Mostrando postagens com marcador Dicas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dicas. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 28 de junho de 2016

10 dicas da Cecília Dale para uma decoração aconchegante.

Olá!! Hoje tem post com dicas para manter a casa mais aconchegante, da Cecilia Dale. Com a chegada do inverno, temos a tendência de ficar mais recolhidos dentro de casa. Reuni aqui alguns truques simples para fazer da sua casa aquele lugar em que todo mundo quer ficar. Ah, a maior parte das fotos do post são das ambientações da Cecilia Dale, então, segue aqui o link do site para quem gostar.

1. Cerque-se de gente e lugares queridos. Recicle as fotos dos porta-retratos para incluir os amigos ou as últimas viagens, ou adicione mais algumas molduras. Isso dá um aconchego imediato no ambiente, e assunto para conversa.


2. Espalhe flores e plantas pela casa. Elas dão um descanso para o olhar, tranquilizam, e trazem um pouco da natureza para dentro de casa.




3. Coloque seus livros preferidos a vista, ou crie um cantinho de leitura. Com o cenário ideal e boa leitura, fica mais fácil relaxar e deixar o tempo passar bem devagar…



4. Deixe mantas a disposição dos convidados. Quando der aquela esfriada ou a vontade de se enroscar no sofá, fica fácil.


5. Aumente a quantidade de almofadas no sofá. Quanto mais confortável, melhor. Só lembre de deixar lugar para sentar!



6. Use a luz sutil do abajur. É bom ter um ambiente bem iluminado, mas a luz do alto às vezes é muito dura. Invista na iluminação indireta, que traz aconchego.



7. Acenda a lareira (ou velas). Não tem nada mais aconchegante que o fogo. Aproveite se você tem lareira em casa para usá-la nos dias frios, o acenda velas em lanternas, castiçais, vidros…




8. Deixe uma garrafa térmica com chá ou café a mão, e pode incluir alguns biscoitos – que tal deixar o carrinho de chá montado para cada um pode se servir a vontade?


9. Invista em um tapete de trama fechada (não precisa ser felpudo). Ele veste a casa e impede que se pise no chão frio.


10. Coloque uma poltrona no quarto. Ela cria um cantinho para ler, dá conforto na hora de se vestir e cria um ambiente de conversa. Pode ser uma pequenininha, como a Chelsea ou a Windor.

Para quem gosta dos posts com dicas da Cecilia Dale, segue o link de dois posts queridinhos do blog: Dicas para a decoração de mesa de centro; e para ir se inspirando para a primavera e verão, Dicas para a mesa de praia.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Por Juliana Skliutas: Lookbook - quem já pensou em ter um personalizado? Ele pode ser uma grande ajuda na correria do dia a dia.

Diversas lojas de roupas disponibilizam em seus espaços catálogos ou revistas com fotos de modelos usando peças da nova coleção, sugerindo assim composições diferentes de looks. Mas o que muita gente não sabe, é que o item, originalmente chamado de Lookbook, pode ajudar, e muito, na hora de se vestir.

Se traduzido ao pé da letra, lookbook significa livro de produções. Um conjunto de ideias de combinações de roupas, que facilitam na hora da dúvida. De acordo com a personal stylist Juliana Skliutas, ele orienta sobre 'o que usar' e 'como usar' cada peça. "Lookbook são imagens e fotos que valem mais que mil palavras para explicar como usar uma peça, com o que e aonde", conta a especialista.



E por que não adotar a ideia e montar um lookbook personalizado com as peças do seu guarda-roupa? "As peças mais caras do nosso armário são justamente aquelas que nunca usamos. Por isso, sempre fazemos uma análise de estilo, tipo físico, estudo do guarda-roupa e compras de itens-chave, garantindo que a cliente usufrua de todas as peças da melhor maneira possível", diz a consultora Juliana Skliutas. "O processo final de um ciclo de consultoria de imagem e estilo dá total suporte para se montar um lookbook incrível", acrescenta. 

O lookbook personalizado é o conjunto de fotos com todas as peças contidas no armário, em diferentes composições de looks. Entenda como funciona a sua produção: São consideradas para a sessão de fotos: calças, saias, vestidos, shorts, camisas, blusas, lenços, bolsas, sapatos, colares, brincos e qualquer outro item de seu armário que seja possível utilizar nas composições.

Os conjuntinhos são 'desengessados'. Muitas peças acabam sendo 'engessadas' por alguma vez ter tido uma combinação certeira, e fica difícil usá-las em outras composições. Esse é um dos pontos trabalhados pelo profissional através do estudo de peças juntas e separadas, formando mais opções de uso.

Na montagem do lookbook, as fotos podem ser tiradas separadamente, ou vestindo a cliente. As probabilidades de combinações são inúmeras, tornando mais fácil o uso completo do guarda-roupa.

