Mostrando postagens com marcador Design. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Design. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Rio de Janeiro: Walter Goldfarb apresenta exposição no Almacén Thebaldi Galeria, no Casa Shopping.

Olá!! Quem está no Rio de Janeiro? Para quem mora na cidade ou vai viajar pra lá tem uma exposição muito legal para visitar “A Menina que Sonhava com Bolinhas de Sabão e outras histórias...” Nomeado em 2010 pela The Latin Recording Academy, em Las Vegas, Walter Goldfarb abriu mostra na Almacén Thebaldi Galeria, no CasaShopping.

Com mais de 20 anos de carreira desenvolvendo os materiais que utiliza em suas pinturas e esculturas, o artista carioca Walter Goldfarb apresenta na Almacén Thebaldi Galeria a mostra “A Menina que Sonhava com Bolinhas de Sabão e outras histórias...”, até dia 16 de setembro. São 12 pinturas e 18 assemblages que procuram materializar a singular identidade visual de seu trabalho. Para unir pintura e tear, o artista aplica processos complexos, utilizando lonas tingidas, agulhas, linhas, cristais e pedras preciosas, entre outros materiais. 

Walter Goldfarb - “A menina que gostava de Amoras e Sonhava com Bolinhas de Sabão”, 2018
255 x 188 cm
Tecnica: Bordado, óleo, galalite e madrepérola sobre lona crua


Walter Goldfarb - “Escritos Imaginários para Menasseh Ben Israel”, 2015
285 x 194 cm
Técnica: bordado, laca, óleo, carvão e pigmentos sobre lona crua 

Com mais de 20 anos de carreira desenvolvendo os materiais que utiliza em suas pinturas e esculturas, o artista carioca Walter Goldfarb apresenta na Almacén Thebaldi Galeria a mostra “A Menina que Sonhava com Bolinhas de Sabão e outras histórias...”, até dia 16 de setembro. São 12 pinturas e 18 assemblages que procuram materializar a singular identidade visual de seu trabalho. Para unir pintura e tear, o artista aplica processos complexos, utilizando lonas tingidas, agulhas, linhas, cristais e pedras preciosas, entre outros materiais.

Apesar de ser essencialmente um pintor, Goldfarb faz pouco uso do pincel como ferramenta de trabalho. Suas obras são construídas com técnicas de tingimento em enormes tanques de lavagem e bordados feitos à mão, com fios retirados da própria lona da pintura. Outras práticas singulares à alquimia do artista são relevos em laca aplicados através de seringas e azinhavres na lona crua, a partir da decantação e da cura de pigmentos de ouro, cobre e prata; processos de ourivesaria e tatuagem na lona de pintura com uso do fogo.

“As obras produzidas para esta exposição mostram uma composição visual que envolve muitas tramas, signos, cores, fragmentos de histórias infantis e mitos literários universais, alegorias e subjetividades, brincando com o passado e o presente através da mistura de técnicas e mesclas de grafismos e personagens reais, mitológicos e infantis”, explica o artista, que expõe caixas-objetos com lonas tingidas e fios de algodão, pinturas negras bordadas construídas com centenas de bastões de carvão e pedras preciosas e “Gobelins” bordados manualmente, fazendo uma releitura da arte das tapeçarias industriais produzidas na França no século XVIII.

Repletas de significados, as obras selecionadas pelo galerista Edson Thebaldi conectam diversas histórias e movimentos da arte, se transformando em metáforas visuais para reflexões sobre as fronteiras entre a arte e a indústria.

A MENINA QUE SONHAVA COM BOLINHAS DE SABÃO E OUTRAS HISTÓRIAS...
QUANDO: até 16 de setembro
ONDE: Almacén Thebaldi Galeria - Avenida Ayrton Senna, 2150 CasaShopping - bloco G - lojas F e M - Barra da Tijuca. Rio de Janeiro
HORÁRIO DE VISITAÇÃO: de segunda a sábado, das 10h às 21h e domingos, de 15h às 21h.
Entrada Franca

Sobre Walter Goldfarb (1964): Nasceu, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Com obras nos acervos do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, Museu de Arte Contemporânea de Niterói e Coleção João Sattamini – MAR / Museu de Arte do Rio, Walter Goldfarb foi nomeado em 2010, pela The Latin Recording Academy, de Las Vegas, o artista visual do 11th Annual Latin Grammy Awards. Comemorou duas décadas de carreira com a individual “Walter Goldfarb: Retrospectiva 1995 – 2015, Ela não gostava de Monet”, no Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro, com curadoria de Vanda Klabin.

Representado em Nova York, Miami, Milão e Tel Aviv, no exterior, as obras do artista compõem os acervos do Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Lisboa, Coleção Berardo – Museu de Arte Moderna de Miami, PAMM – Perez Art Miami Museum e CULTURGEST – Coleção da Caixa Geral de Depósitos de Portugal, dentre outras instituições públicas e coleções particulares.

Participou de mostras individuais e coletivas no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, MAR – Museu de Arte do Rio, Museum of Latin American Art / Los Angeles, Domus Artium / Salamanca, MAC – Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, Portugal, Museo di Arte Moderna e Contemporanea di Trento e Rovereto, Itália, Museu Nacional de Belas Artes do Chile e Museu Nacional de Arte do México, em parceira do Musée D’Orsay de Paris.

Realizou ainda individuais na Referência Galeria, Brasília; Galeria Almacén, Rio de Janeiro; Galeria Thomas Cohn, São Paulo; Gary Nader Fine Art, Miami e Nova York; Galeria Fernando Pradila, Madri; e Il Torchio Constantini Arte Contemporânea, Milão, dentre outras e com as quais participou de relevantes feiras de arte, tais como Fiac – Paris; Art Cologne; Arco – Madri; Art Miami; Art Frankfurt; Miart – Milão; ArtBa – Buenos Aires; SPArte – São Paulo; Art Rio – Rio de Janeiro.

