Mostrando postagens com marcador Decoração de Mesas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Decoração de Mesas. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Inspirações para se criar mesas caprichadas: Eliane Teixeira lança o livro "Inspirations", com mais de 500 fotos de ambientes produzidos com truques simples e criativos.

Capas de edredom que se transformam em belas toalhas de mesa. Potes de geleias que viram castiçais para velas. Latas de biscoitos que fazem as vezes de jarros de flores. Arames cobertos com hera em formato de corações que decoram cadeiras. Truques simples e inspiradores para se criar caprichadas decorações são a especialidade da designer Eliane Teixeira, que lança hoje, dia 5, no Copacabana Palace, o livro "Inspirations", pela Editora Tamanduá. A publicação tem 300 páginas e mais de 500 fotos, de autoria dos fotógrafos André Nazareth e Priscila Jammal e do arquivo pessoal da autora. 

Como decorar uma mesa? Confira as dicas de Eliane Teixeira:

Estilo e combinação de cores: “Costumo criar mesas em dois estilos – praiano, no apartamento do Rio, e campestre, em minha casa do Brejal. No primeiro caso, aposto numa paleta de cores neutras: garrafas de vidro transparentes, velas, castiçais de cerâmica brancos, corais. Na casa de campo, invisto em tons de madeira, com fibras, galhos, folhagens. Não fico escrava de ter tudo absolutamente combinando. Tento sempre usar o que está à minha volta, em vez de comprar acessórios. Tenho muitos vidros da Cadeg, latas de chá e garrafas de vinho de vários formatos que tiro o rótulo e viram jarros. Já transformei paninho de renda que foi da minha avó e toalha de piscina em caminho de mesa. Nessa época do ano, misturo pinha, limão siciliano”.


Toalhas e jogos americanos: “Nas mesas mais urbanas, dou preferência aos jogos americanos. Apesar de serem mais despojados, eles permitem criar composições para todo tipo de situação. Além disso, são mais práticos, fáceis de limpar e de armazenar. Já na Serra, prefiro as toalhas, que podem ser lisas ou estampadas. Já montei mesas com capa de edredom, florida, para um dia bonito no campo, e até com papel Kraft. Neste caso, fiz um caminho de mesa largo, indo de uma ponta a outra, e usei louça branca e folhagem verde. Fica uma mesa linda e descontraída. Uma das composições que gosto é a de florais com listras: a toalha, por exemplo, pode ser florida e os guardanapos, com listras nas mesmas tonalidades. Na hora de escolher os tecidos, acho que quanto mais algodão possível, melhor. Se eu for fazer uma mesa mais formal, para a noite, uso linho e opto por menos cores. Branco com cáqui, por exemplo, fica muito elegante. Mas nada de tecidos brilhosos!”.



Louças e acessórios: “Gosto de pratos com informação, mas tento contrabalançar. Isto é, se você tem um prato maravilhoso, ou um faqueiro com um cabo diferente, essa tem que ser a estrela da mesa. O resto precisa ‘desaparecer’. É como se vestir: se estou com uma roupa estampadona, os acessórios têm de ser bem discretos. Se a roupa é bem básica e lisa, invisto nos acessórios. Na hora de escolher os acessórios, procuro o que tenho em casa. Potes de geleias que viram castiçais para velas. Latas de biscoitos que fazem as honras de jarros de flores. Arames cobertos com hera e moldados em forma de corações para decorar cadeiras. Compro argolas de cortina na Saara, que viram porta-guardanapos. Uma mesa de almoço pode ser criada com as frutas que se tem em casa – limão siciliano, cachos de banana, abacaxis inteiros, ficam lindos. Já fiz mesa com alface americana dentro de vidro e com buquê de temperos: alecrim, salsinha... Não tenho muita técnica e não acho que precise: vou na intuição”.


Velas para o jantar: “As velas deixam o clima bastante charmoso, mas só uso na decoração para a noite, nunca durante o dia. Sempre evito as luzes de teto, gosto das luzes indiretas, de velas e abajures. Além disso, elas devem ser sem perfume, para não brigar com o aroma da comida. Só gosto das brancas e não censuro onde colocar, mas só acendo as que estão na mesa quando vou servir o jantar”.