O material é disponibilizado em formato de revista, livro impresso ou álbum de fotos. Também é possível transformá-lo em digital, deixando a visualização mais simples e rápida, com apenas um clique no tablet ou smartphone.

Com o lookbook, o ganho de tempo na hora de se vestir e a escolha certa das peças fazem toda a diferença. O antes, durante e depois do processo de compras de roupas também se tornará mais fácil e objetivo. 

www.julianaskliutas.com
Instagram @juskliutas

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Por Ingrid Lisboa: Como receber crianças em casa sem stress durante as férias.

Para quem não consegue passar os 45 dias das férias escolares viajando com a meninada, como eu, receber crianças em casa é inevitável. E muito gostoso também, devo dizer. Acho uma ótima oportunidade para vermos de perto como é o relacionamento de nossos filhos com outras crianças e também de fazer atividades que, na correria do dia a dia, fazemos menos do que deveríamos. No entanto, seja para poucas horas ou alguns dias, receber crianças em casa exige alguns cuidados – e uma dose boa de organização. Aí vão minhas dicas:

1) Combine sempre, sem exceção, dia e horário em que a criança chegará e será buscada na sua casa.Combinados do tipo “até sábado de manhã” podem causar muitos mal entendidos, já que o conceito de manhã de sábado pode representar um intervalo de pelo menos 3 horas de uma família para outra. Se a criança chegará na sua casa à noite para dormir, combine também se jantará com vocês ou virá depois de jantar em casa.


2) Pergunte aos pais se a criança tem alguma restrição alimentar e quais alimentos gosta‐ ou não ‐ de comer.Certa vez recebi em casa um garotinho que me pediu nada menos do que feijoada para o jantar! Disse que à noite só comia feijoada ou pão francês. Como havia vindo para passar apenas algumas horas e a mãe me dissera que comia “de tudo”, o pequeno teve de voltar para jantar em sua casa.

3) Informe‐se também se a criança tem alguma doença crônica e se algum remédio deverá ser ministrado por você. Meu filho, por exemplo, tem asma e sempre carrega tanto bombinha quanto um antialérgico. Por isso, sempre informo as mães dos amiguinhos sobre a dosagem e situação em que devem utilizar os remédios.

4) Prepare-se para ter menos organização em casa, mas não deixe a casa se transformar num bagunça tão grande que vá tomar dias e mais dias para devolvê‐la ao estado anterior. É claro que com criança em casa o dia todo e a rotina quase esquecida, é comum que a casa fique menos arrumada, mas regras como guardar brinquedos depois de brincar, colocar roupas sujas no cesto e não deixar coisas espalhadas pela casa toda devem ser mantidas.

Ótimas férias!
Instagram: @ingridlisboa.ho

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Paris: 02 exposições de Moda e Arte para visitar na cidade.

Olá!! Quem está em viagem por Paris? Você não precisa ir à cidade nesta época e necessariamente frequentar a todos os desfiles e festas super badaladas (até porque é necessário convite e a maior parte destas festas é fechada a grupos de convidados das marcas). Mas é possível em meio a seus passeios, entre uma ida aos maravilhosos cafés e restaurantes, uma paradinha na Torre, incluir uma visita a uma exposição relacionada ao tema e sentir um pouco a atmosfera. O que acham? 

Para quem está a procura de restaurantes e boas dicas da cidade e arredores tem um post aqui no blog com boas indicações (da época de Natal, mas que podem ajudar agora: 04 bons restaurantes em Paris). Aliás, estas dicas são da turma do Conexão Paris que escreveram um post de colaboração aqui pro blog e eu adoraria indicar para quem está em viagem ou programando porque eles são ótimos. Ah, e para quem está aqui no Brasil, também já indiquei um livro aqui, Paris Pra Você da Lelê Saddi, que é muito bom, tem muitas dicas da cidade (anotando todas!!).

Albert Elbaz/Lanvin

A Maison Européenne de la Photographie celebra a grife francesa Lanvin através de seu atual diretor criativo Alber Elbaz. A exposição fala do universo do diretor Alber Elbaz, retratatando em 350 fotografias o processo criativo de Alber Elbaz, dos desenhos aos desfiles.


A exposição “Alber Elbaz/Lanvin: Manifeste”  até o dia 31 de outubro na Maison Européenne de la Photographie, em Paris e tem como principal objetivo apresentar o trabalho da maison antes, durante e depois de um desfile. Nela, Alber Elbaz, diretor criativo da marca, conta todos os detalhes de seu dia a dia à frente da grife francesa.

