Mostrando postagens com marcador Gourmet Dicas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Gourmet Dicas. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Flower Cake: Nova tendência na confeitaria tem curso em Belo Horizonte.

A famosa cake designer Amélia Lino estará em Belo Horizonte para ministrar cursos de flower cake, técnica que consiste na confecção de flores de creme de manteiga translúcido ou de chantili de leite em pó para decoração culinária. Amélia tem viajado o Brasil para ensinar essa técnica muito conhecida na Coréia. A cake designer, que é a precursora do flower cake no Brasil, chega a dar dezoito cursos por mês para difundir a decoração de bolos com flores. 


Advogada de formação, decidiu investir no hobby de fazer bolos depois de precisar mudar de cidade várias vezes para acompanhar o marido no trabalho. Após o sucesso das encomendas, Amélia resolveu dar um passo maior e teve a ideia de ministrar cursos. O novo empreendimento deu tão certo que o marido, que é engenheiro, pediu demissão do emprego para acompanhar e ajudar a esposa.


Quem quiser aprender a técnica pode entrar em contato com a equipe da Amélia Lino. O curso em BH será no dia 26 de agosto.

Serviço:
Dias: 26/08
Horário: 9h00
Local: Espaço CupFit, Rua Santa Catarina, 1627, Lourdes
Informações: (31)99246-2400

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Réveillon: Dois drinks para brindar a chegada do novo ano.

Olá!! Quem já está na contagem para ver 2016 ir embora? E então, quem já está pensando no décor?? E nas boas receitas? Para quem adora comemorar hoje tem receitas de drinks: a primeira delas, com espumante (Foto: Rubens Kato), criada pelo barman Marcelo Serrano, do bar Recreo: e uma bebida refrescante para o verão, o Mint Julep, com Bulleit! Vamos lá?

Receita: Jardim Recreo
Ingredientes:
10ml gin 
20ml xarope Monin maçã Verde
10ml suco de limão
100ml espumante.


Modo de Preparo: mexer tudo em um copo. 

Decoração: Fatias de maçã Verde com pimenta preta moída por cima.


Drink: Mint Julep
Ingredientes:
8 folhas de hortelã
10 ml xarope de açúcar
60 ml Bulleit
Gelo britado
Folhas de hortelã para decorar
Canudo

Modo de preparo: Coloque as folhas de hortelã e o xarope de açúcar, macere levemente. Adicione o Bulleit, o gelo e sirva com hortelã para decorar.


domingo, 17 de julho de 2016

Por Chef Lourdes Bottura: Espaguetini com camarões.

Olá!! Hoje é dia daqueles posts de receitas de Chefs que nós amamos para fazer aquele almoço ou jantar especial em casa! Ultimamente, preparar boas receitas em casa é praticamente uma terapia (quem concorda?), reunir a família ou amigos e preparar juntos, ou quem sabe se aventurar sozinha é muito bom. E então, pensando nisso, quem dá uma ajuda com o menu hoje é a Chef Lourdes Bottura do restaurante Badebec: Espaguetini com Camarões.


Ingredientes: 
550g de espaguetini
25 camarões
4 tomates grandes cortados em cubos
1 colher de sobremesa de cebola picada
1 colher de chá de alho picado
150 ml de azeite
Sal e pimenta a gosto
Folhas de manjericão

Modo de preparo: 
Aqueça 1 litro de água com uma colher de sobremesa de sal. Depois que a água estiver fervendo, cozinhe a massa até que esteja ao dente. Em uma frigideira, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho. Depois de dourar, acrescente os camarões e, quando mudar de cor, adicione os tomates picados. Corrija o sal e a pimenta e finalize com as folhas de manjericão. Disponha a massa em um prato de servir. Cubra com o molho e finalize com fio de azeite e folhas de manjericão.

Para quem gosta de se aventurar na cozinha e de uma boa receita, segue o link de mais duas boas receitas da Chef Lourdes Bottura: Ravioli de Zucca com pupunha e camarões e uma sobremesa, Mousse de Côco com Côco Queimado.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Por Chef Lourdes Bottura do Badebec: Mousse De Coco Com Coco Queimado.

Olá!! Sexta-feira é um dia festivo sempre, e nada melhor do que uma boa sobremesa para um jantarzinho com a família e amigos. E falem a verdade, nós amamos aprender uma nova receita para estes momentos! Pensando nisso, hoje tem uma receita super saborosa da Chef Lourdes Bottura, do restaurante Badebec. A receita: Mousse De Coco Com Coco Queimado.