Flores na decoração: “São várias as formas de incluir as flores na decoração da mesa. Uma flor que você usa de dia num vaso de palha pode ser aproveitada à noite, num vidro transparente, com uma vela ao lado. Não necessariamente você precisa das flores mais nobres. A palmeirinha que adorna sua mesa lateral pode ir para o centro da sua mesa. Uma flor que dura muito no Rio é a astromélia, e ela tem uma gama de cores infinita. Também uso muito as orquídeas, a cor que for. Para a noite, uso muito as orquídeas brancas. O importante é que não seja um arranjo alto demais a ponto de impedir que as pessoas se vejam enquanto estiverem compartilhando a refeição”.

Cuidado com os excessos: “Os excessos são ruins para qualquer composição, e isso também vale para as mesas de jantar. Caso tenha dúvidas, lembre-se do velho lema do ‘menos é mais’. O melhor é começar aos poucos, valorizando uma coisa de cada vez. Se você coloca informação em tudo, o convidado fica atordoado”.

Planeje com antecedência: “Saiba a quantidade de pessoas, verifique se dispõe de louça suficiente para servir todos os convidados e também o espaço que cada convidado ocupará, para que todos fiquem confortáveis. Se você vai receber 20 pessoas, muito provavelmente não terá tantos lugares sentados à mesa. E ou faço um jantar com todos à mesa ou com todos espalhados pelos outros espaços. Neste caso, costumo fazer plaquinhas de mdf, ou de palha, ou mesmo capas de linho ou fustão para serem usados como apoio, no colo. Se não houver louças ou xícaras suficientes, tudo bem. Vale pegar as que sobraram de todos os aparelhos de jantar antigos. Hoje está na moda comprar uma xícara em cada lugar que se viaja. Pois eu sempre gostei disso, não gosto de tudo combinadinho”.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Eventos: A segunda edição da Feira Lechaim Festas acontece no próximo domingo.

Olá!! Hoje é dia de falar de festa por aqui! Quem se lembra daquela feira que contamos há pouco tempo, a Lechaim? No dia 25 de outubro (domingo), na sede paulista do Iate Clube de Santos acontece a segunda edição da Feira Lechaim Festas. O evento apresenta novidades de diversos setores como decoração, papelaria, música, gastronomia, moda, joalheria, foto, vídeo, projeções, além de presentes em uma renomada locação de festas na cidade, com ambientação agradável, degustação e demonstrações, para clientes e especialistas do setor de eventos. 

Com atenção especial às celebrações da comunidade judaica, a Lechaim Festas oferece uma grande variedade de expositores e serviços personalizados que apresentam também o conceito casher em gastronomia. Abaixo, fotos do último evento e todas as informações:



Além da satisfação de ser ponto de encontro de clientes e fornecedores para o planejamento de belos eventos corporativos e sociais, a Lechaim Festas ainda tem um viés social já que toda a renda dos convites será revertida para o ITACI – Instituto de Tratamento do Câncer Infantil, entidade que atua há 13 anos em conjunto com o Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP.

Após o sucesso da primeira edição da feira em maio, precursora em oferecer produtos e serviços customizados para os mais diversos eventos sociais judaicos (incluindo o brit milá, bar e bat mitzva, noivado, casamento, entre outras celebrações), as organizadoras decidiram apostar em uma nova edição do evento mantendo o foco nas comemorações judaicas, mas também oferecendo ótimas opções para qualquer tipo de celebração já que a grande maioria dos fornecedores trabalha com produtos personalizados para cada ocasião. Entre os apoiadores estão grandes empresas do setor de festas como a 100% Eventos, de mobiliário, e a Casa das Festas, locação de materiais para festas, além do próprio espaço que recebe a feira, o Iate Clube de Santos.

“A ideia de realizar uma feira voltada a festas da comunidade judaica partiu da nossa experiência em assessoria de eventos, visando facilitar o contato com fornecedores de alto padrão em um só lugar”, afirmam Deborah Vaidergorn, Juliana Tanenbaum e Tatiana Hara, trio idealizador da Lechaim Festas.

Nesta edição, além do espaço de cada expositor, com eventuais degustações, o evento terá um cronograma de atividades ao longo do dia, com demonstrações de montagem de arranjos florais, dicas culinárias e de harmonização, entre outras sugestões. Na decoração, vai se destacar uma grande chupá (fala-se rupá, que é a tenda ou altar de casamento, tradicional na cultura judaica) montada nos jardins do Iate Clube.
Inspirado na palavra hebraica Lechaim, que significa desejar sorte e saúde, como num brinde, o evento pretende encantar mais uma vez e se tornar parada obrigatória para quem deseja se inteirar das novidades para as mais diversas comemorações.
Mais informações e convites em: www.lechaimfestas.com.br 

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Por Amelinha Amaro: 02 Mesas para o Dia dos Namorados.

