermes.
O interessante neste caso fica permitir ao usuário a sensação de que sempre há o que se mexer e o projeto permite assim que a composição de interiores seja sempre uma divertida obra em aberto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.