Fundo Torta:
80g de biscoito maisena
01 colher de sopa de manteiga
01 ovo

Preparo:
Numa tigela coloque os biscoitos triturados, junte a manteiga e mexa com a ponta dos dedos até incorporar, acrescente o ovo e misture bem.
Numa forma de 15 a 18 cm de diâmetro espalhe o farelo de biscoitos, pressionando bem.
Leve ao forno a 140º por 10 minutos. Reserve

Mousse:
250 ml de leite de coco
200 ml de creme de leite fresco
200g de leite condensado
150g de coco fresco ralado grosso
150g de coco fresco ralado fino
15g de gelatina em pó, sem sabor
06 morangos

Preparo:
Misture a gelatina em pó com 4 colheres de sopa de água e dissolva em banho maria ou no microondas por 30 segundos. Reserve. Bata o creme de leite em ponto de chantilly. Reserve. Coloque o coco ralado fino numa assadeira, polvilhe com o açúcar e leve ao forno por 15 minutos ou até dourar.
Numa tigela coloque o leite condensado, o leite de coco e mistura bem, adicionando o coco ralado e o chantilly. Despeje a misture na forma com fundo de biscoitos e leve a geladeira por 12 horas.
Rendimento: 10 a 12 porções

Para os apaixonados por gastronomia, aqui neste link há outras receitas.


quinta-feira, 14 de abril de 2016

Drinks gelados para comemorar o Dia Internacional do Café.

Olá!! Quem ama um bom café? Já que este é o melhor horário para falar no assunto, hoje tem post com receitas da marca italiana De'Longhi. As receitas são de drinks gelados com café espresso, com ou sem álcool, fáceis e rápidas de fazer e que vão refrescar o seu dia e surpreender o paladar. Para quem gostou tem mais em http://www.delonghi.com/pt-br/produtos/cafe/receitas/drinks-especiais


Frappe
Ingredientes:
2 expressos curtos
40 ml de leite condensado
40 mil de creme de leite
Raspas de casca de limão
chantily
Gelo
Modo de preparo: Bata os cafés expressos, leite condensado, creme de leite e o gelo no liquidificador. Coloque em um copo e finalize com chantilly e rapas da casca de limão.

Vienense
Ingredientes
20 mil de calda de chocolate
30 ml de licor
2 expressos curtos
Canela
Chantily
Modo de preparo: Coloque a calda de chocolate e o licor em um copo, os cafés expressos por cima e finalize com chantilly e canela.


Mocha
Ingredientes
30 ml de calda de chocolate
40 ml de expresso forte
20 ml de leite vaporizado
Modo de preparo: coloque a calda de chocolate no copo, o leite vaporizado, acrescente o expresso forte e para decorar a calda de chocolate.

Irish
10 gr de açúcar
10 ml de uísque
20 ml de leite batido
40 ml de expresso
Modo de preparo: misture o açúcar, o uísque e o expresso e finalize com o leite batido.

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Por Chef Lourdes Bottura do Badebec: Salada de Ravioli de Zucca com Pupunha e Camarões.

Olá! Alguém pensando em boas receitinhas para feriado e fim de semana? Hoje tem post de receita de uma boa opção de entrada no blog, e muito boa já que é bem leve (para quem gosta). A receita é de um restaurante que eu gosto muito aqui em São Paulo, o Badebec e sugestão da Chef Lourdes Bottura: Salada de Ravioli de Zucca com Pupunha e Camarões.
 
Ingredientes:
350 g ravióli de abóbora
200 g espaguete de pupunha
12 unidades de camarões
06 lâminas de rabanete
02 colheres de chá de alho picado
01 colher de chá de salsa picada
01 colher de sobremesa de raspa de limão siciliano
02 colher de sopa de azeite extra virgem
100 g de edamame
Folhas de tomilho
Brotos e mini folhas
Sal e pimenta a gosto 
Preparo: numa panela ferva ½ litro de água, coloque a edamame por 03 minutos. Resfrie e retire as sementes. Reserve.
Utilize a mesma água e acrescente 01 colher de chá de alho picado, o tomilho e coloque os camarões por 01 minuto ou até mudar de coloração. Reserve.
Tempere o espaguete de pupunha com azeite, sal e pimenta. Reserve.
Em outra panela ferver agua, adicione uma colher de chá de sal e acrescente a massa apenas para aquecer por aproximadamente 1 minuto, retire e tempere com azeite e sal. Reserve.
Em uma frigideira aqueça uma colher de sobremesa de azeite doure o alho e refogue os camarões, ajuste o sal e a pimenta e finalize com a salsa picada.
Montagem: em um prato de serviço disponha 5 ravióli, sobreponha com o pupunha e finalize com as sementes de edamame, os brotos, a lâmina de rabanete e os camarões, antes de servir regar com fio de azeite.
Opcional: Montar numa única travessa.
Rendimento: 06 porções
 
Beijos,

sábado, 24 de outubro de 2015

4ª Settimana della Cucina Regionale Italiana traz renomados chefs italianos para restaurantes de SP.