Maison Européenne de la Photographie, até 31 de Outubro 2015.
5/7 Rue de Fourcy - 75004 Paris

Jacques Doucet - Yves Saint Laurent - Viver pela Arte


Jacques Doucet (1853-1929) e Yves Saint Laurent (1936-2008) eram grandes colecionadores de artes. A exposição foi criada por colecionadores e curadores em torno do gosto pela arte destes dois estilistas, percorrendo a beleza e gostos estéticos dos dois estilistas que dividiam o gosto pela arte. A exposição foi montada por colecionadores percorrendo a beleza e ambos os gostos estéticos. Dentre as obras preferidas dos estilistas estavam Goya, Brancusi, Duchamp, Matisse, Modigliani, e ainda Picasso. A cenografia e decoração da expo é toda inspirada pela atmosfera da última casa de Yves Saint Laurent e Pierre Bergé, levando o visitante de uma sala a outra ao longo de cinco salões e muitos efeitos de espelho.

Fundação Pierre Bergé – Yves Saint Laurent, de 15 de Outubro a 14 de Fevereiro, 2016. 
Rue Léonce Reynaud, 75116 Paris
Tél.: 01 44 31 64 00

E então, gostaram? 

Beijos,

terça-feira, 14 de julho de 2015

Por Juliana Skliutas: Você sabe qual é o seu tipo físico? Dicas práticas para equilibrar a silhueta.

O look de uma mulher deve traduzir a imagem da pessoa que ela quer transmitir, respeitando e valorizando a natureza do seu tipo físico. Cada pessoa tem um formato de corpo que varia muito de acordo com sua ascendência, miscigenações, cuidados alimentares e a própria idade. O tipo físico pode ser descoberto através da medição e análise das partes do corpo e comparação das suas proporções. 

Ao escolhermos uma peça de roupa, devemos reparar as proporções de cada parte do nosso corpo. Assim saberemos qual parte queremos disfarçar ou exibir. Por exemplo, se os ombros são mais largos que os quadris, devemos escolher peças que chamem a atenção para a parte de baixo do look.  Se o abdômen é avantajado, deve-se optar por itens que chamem a atenção para a parte de cima. Se a cintura é fina com relação aos quadris e ombros, a cintura deve ser o ponto focal para valorizar esta silhueta. 


Os acessórios são excelentes aliados no jogo do equilíbrio das proporções do corpo. Eles também ajudam a valorizar as partes que queremos chamar a atenção de acordo com o tipo físico. Uma pessoa que tem os ombros mais curtos que a largura dos quadris, deve usar e abusar de lenços no pescoço, brincos grandes ou maxi colares. As pessoas de tipo físico mais cheinho, têm como aliados os relógios, pulseiras e anéis para chamar a atenção ao antebraço. 



Como Personal Stylist, gosto muito de indicar o blazer como terceira peça em um look. Porém, cada tipo físico exige um corte específico desta peça de roupa que o valorize. Blazers com ombreiras estruturadas são ótimos para equilibrar a silhueta do tipo físico triângulo. Já quem tem o corpo com ombros mais largos devem dar preferência às cores escuras para o seu blazer queridinho. As pessoas de tipo físico oval precisam de um blazer mais comprido que termine abaixo da linha do quadril e lembrar-se de usá-lo sempre aberto, para criar duas linhas paralelas que vão alongar a silhueta.


A escolha de uma roupa inadequada ao tipo físico pode trazer resultados indesejados visualmente. A peça errada pode aparentar algo que esteticamente não é o efeito que queremos. Um look montado sem o cuidado com o tipo de corpo pode dar a impressão de que uma pessoa está muito acima do peso ideal, ou muito magrinha, ou muito mais baixa do ela realmente é. A moda deve ser uma aliada do nosso tipo físico, e não uma inimiga da nossa própria natureza.

Veja alguns itens que não podem faltar no guarda-roupa, de acordo com cada tipo físico, a seguir. São aqueles itens que vão valorizar as partes do corpo que queremos chamar a atenção, vão disfarçar alguma parte que não gostamos e por fim equilibrar e alongar a silhueta, trazendo como resultado uma ilusão de ótica harmoniosa. São eles:
Tipo físico oval: use saia reta ou ligeiramente evasê;
Tipo físico triângulo: opte por blusa de decote canoa ou com detalhes nos ombros;
Tipo físico retângulo: aposte em looks monocromáticos com detalhes na cintura;
Tipo físico triângulo invertido: vá de blusa com manga raglã ou cava americana;
Tipo físico ampulheta: abuse de vestido tipo envelope trespassado ou justo.


Com as peças ideias para cada tipo físico somente temos a ganhar. As mudanças são positivas e muito visíveis. As baixinhas vão parecer mais altas, as cheinhas vão ficar mais esbeltas, as proporções do corpo estarão mais equilibradas. 

