quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Intimista e sustentável, a Cozinha das Sensações de Cristiane Schiavoni é a atração da mostra Morar Mais em São Paulo.

Arquiteta se inspirou na vida e trajetória do chef paulista Renato Caleffi para criar um ambiente econômico, aconchegante e inspirador.

Cozinha das sensações – Cristiane Schiavoni / Foto: JP IMAGE

Palco de experiências gastronômicas, a cozinha também se tornou um espaço para inspirar e receber pessoas especiais na hora de compartilhar bons momentos. Essa é a aposta da arquiteta Cristiane Schiavoni, do escritório Cristiane Schiavoni Arquitetura e Interiores, ao criar a Cozinha das Sensações, ambiente da 1ª mostra Morar Mais por Menos, que abre ao público no dia 3 de outubro, em Pinheiros, São Paulo.

Para a concepção do projeto, a profissional, que carrega mais de 20 anos de experiência em arquitetura e decoração, se inspirou na trajetória e nos gostos do chef paulista Renato Caleffi, referência nacional em gastronomia orgânica e responsável pelo restaurante Le Manjue. “Conheci o Renato e me encantei pela energia que ele passa para os pratos, respeitando desde a origem dos alimentos até o resultado final. Essa foi a minha inspiração para criar uma cozinha prática, sustentável e recheada de inspirações”, explica Cristiane.

Com 46 m², a Cozinha das Sensações contempla dois espaços completos e bem funcionais para reproduzir a cozinha de casa do chef Renato. Na área interna, um verdadeiro laboratório de experiências gastronômicas tem a disposição tudo o que é necessário para o preparo das refeições com churrasqueira, fornos e cooktop (Falmec), além de uma geladeira vermelha com estilo retrô (Pepper), que oferece um ar descontraído para o ambiente. “Como o Renato promove muitas experiências na cozinha dele, optei pelos eletrodomésticos mais modernos do mercado”, explica Cristiane.

Já para o preparo de drinks, outra paixão do chef, um descolado bar completa o ambiente. “Deixei a área livre para que ele possa cozinhar e conversar com os convidados ao mesmo tempo”, conta Cristiane. Para quem gosta de acompanhar o preparo das refeições, o balcão da cozinha (Mansur) – de vidro temperado com acabamento acidato (AGC) - é preenchido com cinco banquetas de ferro e madeira (Sun House), além de um amplo espaço para circulação.

Na área externa com paisagismo de Edu Bianco, um canteiro de pancs (plantas alimentícias não convencionais) e um aconchegante espaço para receber os amigos completam a área de estar. “É um ambiente completo para que o Renato tenha à disposição desde as pancs, o ingrediente que ele mais gosta de utilizar, uma cozinha bem equipada até um espaço para compartilhar com amigos”, explica Cristiane.

Priorizando a reutilização de materiais e técnicas de ‘faça você mesmo’, Cristiane garante que é possível fazer uma cozinha estilosa e econômica, já que o projeto ainda reforça um ambiente sustentável, com o reaproveitamento de todos os materiais de marcenaria, acabamentos mais econômicos como a bancada da cuba da cozinha feito de granito preto São Gabriel de custo bem acessível, mas usado de uma forma diferenciada, além da composição de peças de arte feitas a partir de materiais de refugo e objetos recicláveis, como a fruteira, feita de madeira bruta de restos de troncos que não foram utilizados e sobras de ferro velho. “Grande parte das peças de decoração já eram do Renato, assim, pensei em uma melhor maneira de usá-las, visando sempre opções mais sustentáveis e econômicas”, explica Cristiane.

A arquiteta também priorizou por revestir o teto com um painel de madeira ripado, igualmente reutilizado, além de piso de porcelanato que imita madeira (Decortiles) e um deck de madeira plástica, feito de material reciclado. “Esses materiais deixam o ambiente, visualmente, mais quente e acolhedor, além de serem reaproveitados”, conta.

Na decoração, a harmoniosa mistura de materiais e acabamentos expõe um estilo industrial com toques intimista ao espaço, destacando o cinza e a madeira que contrastam com o tom terracota, uma das cores pontuadas como tendência do momento, que reveste parte do ambiente.  “Na iluminação, criei pontos de luz estratégicos para criar um clima agradável ao ambiente, todas de LED que é uma opção também mais econômica”, conta a arquiteta.

Em busca de elementos que remetem a memória afetiva, o espaço é decorado com objetos pessoais e lembranças do chef, como o painel de fotos com referências pessoais e lembranças de viagem.

Serviço:
MORAR MAIS POR MENOS
De 03 de outubro a 17 de novembro de 2019
Terça a domingo, das 12h às 21h
Av. Pedroso de Moraes, 2188 – Alto de Pinheiros, São Paulo, SP 

Sobre a arquiteta Cristiane Schiavoni: Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (FAU-USP), Cristiane Schiavoni atua na área de arquitetura, decoração e reforma desde 1996 e hoje, o escritório que leva seu nome, tem mais de 20 anos de história, reunindo centenas de projetos dentro e fora do Estado de São Paulo. Em suas criações residenciais e comerciais, publicadas em importantes veículos brasileiros, elementos-surpresa e toques de cor se misturam aos recursos que garantem o conforto e o aconchego dos moradores.

Acabamentos aplicados de maneira incomum e materiais versáteis também são presenças constantes nos trabalhos de Cristiane Schiavoni. O resultado se reflete na concepção de ambientes modernos, humanizados e dinâmicos, que convidam ao bem-estar e, principalmente, traduzem a essência de cada cliente.

Av. Imperatriz Leopoldina, 957, sala 1914, Vila Leopoldina, São Paulo
Tel. (11) 3649 4900
www.cristianeschiavoni.com.br
@cristianeschiavoni

Sobre o chef Renato Caleffi: Graduado em gastronomia pela Anhembi Morumbi, o chef Renato Caleffi, do restaurante Le Manjue, é professor, pesquisador e ministra cursos por todo o país. Além disso, é autor dos livros Escolhas e Impactos - gastronomia funcional; Tudo sobre panelas; Na ponta da língua e a série infantil Achaz.

Renato é pioneiro na gestão e consultoria em alimentos orgânicos e referência nacional em gastronomia funcional, orgânica e saudável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário. Bjs.