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães apresentam a Suíte Master na primeira CASACOR Ribeirão Preto.

Após o sucesso na 32ª CASACOR São Paulo com a “Cabana”, os arquitetos Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães, do escritório Manarelli Guimarães Arquitetura, embarcam na primeira CASACOR Ribeirão Preto – que receberá o público até 30 de setembro de 2018 – com a sua Suíte Master, onde quarto e sala de banho formam uma das principais atrações da mostra.

Com experiências em outras edições da CASACOR em São Paulo e Salvador, a dupla de arquitetos assina o projeto de 41,34 m², marcado por
um clima intimista e convidativo, que integra quarto, sala de banho e um pequeno escritório. Todas as áreas ficam conectadas por um charmoso hall de circulação.



Seguindo a tema Casa Viva, o espaço apresenta nuances de verde e a união de conforto e estética, resultando em um ambiente contemporâneo, mas com a delicadeza de toques clássicos. “Para os visitantes de Ribeirão Preto e região, criamos um quarto e uma sala de banho bem acolhedores. Com ares de capital, a cidade é tranquila, muito aprazível e a Suíte Master responde esse anseio”, diz Ana Paula. “É uma grande honra estar nesta CASACOR que representa o interior paulista”, fala Thiago, natural de Araçatuba, no interior do Estado de São Paulo.


 

O quarto prioriza o descanso, por isso não há TV, mas um sistema de som para escutar uma música tranquila antes de dormir. Ao lado da cama, os dois criados-mudos (Toque da Casa) seguem o estilo contemporâneo e ornam delicadamente com o design sóbrio da cabeceira e dos abajures de tubo dourado fosco com cúpula de linho (Estúdio Nada Se Leva). Uma cadeira (Casa Verão), próxima de uma mesa de apoio, serve para que o morador possa se sentar ou colocar a bolsa depois de chegar do trabalho. Desenhado pelo escritório e fornecido pela Tríadee, o tapete verde pistache, cinza e bege colore o quarto juntamente com as almofadas. A marcenaria ficou por conta da Inovart.








Uma das marcas registrada do escritório, os quadros e as obras de arte, revelam-se como destaques do décor. Vindos de diferentes lugares, como São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, o visitante conhecerá a obra inédita do cantor e artista plástico Carlinhos Brown, que será apresentada pelo músico, em 2019, ao rei Filipe VI, no Palácio Real da Espanha. “Estamos muito felizes de receber a obra de Brown em nossa Suíte Master. Parece que ela foi feita exatamente para este ambiente e, sem dúvida, é um dos pontos altos da CASACOR Ribeirão”, avalia Thiago.






Integrado ao closet, o banheiro também segue uma linha neutra. O revestimento da parede (novidade da Portobello), da coleção Toki+ assinada pela ceramista Hideko Honma, reforça a sofisticação do projeto, juntamente com a bancada da pia e a divisão de madeira e vidro fosco que separa as áreas. No pequeno office, a inspiração da natureza se concretiza com a parede de jardim vertical em frente à escrivaninha. Do lado oposto, a estante de livros desenhada por Thiago e Ana Paula rouba a cena. A intenção da dupla foi mostrar como o morador pode suavizar sua rotina com a ajuda das plantas. “Trata-se de um office de apoio para que o morador possa trabalhar ou ler as notícias do dia no computador.



Para deixar o clima leve, o verde aparece como um contraponto”, explica Ana Paula. O espaço, de apenas 5,79 m², conta com uma iluminação indireta para a mesa, que ainda recebe a luz natural da janela, além de duas arandelas que dão ares de biblioteca ao cantinho.

Além de servir como área de distribuição para os ambientes, o hall de 5,55 m² acomoda uma cômoda com espaço para guardar objetos e uma cadeira de apoio feita de fibra natural (Toque de Casa). A iluminação da suíte foi pensada para transmitir a sensação de bem-estar, por isso dispõe de luz indireta com uso de arandelas e luminárias de chão. O armário do closet, desenhado pelo escritório em parceria com a Inovart, também recebe uma atenção especial. Ele traz uma iluminação na parte inferior, superior e interna, que possibilita ao morador não acender mais luzes na hora de procurar uma roupa. 

Serviço:
1ª CASACOR Ribeirão Preto
De 22 de agosto a 30 de setembro de 2018
Rua Garibaldi, 2760, no bairro Alto da Boa Vista
www.casacor.com.br

Sobre Manarelli Guimarães Arquitetura: Há 11 anos, os arquitetos Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães comandam o escritório com sedes em São Paulo e Salvador. Como foco de trabalho, eles apostam na essência de viabilizar a arquitetura e a decoração dentro da personalidade e do modo de vida das pessoas. A linha inspiracional que compõe os ambientes carrega um mistura equilibrada de cores, detalhes e imprime os diferentes estilos de vida dos clientes. Ela nasce dos encontros casuais de conceitos que se formam a partir dos improváveis. Em mais de uma década de trajetória, atuam em diversos Estados Brasileiros e no exterior com projetos executados nos Estados Unidos e Portugal. 

terça-feira, 24 de julho de 2018

BOOMSPDESIGN 2018 anuncia atelier oï ​como Designer do Ano.

O BOOMSPDESIGN, Fórum internacional de arquitetura, design e arte, segue para a sua 11ª edição já tem marcada: dias 27, 28 e 29 de agosto, no Lounge da Bienal, no Parque do Ibirapuera, São Paulo. Um dos pontos altos do evento, seu idealizador, Beto Cocenza, anuncia o Designer do Ano homenageado em 2018: o Atelier Oï.