O principal de todo este trabalho de análise do tipo físico é estabelecer quais as peças de roupa que nos valorizam e exaltam nossa beleza natural e quais peças disfarçam aquelas partes que, por algum motivo, nos incomodam visualmente. A mudança é de fora para dentro, de dentro para o mundo. Uma satisfação individual com o nosso próprio corpo.

A escolha das cores certas colabora e muito na ilusão de ótica desejada. Todo mundo tem uma gama de cores amigas que, além de nos deixar com aparência jovial, iluminada, revigorada e saudável, ainda são ideias para cada tipo físico.  A coloração pessoal analisa através da cor da nossa pele, cor dos olhos e cabelos as informações necessárias para sabemos quais as cores que nos valorizam, esteticamente falando. 

Pessoas de corpo triângulo devem usar cores claras e iluminadas na parte de cima do look. Já as pessoas de tipo físico oval devem optar por cores escuras, opacas e por tecidos sem muita textura.

Não existe um tipo físico ideal ou tipo de corpo perfeito. Talvez a nossa boneca da infância Barbie ou seu namorado Ken tenham essas proporções dos sonhos. O importante é sermos felizes com o nosso corpo e sabermos usar as ferramentas práticas para nos sentirmos bem com o nosso tipo físico. O trabalho de uma Personal Stylist é justamente ajudar a encontrar as peças mais indicadas para o nosso tipo físico. Dúvidas? Estou à disposição.

Para finalizar, gostaria de ressaltar que o estilo de cada pessoa deve sempre ser respeitado com atenção ao seu tipo físico e coloração pessoal. Essas três análises se complementam para um resultado ideal da imagem que queremos transmitir. 

Juliana Skliutas - Personal Stylist

Beijos,

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Filme: A incrível história de Adaline.

Olá!! Ontem à convite do shopping JK Iguatemi e da distribuidora Diamond Films fui assistir a um filme encantador!! E hoje eu queria muito contar aqui no blog pra vocês! É um filme que estréia nesta semana chamado A incrível história de Adaline,  com a Blake Lively. Amo bons filmes e quando assisto um que realmente me impressionou gosto de comentar aqui com vocês. 


Fui assistir sem maiores expectativas, apenas com a leitura da sinopse (sempre!) com aquele pensamento de que seria "um bom romance", mas a história foi me envolvendo, como acontece com um bom filme. Fui primeiro prestando atenção na história, depois no figurino da Adaline, que é muito bonito, nas locações, e quando vi já estava me emocionando em determinadas cenas, rindo em outras... aquela sensação gostosa de cinema.



O longa tem o figurino assinado por Angus Strathie - vencedor do Oscar com Moulin Rouge - e várias produções assinadas pela Gucci. Como Adaline não envelhece, os looks que são sempre de uma mulher em torno dos 30 anos em várias épocas, estilos, penteados e costumes. 


Um pouco da história: Adaline Bowman (Blake Lively) nasceu na virada do século XX e tinha uma vida normal até sofrer um grave acidente de carro. Desde então, ela, milagrosamente, não consegue mais envelhecer, se tornando um ser imortal com a aparência de 29 anos. Ela vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Mas ela conhece o jovem filantropo, Ellis Jones (Michiel Huisman), um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade. E para quem adora a atuação de Harrison Ford, ele também está no elenco. 

E então... gostaram? 

Beijos,

segunda-feira, 13 de abril de 2015

A feliz descoberta da semana: um sebo on line.

Olá!! Hoje é dia de contar um pouco sobre um site de compra on line que descobri (ressaltando que não é publipost hein!). É mais uma daquelas invenções que muitas vezes damos graças a Deus por alguém ter pensado no assunto (risos), dado o desespero para ler um bom livro que esgotou nas prateleiras.

Há algumas semanas uma amiga me contou de um livro que eu já tive muita vontade de ler (como vocês sabem eu adoro um bom livro) e aquela vontade apareceu novamente. E sabem quando você fica desesperada atrás de um livro e não o encontra? Fui a todas as boas livrarias de São Paulo e nada de encontrá-lo, até que um atendente muito simpático da Livraria Cultura me deu a dica deste site que eu queria compartilhar aqui.

Já conhecem o Estante Virtual



Ele é um sebo on line onde é possível encontrar livros com edições esgotadas difíceis de encontrar nas livrarias tradicionais. Você pesquisa o livro e ele faz uma busca de onde encontrar em uma livraria (não tenho certeza, mas acho que também tem livros usados - os meus vieram de livrarias de diferentes estados). Aí é só fazer o pagamento on line através de cartão, ou em determinadas vezes um depósito na conta da livraria, e após a confirmação, o livro é enviado. O máximo não é??

E então, alguém já conhecia? Gostaram? Eu adorei e já estou até fazendo minha listinha (rsrs). 

Beijos

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Para quem adora recepções: o workshop Receber com Charme de Ingrid Lisboa.