De hoje, dia 24 a 31 de outubro, São Paulo sedia a 4ª Settimana della Cucina Regionale Italiana. Durante o período, 20 renomados restaurantes da cidade vão receber chefs italianos para a criação de menus exclusivos a preços fechados, em homenagem a cada uma das regiões da Itália. A programação inclui ainda workshops e concursos.

Com foco em promover um intercâmbio ainda maior entre os dois países, neste ano o evento conta com a participação de 20 chefs (em 2014, nove chefs estiveram no Brasil), como o três-estrelas "Michelin" Roberto Cerea, do Da Vittorio, Pasquale Palamaro, do Indaco, e Sebastiano Lombardi, do Il Pellicano, ambos detentores de uma estrela "Michelin", e Giovanni Guarneri, do restaurante Don Camillo, premiado no importante guia italiano "Gambero Rosso", que vão cozinhar em parceria com os líderes dos restaurantes da capital. 


Os restaurantes italianos Buttina e Sensi Gastronomia receberão os conterrâneos chefs Sebastiano Lombardi e Antonio Magliulo, que trabalham nos hotéis Il Pellicano, em Porto Ercole, e La Posta Vecchia, em Ladispoli. Ao lado dos chefs residentes, os dois comandarão as cozinhas e servirão menus exclusivos a preços fechados.
Para os pratos que servirá no Buttina, criados junto à Filomena Chiarella (chef e proprietária da casa), Sebastiano Lombardi usará ingredientes importados que trouxe na própria bagagem. O jovem italiano, aliás, já desponta como talento mundial e ostenta uma estrela Michelin. O menu homenageia a região da Toscana, onde se encontra o cinco estrelas Il Pellicano, e custará R$ 82 no almoço e R$ 118 no jantar, com delícias como a massa fresca com erva doce, ovas de tainha e mini lulas, ou o filetto di manzo com cogumelos e beterraba.



Já no Sensi Gastronomia (já citado aqui no blog várias vezes), comandado pelo chef e também dono Manuel Coelho,  o menu concebido a quatro mãos reproduzirá a culinária típica da região do Lazio, onde fica o hotel butique La Posta Vecchia - no qual o chef Antonio Magliulo trabalha. No cardápio, sabores salgados se misturam a doces, caso do antipasto de anchova fresca recheada com doce de tomate, rúcula e semente de cacau, e do risoto cacio e pepe com pêra e fava fresca (R$ 75 no almoço e R$ 120 no jantar).



Ao todo, serão 160 receitas, incluindo duas opções de menu com entrada, primeiro e segundo prato e sobremesa, que exaltam a genuína cozinha das 20 regiões italianas. Enquanto os chefs terão a oportunidade de trocar conhecimento sobre produtos e técnicas, o público poderá se aproximar da autêntica culinária da Itália, reconhecida mundialmente pela qualidade de seus ingredientes, variedade de pratos e riqueza de sabores.

A Settimana della Cucina Regionale Italiana é promovida pelo ITA (Italia Trade Agency), ICIF (Italian Culinary Istitute for Foreigners), Accademia Italiana della Cucina, ENIT (Agenzia Nazionale del Turismo), IIC (Istituto Italiano di Cultura) e Italcam (Câmara de Comércio Ítalo-brasileira), com o apoio da Embaixada da Itália e Consulado Geral da Itália em São Paulo e patrocínio do Grupo Comolatti, Polvani Tours e Eccellenze Italia.

Abaixo, as casas participantes e regiões que representam. Os menus de três e quatro tempos serão oferecidos no almoço e jantar. Para cada uma das etapas, os cardápios oferecem duas opções e os preços variam de R$ 60 a R$ 180 por pessoa, de acordo com o perfil do restaurante.