Fundado em 1991 em La Neuveville, na Suíça, por Aurel Aebi, Armand Louis e Patrick Reymond, o atelier oï nasceu com a intuitiva e emocional afinidade de moldar materiais diferentes. Os profissionais apresentam como lema do atelier oï a transdisciplinaridade, o espírito de equipe e o relacionamento íntimo com os materiais. “Estamos muito contentes com a presença do atelier oï em nossa 11ª edição do BOOMSPDESIGN, que ao longo da última década firmou-se como referência na promoção da cultura do design e suas interligação com a cultura e arte no Brasil. Além da palestra dos profissionais, a programação também apresentará uma exposição criada especialmente para o evento”, conta Cocenza.



A edição 2018 também divulga os primeiros nomes que estarão no Exposição Design 2x2: os profissionais do Studio Alfaia e os arquitetos Enzo Sobocinski e Eloisa Piardi. Junto com renomadas referências no Brasil, o grupo apresentará suas peças de design autoral.

As inscrições para participar gratuitamente do BOOMSPDESIGN já estão disponíveis por meio do site: www.boomspdesign.com.br/cadastrese

Sobre o BOOMSPDESIGN: Idealizado por Beto Cocenza, desde 2007, o BOOMSPDESIGN faz parte do calendário de design e arte de São Paulo e chega à 11ª edição com o propósito de discutir, atualizar, explorar, pensar e repensar o design em sua melhor forma.
Além disso temos a exposição Design 2 x 2, que costuma evidenciar jovens talentosos e nomes já consagrados. Entre os nomes confirmados estão: ELOISA PIARDI / Studio Alfaia / ENZO SOBOCINSKI.

Também estão acontecerão palestras de um pessoal bem bacana brasileiro e internacional Brasileiro Fábio Bouillet e Rodrigo Jorge, da Artis Design, Gustavo Bittencourt, designer Lufe Gomes, fotógrafo.

Internacional:
Luis Pons - radicado em Miami, venezuelano, design de hotel e tem um hotel em Saint Barth. Vai lançar no Brasil uma linha com a Vermeil.
Nino Bauti (espanhol) - vai lançar produto no evento com Saint James. Fez parte das equipes criativas de alexander mc queen + givenchy + armani. 
Daniel Nasta - paraguaio , publicitário e colecionador e diretor da fundação que comprou a poltrona do Enzo Sobocinski (que estará na exposição 2 x 2)
O Superlimão é o escritório responsável pela cenografia.

Serviço BOOMSPDESIGN:
Data: 27, 28 e 29 de agosto de 2018
Local: Lounge Bienal, no Parque Ibirapuera – São Paulo (SP)

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Com boas ideias e toques de aconchego, as pequenas varandas podem se tornar as grandes estrelas dos apartamentos. A dupla Fernando Figoli e Patrícia Cillo, do escritório Figoli-Ravecca, e a arquiteta Ana Yoshida dão dicas de como deixar a varanda de apartamentos um ambiente ainda mais prazeroso.


O perfil dos novos moradores mudou. Cansados da sensação de “encaixotamento”, cada vez mais pessoas colocam a varanda no topo da lista de exigências na hora de fechar negócio com construtoras e imobiliárias. Dentro deste cenário, as plantas dos empreendimentos projetados nos grandes centros urbanos se espremem para fazer caber todos os ambientes em metragens super-reduzidas e ainda construir aquela varanda tão sonhada. Que no final das contas, acaba ocupando um espaço de pouquíssimos metros quadrados. Mas a realidade não deve desanimar. 

Créditos de Imagens: Célia Maria Weiss e Luis Simione
 
  
Os arquitetos Fernando Figoli e Patrícia Cillo, do escritório Figoli-Ravecca, e a arquiteta Ana Yoshida, do Ana Yoshida Arquitetura e Interiores, garantem que com soluções espertas é possível ter a varanda dos sonhos. “Uma boa dica é lançar mão de móveis compactos, que não atravancam a passagem e ocupam pouco espaço”, aconselha Ana. “Móveis compactos e versáteis, com vários usos, como banquinhos e pufes, são fáceis de levar de um lado para o outro e ocupam pouco espaço”, completa a profissional. Para além do mobiliário, vale pensar no tipo de revestimento empregado no espaço. “Se a ideia for criar umavaranda como extensão da sala, convém usar o mesmo tipo de piso (com contrapisos na mesma altura, inclusive) para dar a sensação de amplitude e continuidade dos ambientes”, explica Fernando Figoli.


Quando se fala em metragens reduzidas, cada centímetro importa, principalmente para circulação. “Em vez de vasos no chão, prefira uma forma mais criativa, pendurado os vasos no teto ou criando uma parede verde”, finaliza Patrícia Cillo.

Para explicar o portfólio atual e moderno da jovem arquiteta paulistana Ana Yoshida, com escritório desde 2008, é preciso ir além daformação em arquitetura e urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Experiências com comunicação visual de lojas, cenografia de festas e eventos, e a paixão pela dança, que ela traz desde a infância, ajudam a compor o caldeirão de ideias que dá forma aos projetos de decoração e interiores cheios de bossa, estilo, personalidade e elegância.
 

Em suas criações residenciais e comerciais, espalhadas por São Paulo e outros Estados brasileiros, elementos-surpresa se misturam aos recursos que garantem o conforto máximo dos clientes. Revestimentos usados de maneira incomum e materiais versáteis, como concreto, tijolo e madeira, são presenças constantes nos trabalhos de Ana Yoshida. O resultado se reflete na concepção de ambientes contemporâneos, humanizados e dinâmicos, que convidam ao aconchego e bem-estar.

Arquiteta Ana Yoshida – tel. (11) 3477-7326 

Sobre Figoli Ravecca: Com expertise de duas décadas em obras residenciais, comerciais e corporativas, para atuar de forma diferenciada, os arquitetos Fernando Figoli e Patricia Cillo, observam e analisam tendências globais em arquitetura, sustentabilidade, design, tecnologia, moda, consumo, marketing e varejo. Destaque para o atendimento de marcas internacionais no Brasil, como Swarovski, L'Occitane, Sephora, Salvatore Ferragamo, Pandora e Tiffany. O escritório está instalado no charmoso bairro da Vila Olímpia, em São Paulo.