Não sei quanto a vocês, mas nunca fui muito festeira. Fico aflita só de pensar que, se convidar 80 pessoas para uma festa, posso não conseguir dar atenção a todas. Parece bobagem para os festeiros, mas para mim causa até dor de estômago. Mas devo confessar uma – talvez? – contradição: adoro receber! Sim, adoramos (e eu meu marido) gente em casa para comer, beber e papear. Adoro dividir o sabor de um prato novo recém aprendido ou esperar meses para beber com um casal de primos (que amamos muito!) algum vinho trazido de viagem. Satisfação pura na nossa vida!


No entanto, mesmo gostando muito de receber tive de aprender todo o "know" das pequenas recepções domésticas. E, desde que comecei a ministrar curso para copeiras residenciais, sempre recebo pedidos das próprias donas de casa – e de suas amigas – para dar curso de copeira para elas também. De tanto ensinar donas de casa a serem suas próprias copeiras surgiu a idéia de oferecer um curso especialmente desenvolvido para quem, como eu, adora receber – mas não tem tempo a perder com afetações, receitas difíceis ou dobras de guardanapo demoradas para fazer.

Todas as minhas pesquisas, estudos, experiências bem sucedidas e tropeços educativos se transformaram, então, em um curso: 

Receber com Charme (www.homeorganizer.com.br/site/cursos/curso-receber-com-charme). Nele conversamos desde sobre como montar mesas elegantes (até para o dia-a-dia!) e cardápio harmonizado com bebidas até como evitar saias-justas do tipo: “Como convidar meus amigos mas não a irmã que mora com eles?”.
Afinal, quem nunca teve dúvidas assim, ou de outro tipo, que levante a mão!

Não perca a chance de participar deste curso super especial!

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Dicas da Dra. Luciana Maluf: Como tratar lábios rachados.

Olá!! Alguém sofre com problema de lábios rachados? Infelizmente não tem maquiagem que disfarce o problema tão bem, mas tem dicas ótimas de dermato que amenizam o desconforto. E como nesta semana o friozinho chegou e também precisei redobrar os cuidados pensei num post para o blog (nunca se sabe né!). E acabei encontrando dicas ótimas da Dra. Luciana Maluf (já teve post dela aqui - lembram?). Vamos lá?

"Um fato cruel. Na hora da festa, no dia daquele encontro mega esperado, os lábios amanhecem com uma aparência de secos, rachados, às vezes até inflamados. Consequência de dias muito frios ou, para quem vive sob um verão intenso, de excesso de ar condicionado e ar muito seco.


Meu conselho:

Pare de lamber já! – A saliva é ácida e só faz quebrar a pele e agravar o problema.
Umedeça – Use vaselina ou manteiga de cacau várias vezes ao dia nos lábios. Isto vai ajudar a recuperar a hidratação natural, enquanto protege os cantos dos lábios ao mesmo tempo. Hoje já há produtos labiais com hidratante e protetor solar junto. Ideal para o nosso clima tropical!

Hidrate-se – Muita água nessa hora. Tome líquidos e certifique-se de que o ar à sua volta não esteja muito seco, se necessário use um umidificador.

Faça uma esfoliação bem suave nos seus lábios com um pano macio ou com a escova de dentes. A pele labial já é muito fina, e isto vai expor a pele nova e ajudar na cicatrização. Mas, muito cuidado! 

Vale uma explicação do seu dermatologista.
Evite comer alimentos salgados, que aumentam a necessidade de lamber os lábios.
Considere sua dieta. Certas vitaminas são críticas para manter a saúde da pele e dos lábios. Isso inclui vitaminas A, B, C, B2 (deficiência de riboflavina) e E. Então, se você não tem certeza de que sua alimentação está balanceada, talvez seja a hora de pensar em suplementos vitamínicos e minerais.

Hidratação injetável: Atualmente existe a hidratação injetável à base de ácido hialurônico como mais uma ferramenta hidratante quando só os produtos tópicos não derem conta do ressecamento. Ele dá um “booster” nos lábios, puxando a água para o local e melhorando os sulcos ou rugas labiais".

Beijos,

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Por Juliana Skliutas: "Cores amigas". Você sabe quais são as suas?

No início do século XX o professor de artes Johannes Itten da escola Bauhaus na Alemanha fez uma descoberta no mínimo interessante. Ele notou que os seus alunos sempre escolhiam as mesmas cores para criar seus trabalhos. Tais cores sempre se assemelhavam as cores da pele, do cabelo e dos olhos de seus alunos. Daí criou-se a teoria da Coloração Pessoal: as cores utilizadas por uma pessoa ao se vestir deveriam repetir e valorizar sua própria coloração.