Aguzzo - Umbria - Buttina - Toscana - Casa Santo Antonio - Sardegna - Friccò - Veneto - La Madonnina - Abruzzo - Maremonti - Campania - Pasquale - Puglia - Pettirosso - Valle d´Aosta - Picchi - Sicilia - Piselli - Friuli Venezia Giulia - Pomodori - Piemonte - Santo Colomba - Trentino Alto Adige - Sensi- Lazio - Spadaccino - Basilicata - Supra - Calabria - Terraço Itália - Lombardia - Tre Bicchieri (foto - Lasanha à marchigiana com ragu de carnes mistas)  - Marche - Vinarium - Molise - Vinheria Percussi - Liguria - Zena - Emilia Romagna

Mais informações:
Instagram: @ita.brasil
#SettimanaItaliana #ItaliaemSP
Facebook: ITA Brasil (facebook.com/icebrasil)

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Dicas da nutricionista Débora Soares: Como organizar uma lancheira saudável para as crianças.

Olá!! Ainda estamos na semana da criança certo? Então hoje tem um post para as mamães aqui no blog! Agradar o gosto das crianças e ao mesmo tempo contribuir para a saúde delas é um desafio diário para aqueles que preparam a lancheira de todos os dias. Por isso, Débora Soares, nutricionista da Bianca Simões Cozinha Natural (como de costume, mais informações no final do post), conta como fazer escolhas inteligentes e saudáveis na hora de montar o lanche da escola das crianças. 

Segundo ela, a ferramenta principal para conseguir optar pelos melhores itens é a organização. “Hoje em dia tempo é algo que falta para muita gente. Oriento para que separem um dia da semana para deixar tudo pré-preparado, para que na correria só restem alguns ajustes”, diz.  

Sobre o paladar dos pequenos, Débora conta que as preferências deles são compostas por três itens, sendo o primeiro deles a influência que recebe. “Se os pais comem com frequência alimentos processados, com alto teor de açúcar e sal não adianta querer que a criança goste dos alimentos saudáveis”.


O segundo é a educação do paladar. Ela diz que o gosto fica mais acentuado de acordo com o que a criança come e precisa ser moldado desde cedo. Já o terceiro item é a aparência da comida. “Por isso usar da criatividade nos pratos para chamar a atenção das crianças já ajuda bastante na aceitação.”, diz. 

Para auxiliar no preparo da lancheira das crianças, a nutricionista dá a dica de substituições inteligentes e saudáveis. 

Lancheira Convencional: Pão tipo bisnaguinha,  recheio de presunto ou peito de peru, suco de caixinha e bolinho industrializado de sobremesa. 

Débora conta que as bisnaguinhas são feitas de farinha de trigo refinado, que possui baixo teor de fibras. O recheio, na sua maioria é de embutidos como peito de peru ou presunto, que segundo ela possuem alto teor de sódio e aditivos químicos.

Para beber, os famosos sucos de caixinha são uma opção que  de acordo ela, precisa ser evitada no cardápio. “Contém alto teor de açúcar e baixo nível de compostos bioativos e nutrientes na composição, principalmente devido ao processo de pasteurização”. 

De sobremesa, os bolinhos industrializados normalmente são os preferidos. Débora explica que possuem grande quantidade de açúcar e gordura.  “Opções como essas favorecem o excesso de peso e podem levar a alterações no comportamento das crianças, como a falta de concentração”, explica. 

Lancheira Saudável:  Pãozinho de Chia recheado com frango, bolo de banana com nozes e suco de uva integral orgânico. 

Segundo a nutricionista, é importante fazer a substituição dos carboidratos simples por carboidratos complexos  que possuem maior teor de fibras, vitaminas e minerais. “O pãozinho recheado com frango feito com batata e semente de  chia é fonte de proteína e contribui no desenvolvimento muscular”. 

Para a bebida, ela indica os sucos de frutas vermelhas  natural ou de uva integral orgânico. “Outra boa opção são os sucos mesclados de verduras e legumes como couve ou cenoura”. Esse suco natural proporcionara vitaminas e minerais às crianças. 

De sobremesa ela sugere o bolo de banana e nozes,  rico em gorduras insaturadas, que geram efeitos positivos ao organismo e ajudam bastante na saciedade.  

A nutricionista ressalta que a conservação e transporte dos alimentos também merece atenção. “A conservação é importante, por isso os sucos sempre devem ser acondicionados em recipientes escuros para minimizar a oxidação dos nutrientes e  todos os alimentos em lancheiras térmicas”, conclui. 

Sugestão de Produtos: Chia Pops recheado com Frango Bianca Simões Cozinha Natural: Alto teor de proteína, disponível em embalagens de 400g; Bolo de Nozes e Banana Bianca Simões Cozinha Natural; Fonte de fibras, potássio, magnésio e zinco. Disponível em embalagem de 700g ou 1,4kg. 