Figoli-Ravecca Arquitetos Associados

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Dia do artista: Ingo Maurer, o designer alemão ilumina residências e também, corações.

O que é um artista senão aquele dotado de habilidades especiais? Ingo Maurer, não à toa, ficou conhecido como o “Poeta da Luz”. Além de surpreender a cada criação, evoca sensações únicas àqueles que contemplam suas peças. Dono de um olhar singular, o designer concebe formas físicas com sensibilidade, técnica e um toque de humor, à luz – que possibilitam criar cenários fora do comum.


Ao contrário do que possam sugerir suas criações, Ingo não estudou nem engenharia, nem artes plásticas. Depois de concluir os estudos em tipografia, se interessou pelo design gráfico, área que seguiu carreira em Nova Iorque e São Francisco durante alguns anos. Retornou à Europa em 1963 e se estabeleceu em Munique, onde vive até hoje, comandando seu escritório de criação e showroom.


Em 1966, inaugurou o estúdio “Design M” e criou o seu primeiro artefato luminoso, batizado de “Bulb” – uma luminária de mesa com o formato de uma lâmpada que projeta luz difusa e apresenta características muito particulares, típicas de Ingo. Assim, deu-se início a série de luminárias que seriam a sua marca registrada: “Ingo Maurer GmbH”.

Superpremiado, Ingo assinou alguns dos artigos mais relevantes da atualidade – peças que pararam, inclusive, nos catálogos de museus estrelados – caso da Light Structure, Little Black Nothing, YaYaHo, Los Minimalos Dos, Lucellino Wall, Wo Bist Du Edison, Porca Miséria e Zettel'z. Suas peças podem ser encontradas, hoje, em mais de 120 endereços ao redor do planeta.

Foi em setembro de 2016 que suas criações chegaram ao Brasil: através da FAS Iluminação – representante e distribuidora exclusiva das peças do Ingo na América Latina – é possível ter uma experiência única, por meio de um espaço sensorial inteiramente redesenhado pelo designer, com o objetivo de oferecer condições ideais para apresentação de sua extensa linha de produtos.




"Irreverente e provocativo, Ingo se permitiu ir além do senso comum, propondo uma percepção completamente nova, avessa a toda a monotonia pragmática do mercado de iluminação", afirma Arystela Rosa Paz, proprietária do Estúdio Brasil Ingo Maurer. No dia 24 de agosto, celebra-se o Dia do Artista – no qual se torna muito bem representado por Ingo Maurer que, através de uma linguagem universal e imediata, conquistou o mundo com seu talento.


Da esquerda para a direita: Oh Man, It’s a Ray, Porca Miséria, Tu-Be e Campari.
FAS Iluminação – Estúdio Brasil Ingo Maurer
www.fasiluminacao.com.br

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Casa Cor Minas: Cozinha Funcional da Santa Cruz vai aguçar os cinco sentidos dos visitantes.

Uma cozinha charmosa, aconchegante, funcional e pronta para receber grandes chefs, esse é o conceito da Cozinha Funcional, da Casa Cor Minas 2017, projetada pelas designers de interiores Gabriela Azeredo e Patrícia Pires.

No ambiente de 50 metros quadrados, flores, texturas e cheiros são responsáveis por causar uma experiência única aos visitantes. O espaço, patrocinado pela Santa Cruz Acabamentos, segue o conceito de Slow Living. Quem entra no espaço é convidado a desacelerar e sentir o clima acolhedor do mineiro.


A cartela de cores escolhida foi de tons neutros, como cinzas, preto e madeira em texturas diversas. Para conseguir esse ar intimista, mas ao mesmo tempo moderno, Gabriela e Patrícia usaram revestimentos da Santa Cruz Acabamentos que remetem aos materiais simples utilizados antigamente, mas com novas tecnologias para bem atender as necessidades dos dias atuais. Tijolos nas paredes, porcelanatos na bancada, piso e pilares trazem o clima de aconchego para o ambiente. “Escolhemos o London brick – que remete aos tijolo inglês; o Petra que lembra uma pedra bruta e o Detroit, todos três da Portinari, na bancada lembrando um concreto aparente e nas mesas laterais usamos o Barcelona, porcelanato da Ceusa com aparência de um mármore” explica Gabriela. O ar de modernidade fica com os eletrodomésticos, com exceção da charmosa geladeira de 1947, que é de um colecionador, ela traz um encanto muito especial ao ambiente.Destaque para forno microondas e cooktop Tramontina, cuba Franke e torneira Deca.


O piso e o teto originais em madeira peroba foram mantidos. As arandelas foram desenhas pelas designers. A extensa bancada em porcelanato com detalhe em perfil bronze, a grande prateleira que rodeia todo o espaço permite a exposição de lembranças, como: adornos e plantas. A escolha de revestimentos de fácil manutenção especialmente, para uma cozinha funcional.

Parte do mobiliário foi desenhado pelas designers e tem uma base neutra que mistura serralheria e madeira, traduzindo uma linha mais contemporânea. “Usamos uma grande mesa de madeira que apoia a bancada para receber um maior número de pessoas que adoram ficar no bate-papo na cozinha e para que o ambiente continue com a pegada de estar, seguem os sofás que permitirão aos frequentadores curtirem o prazer de receber nesta cozinha”, ressalta Patrícia



Uma grande mesa de madeira com cadeiras confortáveis; banquetas transparentes para deixar a bancada totalmente visível deixam os visitantes com vontade de sentar e confraternizar.  Estantes e prateleiras com adornos e lembranças afetivas trazem um charme especial para o espaço. Os dois grandes sofás que convidam o visitante para uma pausa. O móvel de TV foi escolhido para trazer cor ao ambiente e ele foi o ponto de partida para a definição de cores.

Quer desacelerar? Venha sentir essa atmosfera slow na cozinha funcional e aproveite esse tempo para resgatar as suas raízes e repensar seu estilo de vida!