Essa teoria foi utilizada anos depois pela estilista Suzanne Caygill dos Estados Unidos que organizou as cores em quatro grupos: primavera, verão, outono e inverno. Através desta paleta sazonal, ficou mais fácil escolhermos as cores das nossas roupas, graças a esta ferramenta tão preciosa.





















As cores que harmonizam com a nossa coloração pessoal podem nos dar uma aparência mais jovem, mais iluminada e mais saudável. Enquanto que do contrário podemos parecer cansadas, envelhecidas e apagadas... Socorro!

Hoje em dia existem vários métodos de definição da cartela de cores para uma pessoa, mas todos devem levar em consideração a intensidade, o valor e o subtom das cores. As cores também podem ser quentes, frias, intensas e luminosas. Todas essas informações servem de base para as compras de roupas e acessórios e montagem de Looks de forma harmoniosa e reveladora.


A Personal Stylist ou consultora de imagem pode fazer esta análise de coloração pessoal para você. Ela te auxilia sobre o valor e a intensidade das cores que te valorizam. Aquela história de gastar dinheiro com peças porque tal cor está na moda, já era! Se ela te valoriza e harmoniza com você, pode usar e abusar. Senão, a Personal Stylist vai te ensinar como usá-la sem “derrubar” sua produção.

Depois de definida, a paleta personalizada de cores será o seu guia. São sempre as mesmas dezoito cores, estudadas para te ajudar na comunicação correta da imagem que você quer passar.


As cores também passam uma mensagem sobre a personalidade da pessoa. Enquanto você não tem sua cartela de cores definidas em suas mãos, conheça uma pouco sobre o significado por trás delas:

Vermelho – Corajosa, sexy, impulsiva, dominadora
Azul – Calma, honesta, conservadora, inventiva
Amarelo – Receptiva, acessível, alegre, otimista
Laranja – Espontânea, prática, calorosa, extrovertida
Violeta – Criativa, espiritualizada, sonhadora, romântica
Verde – Estável, leal, responsável, simpática
Preto – Audaciosa, autoritária, chic, elegante
Branco – Inocente, pura, feminina, fiel
Cinza – Modesta, controlada, poderosa, confiável
Marrom – Educada, bem-sucedida, perseverante, segura
Rosa – Artística, doce, delicada, refinada

E então, quer saber quais são suas cores amigas? 

Beijos,

Juliana Skliutas
Personal Stylist
www.julianaskliutas.com

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Dicas da Ingrid Lisboa: O que levar – e o que não levar – na mala de viagem

Olá!!!

Para quem sentiu falta dos posts da Ingrid no blog hoje é dia de overdose de homeorganizer por aqui (risos). Tem mais um post! Sempre recebo e-mails pedindo dicas para a organização da mala de viagem, e vou ser sincera com vocês... eu não tenho a menor idéia do que levar sempre!! 

Minha mala leva dias para ser fechada, principalmente pela combinação libriana/exagerada (entenda como indecisão/exagero mesmo - por mim levaria a casa!) E como tem muita gente arrumando as malas para as férias, o post é para dar uma pequena ajuda na hora de estabelecer o que levar e o que não levar na mala. Vamos lá?


Fim de ano chegando… e já é quase hora de pensar no que levar na mala de viagem, certo? Para quem tem filhos pequenos então, pensar nas malas pode causar até calafrios, pois apensar de ser por um ótimo motivo, dá bastante trabalho! E, como sempre achamos que precisamos levar muito mais roupas do que realmente vamos precisar, podemos perder muito tempo se não nos organizarmos. As 5 principais regras que uso ao escolher o que levar na minha mala, e também na do meu pequeno de 7 anos, são:

1 - Estabelecer duas cores de base e depois escolher peças que sempre combinem com elas. Algo assim: levar blusas de lã, casacos e calças nestas duas cores de base e escolher vários echarpes, lenços e cachecois que combinem com todas as calças, blusas e casacos. Assim você vai certamente levar menos roupas. E poderá aproveitar o espaço livre na mala para compras…

2 - Nunca levar sapatos novos. Sapato bom para viagem é sapato que já foi usado. Claro que não precisa ser sapato velho, mas apenas um par com o qual você se sinta à vontade para caminhar, mesmo que por muitas horas.

3 - Levar apenas roupas de tecidos que não amassam, ou que amassam bem pouco. Para vestidos, por exemplo, eu sempre incluo na mala modelos confecionados em jersei, tecido que nunca amassa, ou viscose (de um tipo que não amasse). Evito também levar roupas em linho, pois dificilmente chegam bem passadas no destino final.

4 - Quando for viajar para lugares com ruas de terra (Itacaré, Monte Verde, Gonçalves e similares), melhor deixar em casa suas calças e casacos de cores claras. Ou, caso decida levar, saiba que a lama pode não sair da sua roupa caso demore muitos dias para ser lavada.