Para quem não conhece a Bianca Simões ela tem 26 anos, desde cedo se tornou uma amante da boa comida e passou a se arriscar na cozinha, sempre unindo o prazer de comer bem com um estilo de vida saudável. Em 2014, estudou na renomada escola Le Cordon Bleu e realizou vários cursos na área de gastronomia funcional pela Europa. De volta ao Brasil e com uma visão empreendedora afiada, Bianca percebeu que havia uma carência no mercado de produtos prontos para consumo que unissem o real sabor dos alimentos naturais com uma excelente qualidade nutricional, lançando o Bianca Simões Cozinha Natural.
Site: www.biancasimões.com.br

E então, gostaram?

Beijos,

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Por Chef Juliano Valese: Receita de Churros.

Olá!! Hoje tem post com receita por aqui! Um doce que tem feito sucesso em festas e é uma delícia é o churros. Eu adoro!! Imagine se ao contrário de rechear você colocar o recheio em cima, com doce de Leite, Nutella e calda de frutas vermelhas junto a uma bola de sorvete como é servido no restaurante Toreo Valese? O Chef Juliano Valese nos entregou a receita para experimentar em casa. O que acham? Vamos lá?

Receita de Churros - do Chef Juliano Valese, do Torero Valese

Receita de Churros do Chef Juliano Valese

Ingredientes:

1/2 kg de farinha de trigo
50 g de fubá
1/2 colher (sopa) de fermento em pó
1/2 colher (sopa) de bicarbonato de sódio
1 litro de água
50 g de açúcar
1 colher (sopa - cheia) de sal
1/2 xícara (chá) de óleo
Açúcar misturado com canela para polvilhar

Modo de preparo:

Numa tigela, misture a farinha de trigo, o fubá, o fermento em pó e o bicarbonato de sódio. Reserve.
Numa panela grande, coloque a água para ferver com açúcar, sal e óleo.
Quando levantar a fervura, coloque a mistura da farinha (reservada) de uma vez só e mexa rapidamente com uma colher de pau para não empelotar.
Deixe cozinhando por 3 minutos, mais ou menos. Dica: se ficar muito mole, adicione um pouco mais de farinha de trigo. Se ficar muito duro, coloque um pouco de água fervente.
Desligue o fogo, transfira para uma tigela e deixe esfriar.
(se for utilizar o saco de confeiteiro, utilize a massa ainda quente; se for utilizar a máquina caseira, utilize a massa fria)
Coloque a massa dentro de uma máquina caseira de churros (ou dentro de um saco de confeiteiro com bico próprio para churros) e faça os churros com cerca de 15 cm de comprimento.
Leve para fritar em óleo quente a 180ºC até que doure.
Coloque sobre papel absorvente e polvilhe açúcar com canela.
Para churros comum, recheie com o auxílio de uma bisnaga para catchup ou bisnaga de injeção de temperos.

E então, gostaram? 

Beijos,

terça-feira, 30 de junho de 2015

Gastronomia: As Novidades no menu do Mimo.

Post para quem adora bons restaurantes... Já falei do Mimo aqui algumas vezes lembram? A novidade é que a empresária Fernanda Duarte e o Chef Volney Ferreira incluem novas criações no cardápio. O restaurante Mimo está com novidades no cardápio. As receitas foram elaboradas pelo chef da casa, Volney Ferreira, juntamente a proprietária Fernanda Duarte, com diferentes sugestões de entradas, pratos e sobremesas, todas com toques mediterrâneos, sempre priorizando ingredientes frescos e de qualidade.


Uma das novas opções de entrada é a Sopa de melão, que leva ainda burrata e presunto parma (R$ 32). Algumas entradas foram reformuladas, como a Língua bovina, agora com picles de legumes e sorvete de mostarda (R$ 30), e a Carne crudda, com terrine de rabada, aliche, aioli e salsão marinado (R$33). Das massas e risotos, a novidade é o Spaghetti com tomate pelati, queijo burrata e raspas de limão siciliano (R$ 42,50), o Ravióli de mozzarella, com consommé de frutos do mar (R$ 44) - que também possui uma opção veggie, com molho ao sugo e manjericão – e o Risoto de salmão curado, com pesto de dill e crítricos (R$ 46,50).


Nos pratos “Terra, céu e mar”, o Bife ancho, acompanhado de purê de batata, cebolas ao sal, chips de abobrinha e berinjela e arroz biro-biro (R$ 63), o Filé mignon com risoto de cebola caramelada (R$ 55), a Bochecha de boi, com purê de couve-flor e berinjela glaceada (R$ 51), o Filé mignon de porco, com barriga de porco, repolho, maionese caseira de cebolinha e batatas ao zimbro (R$ 54) e as Costelas de cordeiro, acompanhadas de polenta e espinafre (R$ 69).