Olá!! Hoje tem post de décor para o Dia dos Namorados! Quem gosta de preparar uma linda mesa para a comemoração da data? Para as moças que detestam chegar perto da cozinha uma ótima opção é encomendar os pratos numa boa rotisserie, arrumar a mesa e pronto. Esta é uma boa alternativa para quem gosta de comemorar em casa.

E como as mesas da Amelinha Amaro já viraram tradição aqui no blog, hoje é dia de algumas inspirações! 

A mesa abaixo foge do tradicional em termos de cores. Mas como já sabemos, não existe COR, existe CLIMA! As cores ajudam a criar um clima romântico, mas a mesa pode ser romântica, sem ter necessariamente o Vermelho. E a cor predominante na mesa é um verde Tiffany e os pratos seguem a mesma cor.

Os pratos são em porcelana Vista Alegre, talheres em madrepérola e jogo americano em puro linho, além de copos transparentes canelados. A Amelinha criou dois lados diferentes, onde no lado Feminino foi pensado num laço com guardanapo, arrematado com uma hera e no lugar Masculino, com o próprio guardanapo também, ela fez uma gravata super fofa.










Em uma bandeja já preparada para o cafezinho, tem um detalhe sobre as xícaras, que é um docinho delicado. Outro detalhe diferente são as duas Mangas em cada lado da mesa, com uma vela dentro, e dois arranjos em vasos de cerâmica, um com folhas e outro com uma orquídea em formato de coração. 


A segunda mesa foi decorada nas cores vermelho e branco, como uma sugestão clássica e requintada para o dia dos namorados. Foram utilizados copos de cristal, champanheira, talheres de prata e os bowls também com pés de prata, sobre os pratos (onde será servida a sopa); guardanapos de linho sobrepostos, um vermelho e outro branco de cambraia de linho com renda, além do porta guardanapo com pedras de strass e ainda, as belíssimas bandejas cromadas com espelho.  



Sobre uma das bandejas, uma champanheira com um vaso em formato de coração decorado com uma rosa, e na outra, vários modelos de castiçais em cristal com alturas diferentes. Finalizando, um lindo centro de mesa com rosas vermelhas.









E então... gostaram? Agora é só correr para a rotisserie, encomendar e fazer um jantarzinho romântico em casa! Para quem está pensando nisso tem um post antigo aqui do blog com algumas indicações de ótimos lugares para escolher seus pratos. Segue o link aqui. E também tem uma ótima Chef, a Carla Pernambuco, do restaurante Las Chicas, que é uma boa opção, o qual segue o link contando um pouco aqui

E então... gostaram? 

Beijos,

sábado, 29 de junho de 2013

O Coquetel da Boulangerie Dona Deôla na Casa Cor São Paulo.

Olá!!!!

Sábado é um bom dia para falar de festa! Concordam? Então hoje o post é sobre um coquetel que aconteceu lá no Espaço Dona Deôla na Casa Cor, comandado por Vera Helena Mirandez e pelas arquitetas Regina Carvalho e Bruna Carvalho (já mostramos o ambiente aqui - lembram?) na terça-feira e foi muito bom. 




  



Créditos:
1. Bruna Carvalho (esq) e Regina Carvalho arquiteta Bobby Krell publisher Vera Helena Mirandez (Dona Deôla) e Angelo Derenze (Casa Cor) - Coquetel Deôla
2. Bruna Carvalho, arquiteta, e Reginaldo Pereira, artista plástico
3. Regina Carvalho e amigos
4. Regina Carvalho com as diretoras da Casa Cor.
E abaixo: Olha que mesa linda arrumada para receber os convidados!


Foi bem no estilo finger foods que já mostramos aqui no blog. E abaixo o que parecem pétalas de rosas, na verdade são batatas para degustação com molhos e patês (do Buffet Dona Deôla - acho que são encontrados lá - vou confirmar). Não é uma ótima ideia para enfeitar uma mesa?




Amei este purê de batatas. Estava maravilhoso!!!!




E então...gostaram? Eu adorei este coquetel...foi tudo de bom!!!!!

Créditos de Imagem: Flávio Santana, Adilson Araújo, Hiper Básico e Regina Carvalho.

Bjos,