5 - Sempre levar uma troca de roupa do clima contrário do que você encontrará no destino escolhido, especialmente quando viajar pelo Brasil. Não é difícil que, num dia bem quente, faça uma noite meio geladinha. E se você estiver prevenida, nem vai ligar!

Se quiser aprender a organizar sua mala de viagem, participe do nosso CURSO DE ORGANIZAÇÃO DE VIAGENS E MALAS, dia 6/12 em SP
Mais informações:

Beijos,

Por Ingrid Lisboa: Como guardar as roupinhas que não servem mais na criança.

Quando conversamos sobre a organização de roupas infantis nos meus cursos de organização de residências, sempre há uma pergunta recorrente: como organizar as roupinhas que não servem mais na criança, mas serão usadas pelo próximo filho ou por um primo ou filho de amigo da mamãe. 

Daí resolvi perguntar para algumas clientes e amigas, tanto as que guardaram por alguns anos estas roupinhas quanto as que começaram a guardar há pouco tempo. Divido com vocês minhas dicas, mas também as delas.


Uma cliente da HO seguiu minha dica de separar estas roupinhas por meses (Menino - RN, 3 a 6 meses, 6 a 9 meses), assim como fazem as lojas. Ela guardava tudo em sacos plásticos de reduzir volume. A Carla comprou vários da marca Space Bag fora do Brasil, mas se você achar o preço por aqui um pouco salgado pode investir nos da marca Ordene, que uso em casa e são muito eficientes para organizar as roupas do meu pequeno.

Atenção: O detalhe do uso dos sacos de reduzir volume é que somente roupas muito, mas muito secas mesmo, podem ficar nestes sacos, para evitar que a umidade vire uma mancha de mofo. 

Como eles são fechados a vácuo e não deixam a roupa respirar, qualquer umidade faz um estrago enorme. Além disso, nunca coloque roupas de seda e couro nestes sacos, porque estes tecidos mofam facilmente.



Em relação a que tipo de roupas guardar, a maioria das mamães que consultei guarda apenas as roupinhas que estiverem em excelente estado ou aquelas que remetem a alguma ocasião especial. Uma cliente minha, a Paula, me contou que batizou os filhos com a mesma roupinha com que foi batizada. Por isso está zelando cuidadosamente destas roupinhas, para que seus netos também possam ser batizados com a mesma roupa. Ela guarda esta roupinha especial numa capa de TNT, num cabide. Já a Marina Bernardes Xandó, que assina o blog AskMi e não pretende ter mais filhos, está guardando todas as roupinhas de maternidade da pequena Maria Victoria para que, no futuro, ela use em seu bebê. Que privilégio ter avós tão detalhistas e cuidadosas como a Paula e a Marina, não?

Agora vamos às peças que não estão na lista das que serão guardadas: devem ser doadas todas as que estiverem gastas (principalmente no joelho, quando o bebê está engatinhando), as que ficarem manchadas (seja lá do que for!), as que estiverem desbotadas de tanto serem lavadas e, inclusive, aquelas roupinhas lindas de vier, mas desconfortáveis. 

Uma coisa interessante que pude atestar com minha pesquisa é que, na maioria das vezes, boa parte das roupinhas acaba não sendo passada adiante. A personal chef especialista em comidinhas infantis Mayra Abucham, que é mãe de quatro crianças, me contou que a grande maioria das roupas de seus pequenos foi doada. Ela guardou apenas as que estavam bem bacanas. E, como utilizou caixas plásticas bem vedadas, mesmo guardando tudo no depósito de seu prédio, ao retirar as roupinhas teve apenas de lavá-las novamente. Nada de mofo ou manchas de guardado.

Mas claro que existem outras opções de armazenamento. A Marina Xandó, por exemplo, guardava tudo que iria para suas sobrinhas em malinhas super fofas (que eu vi e amei!!!), e abusou de etiquetas, para não misturar com outras roupas guardadas no mesmo local. Minha dica final, para complementar estas opções de armazenamento são as caixas de TNT. Elas são durinhas, resistentes e, como são feitas de material respirável e delicada, não estragam nem mancham nada. Para completar, coloque duas bolinhas de cedro em cada caixa, para evitar as indesejáveis traças. E boa organização!

Se quiser aprender organizar e administrar sua casa, conheça meus cursos de organização e gestão doméstica no www.homeorganizer.com.br/cursosdeorganizacaodomestica.

Beijos

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Italian Food: A filial do restaurante Italy no Shopping Maket Place.

Olá!!! Hoje quero contar pra vocês de um novo restaurante na minha lista de queridinhos por conta da comida, atendimento, ambiente, enfim, tudo. Eu já conhecia o Italy da Oscar Freire, que eu gosto muito, e na segunda-feira, fui convidada para à Inauguração da primeira filial do Italy no Market Place junto a blogs de super especializados em restaurantes e boa comida, os quais eu sigo há um bom tempo (depois vou escrever post indicando todos pra vocês - além de ótimos, os blogueiros são uns amores!!). Já imaginaram né ... eu adorei !!!