O Hambúrguer da casa ganhou nova versão e agora é feito com hambúrguer de costela, pancetta, creme de cebolas, tomate assado, provolone, batatas e aioli de tabasco (R$ 36). 
As opções de peixe do dia também mudaram - são três opções diferentes agora: Envolto em abobrinha, com pimentão marinado e berinjela salteada (R$ 59), com Creme de feijão, pasta, folha de tomate confitado (R$ 59) e com Ricota tostada, beterraba em texturas, picles de rabanete (R$ 59).

Para finalizar, o Brownie de gorgonzola, com sorvete de nozes e pêra cozida na baunilha (R$ 20), o Morango ao aceto balsâmico, com merengue, terra de chocolate e sorvete de manjericão (R$23) e o Cilindro de chocolate, com chocolate em diferentes texturas e caramelo quente (R$25).  

Sobre Mimo
Instalado em uma casa moderna e aconchegante na rua Caconde, o MIMO traduz a vontade da empresária e proprietária Fernanda Duarte de receber em um ambiente moderno com um cardápio variado com toques mediterrâneos, elaborado por ela e pelo chef Volney Ferreira. O próprio nome traduz o intuito da dona – cuidar e mimar seus clientes. A atenção especial é notada em todos os detalhes: desde a recepção da equipe ao mimo do dia, sempre com uma nova sugestão do chef.
  
Capacidade: 60 lugares área interna e 16 área externa
Endereço: Rua Caconde, 118 
Cep. 01425-010
Tel.: (11) 3052-2517
Manobrista (valet): R$20
Acesso para deficientes
Wi-Fi

quarta-feira, 17 de junho de 2015

O drink exclusivo James Bond do Le Bilboquet.

O Le Bilboquet terá drink exclusivo James Bond, a partir do dia 19 de junho, Dia Internacional do Martini, em parceria com a Belvedere. O drink criado com a vodka oficial do filme Spectre, a 24ª aventura do agente 007™ leva vodka, vermute seco e é decorado com um toque de limão. 

Quem frequenta NY sabe que o Le Bilboquet é parada obrigatória. O restaurante, que abriu as portas em São Paulo em julho de 2013, tem um ambiente animado e cardápio delicioso, característicos da unidade americana.


Serviço Le Bilboquet
Rua Vitório Fasano, 49 Jardim Paulista – São Paulo
Tel.: (11) 2615-1510 / 2615-1511
Horário de funcionamento: segundas e terças das 12h às 15h e das 19h às 24h; quartas das 12h às 15h e das 19h às 24h; quintas das 12h às 15h e das 19h à 1h, sexta das 12h às 16h e das 19h à 1h; sábados das 13h à 1h e domingos das 13h às 19h.
Capacidade: 74 lugares
Menu executivo – R$ 49 – entrada + principal ou principal  + sobremesa
Aceita todos os cartões: American Express, Diners, VISA e MasterCard.
Mesa ao ar livre - sim
Aceita o ticket Visa Vale
Não aceita cheques
Valet: R$22
Possui ar condicionado
Possui Wi fi
Não tem área de fumante
Possui área ao ar livre
Possui acesso para deficiente
Faz reservas pelo telefone

sexta-feira, 22 de maio de 2015

O novo Pomodori: a casa reabre com ambiente reformado e novidades no menu.

Olá!! Para quem está à procura de um bom lugar para jantar ou almoçar no final de semana, hoje tem o segundo assunto que mais amo aqui no blog: Um bom restaurante e, lógico, boa comida. 

Já visitaram o Pomodori? No comando da cozinha do Pomodori há dois anos, a chef Tassia Magalhães traz novidades para 2015. O ambiente está totalmente reformulado e o menu conta com pratos elaborados por ela, que foi mexendo aos poucos e agora reunirá novas receitas somadas aos clássicos da casa, que se mantêm no cardápio. Tássia Magalhães está entre as 30 pessoas influentes do mercado, abaixo de 30 anos em eleição da revista Forbes. 

A Tássia é super nova, tem 26 anos, começou em 2009 no Pomodori como estagiária de confeitaria, depois de um tempo, decidiu viajar e fez estágios AOC (Copenhagen, Dinamarca), especializado na gastronomia nórdica. Durante o período, trabalhou também com Thomas Parry, chef do famoso The Fat Duck, em Londres. A viagem ainda a levou para França e Itália.  De volta ao Brasil, em 2011, voltou ao Pomodori como subchef. Em 2013, assumiu como chef e cuida até hoje da casa.