Quem quiser viver uma experiência completa pode aproveitar para almoçar ou jantar no ambiente projeto por Gabriela Azeredo e Patrícia Pires. A Cozinha Funcional estará aberta durante os 40 dias de Casa Cor! O projeto de intervenções gastronômicas é comandando pelo gourmad e empresário Sérgio Figueiredo. Essa experiência vai mexer com todos os sentidos dos visitantes: paladar, olfato, visão, tato e audição serão aguçados na Cozinha Funcional.

Um pouco sobre as designers: Gabriela Azeredo, a primeira formação foi em Ciência da Computação, mas a paixão pelo design falou mais alto e ela abandonou a carreira de analista de sistemas para se dedicar aos projetos de design gráfico e design de interiores no escritório que leva o seu nome. Gabriela viaja o Brasil para atender seus clientes, além de Belo Horizonte, atende clientes em Brasília e São Paulo. Ela faz projetos para casas e apartamentos, mas tem um grande público nos ambientes corporativos, seu bom gosto e criatividade chamam atenção. Cosmopolita e dedicada, a designer vai todos os anos para Feira de Milão, na Itália conhecer as novas tendências em arquitetura e decoração.
                                              
Patrícia Pires é formada em Decoração e Design de Interiores pelo Izabela Hendrix, começou a trabalhar em projetos residenciais, casas de campo e comerciais. Participou de diversas Mostras em BH, em lojas como: Casa Cor, Artefacto, Maria Alice, Prima Linea, Shopping Ponteio, entre outras. Sempre antenada, Patrícia faz questão de viajar pelo mundo para pesquisar novas tendências de designer. Ela também é formada em administração de empresas, profissão que ajudou a designer a alavancar o seu escritório. Além de Belo Horizonte, Patrícia também tem clientes em São Paulo e no interior paulista. Seu trabalho é bem conhecido no mundo dos famosos, ela já fez projetos como a casa do cantor Eduardo Costa e a fazenda do jogador Gilberto Silva.

Santa Cruz: tradicional em Minas Gerais, a empresa de acabamentos e material de construção, completa 55 anos em 2017 e foi eleita pelo sétimo ano consecutivo a segunda maior empresa do seu setor em Minas Gerais. Pelo quarto ano, a Santa Cruz está na Casa Cor. Em 2013 participou com uma sala de banho, em 2014 escolheu o banheiro público. Em 2015 foi a área gourmet. Esse ano o ambiente escolhido foi a cozinha por ter valores considerados primordiais para a direção da empresa: tradição e história. A família de empreendedores está na sua terceira geração, empresa onde todos foram educados para ajudar a construir o sonho dos outros.

sábado, 12 de agosto de 2017

Modernos Eternos: Canto do Aperitivo é o tema do espaço assinado pela In House Designers durante a 4ª edição da mostra.

Designers de interiores Andréa Bugarib e Betina Barcellos, da In House Designers, participam da 4ª edição da mostra Modernos Eternos, que foi inaugurada dia 8 de agosto. Aberto ao público, o evento acontece entre os dias 9 a 13 de agosto, no Shopping Cidade Jardim, na capital paulista. Seguindo o conceito mix&match da Modernos Eternos, que busca compor a integração do mobiliário e objetos do design atual com o estilo vintage, a dupla da In House Designers assina o espaço ‘Canto do Aperitivo’. 



Com a proposta de trazer um living não convencional, Andrea e Betina criaram uma decoração com atmosfera sofisticada e, ao mesmo tempo, minimalista.



Uma integração, na medida certa, para aqueles que cultivam o prazer de receber os amigos e apreciar boas bebidas. O estilo marcante definido pelas profissionais teve início na escolha das cores. Os atemporais off-white, preto e cinza são combinados a duas escolhas ousadas: a dobradinha de papéis de parede, da loja Celina Dias, nas tons azul-noite e metalizado. Mesclando um toque de irreverência, a boiserie ganha uma nova roupagem com a tendência da utilização de latão ouro-velho.



Conferindo um ambiente de requinte e conforto, móveis de design italiano, com desenhos limpos e atuais, se misturam às peças garimpadas em antiquários. O sofá de medidas compactas acompanha uma mesa de centro, que também pode servir como uma opção de assento para acomodar os convidados, ambos da linha Maxalto B&B Italia, e duas poltronas Baxter. Todas as peças são da Casual Móveis. Para receber a essência principal do Canto do Aperitivo, o aparador, do Espaço Cardeal, confere o estilo old fashioned e acomoda o motivo de ser do espaço, que também recebe mais duas poltronas, estilo antigo, também da Cardeal. O tapete de Chevron, na cor clara, da Bellouchi, luminária da Loja Teo e quadro da Galeria Eduardo Fernandes finalizam o ambiente. 

Serviço: 4ª Modernos e Eternos • De 9 a 12 de agosto, das 13h às 21h30 • Dia 13 de agosto, das 13h às 20h 
Local: Casa Bossa Cidade Jardim 
Endereço: Av. Magalhães de Castro, 12.000, 3º andar
Shopping Cidade Jardim 
www.modernoseternos.com 
Entrada franca 
In House Designers 
(11) 3721-1157 
www.inhousedesigners.com.br 
@inhousedesigners 

Sobre a In House Designers:Comandado pelas designers de interiores Andréa Bugarib e Betina Barcellos desde 2007, o escritório é referência na criação de projetos residenciais e corporativos sofisticados e personalizados. Sempre atentas aos detalhes e prezando pela qualidade, a dupla busca valorizar as memórias afetivas e refletir o estilo de vida dos moradores em cada espaço, aliando beleza, aconchego e estilo. Com um olhar apurado para tudo que é belo, são fãs incondicionais de ambientes autênticos e não têm medo de misturar em um mesmo espaço objetos de valor sentimental, obras de arte e peças assinadas por designers renomados. Tanto carinho e atenção garante um portfólio rico e exclusivo, além de clientes fieis e satisfeitos. 