O restaurante Italy, para quem não conhece tem à sua frente Paulo Kress e o Chef Paulo Barroso de Barros e pertence ao grupo Egeu que também tem em sua famosa lista o Kaá, Girarrosto e General Prime Burger no Market Place.


O novo Italy tem 24 metros de fachada, 140 Lugares, pé-direito de 6 metros de mais uma varanda aberta para o Corredor. Na decoração, madeira de demolição e espelhos, chamam a atenção três lustres, cada um deles com 54 Rolos de macarrão pendurados.

Composto de entrada e prato principal, o menu do executivo (de segunda a sexta até às 15h30) com preço atrativo.  Minhas Indicações nenhum lugar vocês já devem Imaginar pelas fotos (não resisti) são o ravioli com recheio de alcachofra e como sobremesa o soufle de chocolate. Muito bons !!! 


Italy- Shopping Market Place
Avenida Doutor Chucri Zaidan, 902 (piso térreo),
tel .: (11) 5182-5767.
Segunda a quinta e domingo, 11h45 / 23h
Sexta e sábado, 11h45 / 0h

E então ... gostaram?

Beijos,

sábado, 15 de novembro de 2014

Dicas de Amelinha Amaro: Café da tarde com amigas.

Olá!!!

Eu já contei pra vocês que nesta semana fui assistir mais um workshop (estou nessa fase... e adorando!) da Amelinha Amaro da Divino Espaço, com suas famosas mesas de Natal (até postei o convite aqui pra vocês - lembram?). Foi uma tarde muito gostosa primeiro porque é uma delícia ver (e aprender) coisas lindas, e segundo, para encontrar amigas. 

Sou super à favor de um dia da semana só para as amigas, e pensando nisso, o post de hoje é com dicas da própria Amelinha Amaro para quem gosta de tudo bem organizado, uma mesa bem bonita e charmosa para um café da tarde com amigas. 

O legal é que você pode até adotar a idéia para comemorações, por exemplo eu costumo comemorar meu aniversário com um café com amigas em casa, normalmente no fim de semana. Sempre escolho o café porque sou a única sem filhos e sei como é complicado sair com crianças à noite e fica mais pessoal do que chamá-las para ir a um restaurante. Adoro!!!!. Tem coisa mais gostosa do que um fim de tarde com amigas?? 

Vamos às dicas: "Eu, particularmente, acho muito gostoso preparar um chá da tarde, principalmente, porque ele vem acompanhado da ideia de um encontro entre amigas, mulheres da família e em um horário agradável, no fim de tarde. Seguindo as tradições inglesas, o chá deve ser servido às cinco horas, mas como aqui é difícil manter a pontualidade e todos temos muitos compromissos, os horários acabam sendo combinados e qualquer hora se torna a hora do chá. 

Outro aspecto muito gostoso dessa reunião são os alimentos que são servidos, sempre leves e com ar de lanche da tarde: brioche, croissant, torradas finas, geleias, bolo, morangos e sanduichinhos de pão de miga com manteiga e pepino, bem típicos dos chás ingleses. 

A mesa deve ser preparada com muita delicadeza, com elementos femininos, como flores, louça de porcelana, uma toalha de renda ou outra que prefira. As pessoas adotam uma postura elegante, sutil, de relaxamento ao tomar um chá, que além de ser muito fácil de preparar, torna o dia muito mais agradável.

Espero que essas dicas tenham ajudado a te inspirar na hora de montar o seu chá com as amigas ou com quem goste de reunir em casa." 

Quer inspiração para começar? Vamos lá!!!!

Idéias simples, mas que na mesa ficam lindas:


Abaixo, foto das meninas do Vamos Receber.



É claro que num post com inspirações para nossa mesa de café com as amigas eu usei as duas fotos (abaixo) de eventos lá da Amelinha Amaro, em dois momentos um brunch, que eu fui há alguns meses e um nesta semana, com decoração natalina, para quem já está pensando em algo no tema. Os bolos eram da Sucrier. Aliás, eu adoro os bolos de lá, são muito bons!!!



Para quem gosta de boas inspirações para a decor da mesa tem blogs muito legais com dicas ótimas, e um que estou adorando e gostaria de aproveitar a oportunidade e indicar aqui porque eu adorei quem escreve, a Izabel Yunes, é o We Share Ideas (ela montou uma mesa na exposição da Divino Espaço das mesas de Natal.. lembram do post - Exposição de mesas de Natal da Divino Espaço?).

E então... gostaram? 

Beijos,