sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Rio de Janeiro: Walter Goldfarb apresenta exposição no Almacén Thebaldi Galeria, no Casa Shopping.

Olá!! Quem está no Rio de Janeiro? Para quem mora na cidade ou vai viajar pra lá tem uma exposição muito legal para visitar “A Menina que Sonhava com Bolinhas de Sabão e outras histórias...” Nomeado em 2010 pela The Latin Recording Academy, em Las Vegas, Walter Goldfarb abriu mostra na Almacén Thebaldi Galeria, no CasaShopping.

Com mais de 20 anos de carreira desenvolvendo os materiais que utiliza em suas pinturas e esculturas, o artista carioca Walter Goldfarb apresenta na Almacén Thebaldi Galeria a mostra “A Menina que Sonhava com Bolinhas de Sabão e outras histórias...”, até dia 16 de setembro. São 12 pinturas e 18 assemblages que procuram materializar a singular identidade visual de seu trabalho. Para unir pintura e tear, o artista aplica processos complexos, utilizando lonas tingidas, agulhas, linhas, cristais e pedras preciosas, entre outros materiais. 

Walter Goldfarb - “A menina que gostava de Amoras e Sonhava com Bolinhas de Sabão”, 2018
255 x 188 cm
Tecnica: Bordado, óleo, galalite e madrepérola sobre lona crua


Walter Goldfarb - “Escritos Imaginários para Menasseh Ben Israel”, 2015
285 x 194 cm
Técnica: bordado, laca, óleo, carvão e pigmentos sobre lona crua 

Com mais de 20 anos de carreira desenvolvendo os materiais que utiliza em suas pinturas e esculturas, o artista carioca Walter Goldfarb apresenta na Almacén Thebaldi Galeria a mostra “A Menina que Sonhava com Bolinhas de Sabão e outras histórias...”, até dia 16 de setembro. São 12 pinturas e 18 assemblages que procuram materializar a singular identidade visual de seu trabalho. Para unir pintura e tear, o artista aplica processos complexos, utilizando lonas tingidas, agulhas, linhas, cristais e pedras preciosas, entre outros materiais.

Apesar de ser essencialmente um pintor, Goldfarb faz pouco uso do pincel como ferramenta de trabalho. Suas obras são construídas com técnicas de tingimento em enormes tanques de lavagem e bordados feitos à mão, com fios retirados da própria lona da pintura. Outras práticas singulares à alquimia do artista são relevos em laca aplicados através de seringas e azinhavres na lona crua, a partir da decantação e da cura de pigmentos de ouro, cobre e prata; processos de ourivesaria e tatuagem na lona de pintura com uso do fogo.

“As obras produzidas para esta exposição mostram uma composição visual que envolve muitas tramas, signos, cores, fragmentos de histórias infantis e mitos literários universais, alegorias e subjetividades, brincando com o passado e o presente através da mistura de técnicas e mesclas de grafismos e personagens reais, mitológicos e infantis”, explica o artista, que expõe caixas-objetos com lonas tingidas e fios de algodão, pinturas negras bordadas construídas com centenas de bastões de carvão e pedras preciosas e “Gobelins” bordados manualmente, fazendo uma releitura da arte das tapeçarias industriais produzidas na França no século XVIII.

Repletas de significados, as obras selecionadas pelo galerista Edson Thebaldi conectam diversas histórias e movimentos da arte, se transformando em metáforas visuais para reflexões sobre as fronteiras entre a arte e a indústria.

A MENINA QUE SONHAVA COM BOLINHAS DE SABÃO E OUTRAS HISTÓRIAS...
QUANDO: até 16 de setembro
ONDE: Almacén Thebaldi Galeria - Avenida Ayrton Senna, 2150 CasaShopping - bloco G - lojas F e M - Barra da Tijuca. Rio de Janeiro
HORÁRIO DE VISITAÇÃO: de segunda a sábado, das 10h às 21h e domingos, de 15h às 21h.
Entrada Franca

Sobre Walter Goldfarb (1964): Nasceu, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Com obras nos acervos do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, Museu de Arte Contemporânea de Niterói e Coleção João Sattamini – MAR / Museu de Arte do Rio, Walter Goldfarb foi nomeado em 2010, pela The Latin Recording Academy, de Las Vegas, o artista visual do 11th Annual Latin Grammy Awards. Comemorou duas décadas de carreira com a individual “Walter Goldfarb: Retrospectiva 1995 – 2015, Ela não gostava de Monet”, no Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro, com curadoria de Vanda Klabin.

Representado em Nova York, Miami, Milão e Tel Aviv, no exterior, as obras do artista compõem os acervos do Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Lisboa, Coleção Berardo – Museu de Arte Moderna de Miami, PAMM – Perez Art Miami Museum e CULTURGEST – Coleção da Caixa Geral de Depósitos de Portugal, dentre outras instituições públicas e coleções particulares.

Participou de mostras individuais e coletivas no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, MAR – Museu de Arte do Rio, Museum of Latin American Art / Los Angeles, Domus Artium / Salamanca, MAC – Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, Portugal, Museo di Arte Moderna e Contemporanea di Trento e Rovereto, Itália, Museu Nacional de Belas Artes do Chile e Museu Nacional de Arte do México, em parceira do Musée D’Orsay de Paris.

Realizou ainda individuais na Referência Galeria, Brasília; Galeria Almacén, Rio de Janeiro; Galeria Thomas Cohn, São Paulo; Gary Nader Fine Art, Miami e Nova York; Galeria Fernando Pradila, Madri; e Il Torchio Constantini Arte Contemporânea, Milão, dentre outras e com as quais participou de relevantes feiras de arte, tais como Fiac – Paris; Art Cologne; Arco – Madri; Art Miami; Art Frankfurt; Miart – Milão; ArtBa – Buenos Aires; SPArte – São Paulo; Art Rio – Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.