O restaurante está totalmente reformado e com novidades no cardápio – a chef Tássia Magalhães incluiu mais receitas autorais. A casa já tem 12 anos, mas há dois a Tássia assumiu a cozinha e foi aos poucos imprimindo sua identidade na casa, até chegar esse momento, onde o ambiente e o cardápio estão da forma que ela queria. 



Todas as sugestões traduzem bem o conceito que Tássia vem imprimindo ao restaurante: seleção criteriosa de ingredientes, leitura contemporânea de pratos clássicos da Itália e variedade de sabores e texturas.  

Para acompanhar a nova fase, o ambiente também foi renovado. O projeto, assinado pelo do arquiteto português Tiago Lambuca, que no Brasil trabalhou com Isay Weinfeld antes de começar carreira solo, foi pensado para trazer modernidade ao espaço, mexendo na estrutura, móveis e elementos do restaurante – saem as toalhas de pano, por exemplo. Tudo de acordo com o que a Tássia queria para o seu espaço: madeira com diferentes tons, estofados de tecido e nova iluminação, com pendentes cobres sobre as mesas. A casa ficou confortável, convidativa e atraente.

Entre as novidades, estão receitas intituladas “Menu autoral da chef”.  Das entradas, o Falso ovo de galinha, com couve-flor, queijo de cabra, vieira marinada e pérolas caramelizadas (R$35) e a Terrine de foie gras, marmelada de ruibarbo, torrada e sagu do porto (R$43). Dos principais, o Canudo recheado de robalo, com iogurte, ovas de massagô e molho de limão com erva doce (R$67) e o Linguado ao molho de vinho branco, com minicebola confit, cogumelos frescos e romã (R$78). Das sobremesas, o Bolo cremoso de milho, amora fresca, purê de amora, maça verde caramelizada e creme de baunilha brulee (R$29).

Entre os clássicos que fazem história no restaurante, ficam o Ravioli de Burrata, rúcula selvagem, tomate confit e pecorino (R$58); o Ravioli de queijo de cabra, pera, prosecco e nozes (R$54); o Tagliatelli de espinafre, creme de queijo, bolonhesa e funghi porcini (R$61), e o Lombo de cordeiro com crosta de amêndoas e risoto de cebola caramelizada com mini legumes (R$73).

Para quem optar pela degustação, a casa terá dois formatos: o Menu Autoral da Chef (R$220), com seis pratos e uma sobremesa criados exclusivamente pela chef, e o Menu Degustação Pomodori (R$160), com quatro pratos e uma sobremesa do cardápio da casa, escolhidos por Tassia.

R. Dr. Renato Paes de Barros, 534 - Itaim Bibi, São Paulo - SP,
CEP: 04530-000
Telefone: (11) 3168-3123
Vallet: R$ 20
Aceita reservas

E então... gostaram?

Beijos,

domingo, 17 de maio de 2015

02 Receitas Funcionais de Andrea Santa Rosa para comer sem culpa: Lasanha de Vegetais e Tortinha de Morango.

Olá!! Quem está firme na dieta? É bem difícil manter a dieta em dia com este frio e a vontade de comer massa. Não acham? Para quem ama uma massa e ainda não dispensa a sobremesa hoje tem duas receitas da nutricionista Andrea Santa Rosa, criadora do Vida Funcional aqui para preparar e comer sem culpa. O menu: Lasanha de Vegetais e Tortinha de Morango. Vamos lá?


Lasanha de vegetais

Ingredientes:
1 abobrinha fatiada
1 berinjela fatiada
150 gramas de tofú
2 xícaras de espinafre cru
½ cebola picada
2 dentes de alho
Sal a gosto
Azeite para refogar
3 conchas de molho de tomate caseiro

Preparo: Fatiar os legumes com auxílio do descascador e reservar em um refratário com água gelada. Em uma frigideira, refogar no azeite, a cebola e o alho até que fiquem dourados. Em seguida, acrescentar o espinafre, por último, o tofú. Para montar, faça uma camada de molho de tomate, outra de recheio e finalize com legumes. Siga o mesmo processo até finalizar os legumes.



Tortinha de Morango

Ingredientes:
1 xícara de amêndoas
1/3 de xícara de chá de mel

Recheio:
1 xícara de chá de morangos partidos ao meio
1 colher de sopa de biomassa de banana verde
Mel (opcional)

Preparo:
Em um processador de alimentos, processar as amêndoas no modo pulsar até obter uma farinha fina. Em uma tigela, misturar a farinha de amêndoas com o mel. Colocar a mistura em uma forminha para tortas (com fundo falso) pressionando com os dedos para cobrir toda a forma e as laterais. Levar ao freezer por uma hora. Em uma tigela, misturar os morangos, a biomassa e o mel. Rechear as tortinhas com os morangos. Tirar da forminha e servir.  