DW!: A imperdível exposição Alquimia da By Kamy.

Olá!! Mais um dia de DW!! Quem está visitando as atrações pela cidade? Hoje tem mais uma sugestão aqui no blog! Uma exposição linda é a Alquimia na By Kamy. A marca faz uma exposição lindíssima com tapeçaria. 

Baseada em sua história, a by Kamy, convidou quatro artistas para interpretar sua evolução. Cada um em sua área de atuação, vindo de setores distintos, com visões diferentes, experiências diferentes e lugares diferentes. Pessoas ímpares que perduram a trajetória da empresa e resgatam a vontade pelo objeto de desejo.

A partir de sua essência, unidas às diferentes inspirações, nasceram peças únicas nunca antes apresentadas. Novos produtos, novas artes e um novo design que falam entre si e ensinam diferentes maneiras de usar cada peça, entre outras sensações. Mudanças de padrões em óticas inéditas, porém com amplo respeito às próprias origens. 





Os artistas convidados pela By Kamy (texto retirado do site da marca):

Lin Le Cheng: Um dos principais artistas de fibra do mundo, nascido na China em 1954, Lin Lecheng é Professor e Diretor do Departamento de Artes e Ofícios da Universidade Tsinghua, Pequim, o maior campus universitário do mundo e a mais importante universidade chinesa.

Lecheng é artista e um grande estudioso. Para ele, o ensino, a pesquisa e os conhecimentos em arte da fibra devem ser orientados a nível internacional, desde a comunidade, passando pelo mercado, áreas multidisciplinares, interdisciplinares e também interdisciplinares. Ou seja, a importância do estudo sobre a Arte das Fibras é imprescindível tanto para concepção das peças quanto para o reconhecimento de seu valor cultural e mercadológico.

Pela primeira vez no Brasil, o artista traz obras que expressam o seu estudo estético e técnico de paisagens observadas a partir de experiências físicas ou mesmo psíquicas. Por meio de seus desenhos, que posteriormente tornam-se gravuras, Lin retrata a diferença entre os traços e os respectivos contornos de maneira minuciosa, bem como as diferentes formas de interpretar a paisagem notada. Após conceber as inúmeras intensidades entre as formas e os objetos, o artista transfere o seu estudo e percepção para o têxtil através do emprego de técnicas ideais, transportando rigorosamente fio a fio a sua obra de arte para tapeçarias únicas, com o máximo de respeito às tradições e à cultura milenar chinesa.

Em suas obras, cada uma evoca um sentimento profundo da natureza e, em certa medida, eliminam a sensação de apatia e senso de monotonia da vida moderna.  Lin utiliza das técnicas por ele estudadas para a criação de suas tapeçarias, as quais valorizam o desempenho rico em texturas que enaltecem a herança cultural local, criando uma harmonia entre o contemporâneo e o tradicional. Muitas das obras criadas equiparam-se a uma escala monumental, às vezes medindo dez metros ou mais. Estão espalhadas pelos principais locais públicos e privados da China, bem como em outras partes do país.

Para o Design Weekend desse ano, Lin traz um conjunto de gravuras e de tapeçarias que retratam com maestria a alquimia de sua arte. Uma oportunidade ímpar de adentrar no universo do seu processo de observação, concepção e finalização de cada obra. Le Cheng, respeitável guru das técnicas têxteis, é um artista singular que detém de uma preciosa sabedoria antiga que carrega consigo para a concepção de suas artes. Sua genialidade representa hoje o potencial máximo do homem de trabalhar o têxtil.

Marcelo Borges: As mesas Uomo e Donna, cujos nomes homenageiam Kamy e Francesca, foram criadas pelo designer Marcelo Borges para o Design Week 2017. Uomo, retangular, e Donna, redonda, representam a alquimia perfeita entre arte, design e os minerais. Dentro de sua pesquisa, Marcelo notou que ao longo da história a mesa não era apenas um objeto de valor estético, mas também um símbolo cultural importante. Em torno dela, os homens reuniam-se para compartilhar momentos relevantes, decisivos e místicos. Para ornamentá-las, utilizavam a transmutação das impurezas de rochas a fim de produzir obras de diferentes formas e cores. Essa manipulação de elementos tornava cada resultado pleno e eterno sobre as mãos dos homens: ali estava presente a verdadeira alquimia. Atraído pela possibilidade de resgatar uma prática milenar já esquecida e pouco explorada pelo mundo contemporâneo em sua total plenitude, o projeto surge como uma nova forma de filosofia, com a proposta de trazer à natureza uma experiência cotidiana.

Dentro de sua pesquisa exploratória por um novo design, foi voltando-se ao passado e à singular história da By Kamy, que Marcelo Borges encontrou sua inspiração na geometria dos tapetes: trazer a trama para ser esculpida no mármore foi o desafio do projeto. Marcelo desenha com exclusividade duas mesas repletas de detalhes artesanais que sublimam a riqueza da matéria prima e de seu manuseio, explorando materiais clássicos de maneira singular e arrojada, como a preciosidade das pedras à fusão do metal, além da beleza dos desenhos geométricos. A eterna época do ouro do cinema americano, que tanto influenciou a década de 30 com seu refinamento voltado aos detalhes, funde-se à geometria dos tapetes orientais assim como em uma trama. Para Marcelo, a maior tecnologia do homem é a criatividade de inovar e buscar, dentro de suas limitações, novas formas de expressão enraizadas no passado, porém com um olhar para o futuro.

Patricia Kattan: Tramas, nós, casulos e texturas fazem parte do universo da artista plástica Patricia Kattan. Vinda da indústria têxtil, ela aplica seus conhecimentos de tecelagem, fios e diversos materiais na criação de peças inusitadas e irreverentes. Cada fase tem características próprias, mas todas interconectadas pelos mesmos conceitos de inovação, exploração de materiais e contemporaneidade. Todo seu processo de criação acontece à noite, período em que a artista imerge em um universo próprio.

