quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Arquiteto Bruno Moraes projeta área externa inspirada nas tradições portuguesas.

O espaço ao ar livre, que conta com cozinha, mesa para refeições, redário e horta, faz referência às origens da família do morador.

Fotos: Luís Gomes 

Mais do que dispor de uma área de lazer para receber os amigos, o dono deste espaço na zona sul paulistana queria que o lugar contemplasse a origem portuguesa da família. O projeto orquestrado pelo arquiteto Bruno Moraes, do escritório Bruno Moraes Arquitetura, também tinha o desafio de oferecer uma fuga do dia a dia agitado da cidade de São Paulo. Com forma triangular, o terreno de 252 m² dificultou a implantação do escopo. 
O cliente também fez questão que um trecho da edícula e parte do telhado fossem aproveitados. “Além de planejar um espaço novo, precisava fazer com que esta unidade reaproveitada conversasse com a nova”, conta Bruno. Assim, o projeto parte de uma praça central e distribui todos os ambientes – cozinha, mesa para refeições, redário e horta – no seu entorno. 


Não há divisões nem paredes entre os espaços, reforçando a integração das pessoas nessa área de convivência. Como o morador gosta muito de cozinhar com os amigos e a família, o balcão conta com estrutura de cozinha profissional. 



A churrasqueira, pré-fabricada de alvenaria, é vedada com vidro temperado do tampo até a coifa e a estrutura para grelha é feita de inox. A parede da bancada, que combina tampo preto e portas de madeira, recebeu bricks cerâmicos (Gail).

A decoração privilegia o azulejo português e muita madeira, fazendo referência às origens da família. O paisagismo traz espécies que também remetem à temática lusitana, com parreiras e árvores frutíferas. 

 

A pracinha ganhou uma horta vertical com temperos frescos para as preparações na cozinha. Já a pia antiga foi comprada em um antiquário em Embu das Artes, assim como os latões de leite feitos de ferro. Os móveis de madeira e a tora de eucalipto usada para fazer o redário também vieram da cidade paulista.

Fornecedores Tijolinho da bancada gourmet: Gail Churrasqueira: Gegê Lareiras e Churrasqueiras Objetos de decoração e almofadas: Tok & Stok Bancos de corda e mesas laterais de corda: Tidelli Tinta: Suvinil

Bruno Moraes é formado pela Faculdade Belas Artes de São Paulo (FEBASP) e pós-graduado em Gerenciamento de Empreendimentos na Construção Civil pela FAU Mackenzie. Em 2007, expõe o projeto “Complexo do Moinho” na Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo, junto a um grupo de arquitetos formados pela FEBASP. Passou por grandes escritórios, como o do arquiteto Siegbert Zanettini, onde participou do projeto de ampliação do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), da Petrobras, considerado o maior projeto sustentável da América Latina. Desde 2009, está à frente do escritório Bruno Moraes Arquitetura, atuando na área de gerenciamento de obras, execução de obras, projetos, consultoria sustentável e imobiliária.
Bruno Moraes Arquitetura (11) 2062-6423
@brunomoraesarquitetura 
facebook.com/brunomoraesarquitetura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.