As tramas e nós dos primeiros trabalhos e instalações aos poucos se transformaram em casulos, tapeçarias, tapetes, obras de arte e objetos de design, que estão em constante processo de formação. Uma verdadeira arte viva e mutante que manifesta o desejo do homem de conhecer suas origens. Instigada pelas tapeçarias antigas, a artista retorna à sua ascendência Síria, libanesa e Iraniana, com uma ginga brasileira em busca do conhecimento da sua própria identidade. A evolução de sua obra designa seu caminho. Nasce então o desejo de compartilhar e de instigar o olhar do outro para o intuitivo, de se encontrar em novas dimensões.

Patricia Kattan traz para o DW 2017 um conjunto de obras concebidas para representação da Alquimia entre história, cultura e vivências, a partir de um questionamento sobre a posição do tapete no mundo contemporâneo. Ambientados no centro da casa, sendo eles receptores de memórias de fatos ocorridos, cada tapete gera sua própria história. É possível identificá-los através das técnicas e materiais utilizados como tendo um DNA próprio. Maior fonte de expressão artística do Oriente, uma maneira de aprofundar seus conhecimentos sobre a diversidade cultural em busca de respostas para entendermos quem somos. Qualquer que seja a definição adotada é possível compreender, como uma forma de conhecimento sobre a diversidade cultural, a busca de respostas para “o que somos” a partir do espelho fornecido pelo “outro”; uma maneira de nos situarmos na fronteira entre vários mundos sociais e culturais, abrindo janelas entre eles, através das quais podemos alargar nossas possibilidades de sentir, agir e refletir sobre o que, afinal de contas, nos torna seres singulares. A introdução dos metais nobres como o ouro, prata e o cobre em suas obras aproxima a cultura oriental à arte têxtil, instigando nosso olhar em relação a eles num processo de valorização e reconhecimento sobre a representatividade e conceitos dos tapetes nos dias de hoje.

Walter Goldfarb: Em tantos anos de produção com materiais próprios confeccionados passo-a-passo em seu ateliê, o artista polaco-brasileiro Walter Goldfarb criou peças que vão além do conceito de arte, materializando fragmentos, documentos e a identidade de seu trabalho composto por linhas, retalhos e frações de obras que se transformam em novas peças. Para unir pintura e tear, o artista aplica processos complexos de alquimia utilizando lonas tingidas, agulhas, linhas e pedrarias, entre outros materiais. Goldfarb, essencialmente um pintor, faz pouco uso do pincel como principal ferramenta de trabalho. Suas obras são construídas com técnicas de tingimento em enormes tanques de lavagem, bordados e tecidos à mão com fios retirados da própria lona da pintura. Outras práticas singulares do artista são relevos em laca aplicados através de seringas e azinhavres na lona crua a partir do decantamento e da cura de pigmentos de ouro, cobre e prata, e a tatuagem na lona de pintura com uso do fogo.   

Especialmente para o Design Weekend, as obras produzidas expõem uma composição visual que envolve muitas tramas, signos, cores, fragmentos, alegorias e subjetividades em mais de 20 itens. O conceito da sua exposição abrange um vasto estudo e aprimoramento de técnicas desenvolvido por mais duas décadas, sendo o foco a apresentação de parte desta sua alquimia, uma verdadeira paixão têxtil que une criatividade e técnicas num denominador comum entre o artista e a by Kamy: a obra de arte no sentido mais abrangente.

Divididas em três núcleos, sua arte brinca com passado e o presente através da mistura de técnicas, interpretando grafismos ambíguos de seu mundo. Caixas-objetos com lonas tingidas e fios de algodão, pinturas negras bordadas em forma de Camafeus construídos com centenas de bastões de carvão e pedras preciosas, e Gobelins bordados manualmente sobre o bastidor, desafiam a hierarquia dos materiais e métodos da pintura. Retoma-se a arte das tapeçarias produzidas na França no século XVIII, porém com uma nova proposta criada por áreas de diferentes nuances construídas em camadas de bordado manual e veladuras em massas de cor que com a mistura de técnicas resultam em uma linguagem ímpar.

Repletas de significados, as peças escolhidas interligam histórias e se transformam em reflexões que rompem fronteiras. Walter Goldfarb “cozinha”, entre seu pensar e fazer artístico compulsivo, uma receita de corte e costura hibrida e plural onde impõe sua força física nas lavagens, raspagens e macerações sobre as lonas cruas, paralelas à delicadeza de seus bordados e figuras.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Agenda Design Week: 02 exposições imperdíveis - Isabel Ruas com seu espaço Tridimensional e a instalação “600 Sonhos em Formas Coloridas” da renomada arquiteta Ieda Korman.

Olá!! Quem está animado com a DW!? Esta semana é a queridinha dos apaixonados por decoração, arte e design! Para não ficar perdido é bom ir fazendo uma agenda do que olhar. Pensando no assunto, hoje temos duas exposições aqui para colocar na agenda (vamos fazer algumas notas de exposições para ajudar nas escolhas. Ok?). Vamos lá?? Começamos por duas exposições bem legais:

A Cerâmica Atlas e Isabel Ruas apresentam espaço “Tridimensional” durante a DW! São Paulo Design Weekend 2017. Apresentados na Villa Ibiza, quatro painéis impressos em cerâmica, produzidos com técnica inovadora, apresentam contrapontos entre formas, linhas e curvas criadas por formas humanas.


De um lado, formas geométricas e lineares; do outro, o dinamismo orgânico das figuras humanas. O contraponto entre linhas retas e curvas inspirou a mosaicista Isabel Ruas (Oficina de Mosaicos) a criar o espaço “Tridimensional” em parceria com a Cerâmica Atlas, referência nacional em pastilhas de porcelana e revestimentos.



O ambiente, concebido exclusivamente para a DW! São Paulo Design Weekend 2017, maior festival urbano de design da América Latina, ficará exposto na Villa Ibiza Acabamentos, em Pinheiros, entre os dias 09 e 13 de agosto.

Projetado para que os visitantes possam contemplar a figura dos quatro painéis de 190 x 60 cm que compõem a obra, o espaço também convida o olhar para o jardim externo. A partir da técnica de impressão digital, a Atlas tornou possível reproduzir em cerâmica o trabalho da mosaicista com texturas e nuances em alta definição. “Investimos em altíssima tecnologia para potencializar nossa criatividade industrial. A parceria com artistas de renome, como Isabel Ruas, prova que nosso know-how industrial está alinhado com o desenvolvimento artístico e cultural”, afirma Cristina Ricciardi, gerente de marketing da Cerâmica Atlas.

“Este novo trabalho dá continuidade a uma série de experiências anteriores, em menor escala ou aplicadas em mosaicos murais”, comenta Isabel. “A técnica de impressão tem um potencial muito grande e já nos inspira a ter novas ideias de produtos”. A artista explica ainda que, nos painéis, “as figuras humanas quase nunca estão inteiras e atravessam, ou são atravessadas, por linhas geométricas. Isto cria uma sensação de tridimensionalidade e nos faz imaginar que o espaço continua para além dos painéis”.

A segunda indicação é a instalação “600 Sonhos em Formas Coloridas” da renomada arquiteta Ieda Korman (Korman Arquitetos)O uso de cores de forma criativa marca a estreia da de Ieda Korman no DW! São Paulo Design Weekend 2017.

A 6ª edição do DW! São Paulo Design Weekend tem presença confirmada da arquiteta Ieda Korman. Reconhecida no mercado há mais de 35 anos, a profissional tem vasta experiência em projetos residenciais, comerciais e de hotelaria dentro e fora do país. Sócia no escritório Korman Arquitetos, com Silvio e Carina Korman, Ieda marca sua participação no maior festival urbano de design da América Latina apresentando a instalação “600 Sonhos em Formas Coloridas”.

Concebida exclusivamente para o DW!, a criação da arquiteta é parte integrante da exposição “Outros Olhares para o Revestir”, desenvolvida no espaço Villa Ibiza, em Pinheiros. A empresa revendedora de acabamentos, em parceria com o grupo alemão MC-Bauchemie, fabricante de insumos para a construção civil, traz para o evento novas cores de rejuntes.

O lançamento será apresentado por Ieda Korman de forma criativa. Tubos de vidro de diferentes tamanhos, espalhados por uma instalação irão exibir os rejuntes líquidos,  mostrando as 600 cores criadas. “A ideia é apresentar de maneira plástica a gama de tonalidades do produto. E também, transpondo esta forma lúdica para a arquitetura e para a construção civil, convidar o especificador a sair do lugar comum e ter uma postura mais livre no momento de definir materiais e itens para sua obra”, explica a arquiteta.

Serviço:

DW! São Paulo Design Weekend
Data: de 09 a 13 de agosto de 2017
Informações: www.desigweekend.com.br
Villa Ibiza Acabamentos
Endereço: R. Fradique Coutinho, 100, Pinheiros, São Paulo (SP)
Horário de funcionamento: 09h às 19h
Contato: (11) 3061-2780
Facebook: www.facebook.com/CerAtlas
Instagram: www.instagram.com/CeramicaAtlas @CeramicaAtlas
Outros Olhares para o Revestir
De 9 a 13 de agosto de 2017
Villa Ibiza
R. Fradique Coutinho, 100, Pinheiros, São Paulo
www.ibizaacabamentos.com.br
Korman Arquitetos
Rua Groenlândia, 1877, Jardim América, São Paulo
Tel.: (11) 3060-8313

Sobre a Cerâmica Atlas: Fundada nos anos 60 por Geraldo Ricciardi, empresário de grande visão e ousadia, a Cerâmica Atlas é líder nacional no segmento de pastilhas de porcelana. Em mais de 50 anos de trajetória, alcançou alto nível de qualidade, volume, variedade de formatos e cores, atributos reconhecidos pelo mercado brasileiro e por países como EUA, Chile e Argentina, locais com quem manteve atividade exportadora. Sua ampla expertise no desenvolvimento de pastilhas e revestimento para fachadas, piscinas e demais ambientes residenciais e corporativos permite oferecer com exclusividade pastilhas de porcelana e revestimentos, em diversos formatos e cores. Atualmente, a empresa conta com 600 colaboradores e sua unidade fabril na cidade de Tambaú, interior de São Paulo, abrange uma área coberta de 54 mil m². A empresa não só participa da vida comunitária da cidade, como também desenvolve projetos sociais e ambientais de importância para a região.

Sobre a Korman Arquitetos: Com mais de 35 anos de história nos segmentos residencial, corporativo e comercial, o escritório conta com diferentes gerações no comando dos projetos personalizados e exclusivos realizados no Brasil e exterior. Carina se juntou aos pais, Silvio e Ieda, para juntos darem forma a trabalhos criativos com uma linguagem moderna e atemporal, assinando reformas dos mais variados estilos e concebendo espaços do zero, passando pelo acompanhamento da obra até a finalização da decoração. Com participações nas principais mostras de decoração, como CasaCor, o trio já teve projetos evidenciados nas principais publicações da área.

Sobre o DW! São Paulo Design Weekend 2017: É um festival urbano que tem o objetivo de promover a cultura do design e suas conexões com arquitetura, arte, decoração, urbanismo, inclusão social, negócios e inovação tecnológica. São diversos eventos independentes, simultâneos e integrados por um programa oficial. DW! compreende palestras em instituições educacionais, visitas guiadas em galerias e ateliês, exposições, instalações, intervenções artísticas e urbanas, circuitos temáticos, concursos, festas e lançamentos de produtos em lojas e showrooms.