E então, gostaram?

Beijos,

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Por Andrea Santa Rosa: 02 receitas Fit com chocolate.

Olá!! Quem está só pensando em chocolate? Nesta época tão gostosa não tem como não pensar né?! Este é o segundo post com as receitinhas Fit da Andrea Santa Rosa que eu havia prometido, todas com chocolate. O primeiro foi publicado na semana passada (dividi em dois para não ficar tão extenso) e eram duas receitas de brigadeiro. Para quem quiser relembrar segue o link: Por Andrea Santa Rosa: 02 receitas de brigadeiro light. 

As de hoje são de Pudim de chocolate funcional e Mousse tentação. Vamos lá?


Pudim de chocolate funcional

Ingredientes:
1 copo de leite de castanha de caju ou amêndoas
1/2 xícara de biomassa de banana verde amolecida
1 colher de sopa de cacau em pó
1 colher de sopa de mel
1 banana madura
1 colher de sopa de farinha de chia
1 colher de chá de canela

Preparo:
Leve ao fogo o leite, a biomassa, o cacau, a canela e o mel. Mexa sempre depois que ferver para engrossar bem. Quando tiver engrossado, dilua a farinha de chia com duas colheres de sopa de água e despeje na panela e mexa bem rápido para misturar bem. Amasse a banana e coloque na panela. Desligue o fogo, leve a mistura para o liquidificador só para ficar bem liso, leve à geladeira em formas por três horas, em média. No final, pode colocar coco ralado por cima para dar um gostinho.

Mousse Tentação

Ingredientes: 
1 Xícara de chá de biomassa de banana verde
5 Copos de algum leite amigo de sua preferência
1 Colher de cacau em pó
3 Claras em neve
1 colher de sobremesa de mel

Preparo:
Dissolva em uma panela a biomassa de banana verde com a água (ou leite amigo), acrescente o cacau e misture em fogo brando. Desligue quando levantar fervura, continue mexendo por mais dois minutos e reserve. Bata as claras em neve com o mel e misture delicadamente no pudim quando ele estiver frio. Coloque a mistura em taças ou forminhas.

E então, gostaram? 

Beijos,

quinta-feira, 26 de março de 2015

Apaixonados por vinho: já pensaram em praticar enoturismo na Austrália? O livro "Vinhos da Austrália" é um guia para quem quer se aventurar no assunto.

Olá!! Não sei se já perceberam pelos posts do ano passado de Mendoza, mas eu e meu marido somos da turminha que adora um bom vinho e agora, enoturismo, e ler sobre o assunto é sempre muito bom. Hoje eu queria aproveitar o dia para falar de um destes livros (que aliás tem como tema uma viagem que já pensamos há um tempo) e indicar aqui já que tive amigas e até leitoras do blog que se interessaram pelo assunto.

Que tal fazer uma viagem para um país exuberante e ainda aproveitar para praticar o enoturismo? Esta é a sugestão da advogada e escritora Alessandra Esteves em seu livro e e-book “Vinhos da Austrália: o guia definitivo para você entender os vinhos australianos”. De acordo com a especialista (para quem ama o assunto, ela também tem um site atualizadíssimo sobre o tema - para vistar sempre), a Austrália tem uma diversidade de regiões vinícolas que os apaixonados por vinho não podem deixar de conhecer. “A boa notícia é que todas as regiões vinícolas têm sites na internet e são bem organizadas com o enoturismo”, afirma Alessandra.


O clima australiano é temperado, mas varia de acordo com a região que se pretende visitar. As regiões vinícolas mais famosas ficam perto de cidades importantes, como Sidney, Canberra, Adelaide, Melbourne e Perth e de praias ou regiões montanhosas.

“É possível alugar um carro para visitar as regiões vinícolas e, ao mesmo tempo, usar a viagem para conhecer a Austrália. Os produtores recebem turistas o ano todo e estas vinícolas são chamadas de open door wineries. Para visitar um produtor grande e famoso é só consultar a página dele na internet”, explica Alessandra.

Se o enoturista quiser, poderá participar da colheira na Austrália, que se inicia em janeiro e vai até março em algumas localidades mais frias, como a Tasmânia. “Há também eventos de vinho espalhados pelo ano todo para que o enoturista possa aproveitar ao máximo a viagem”, diz ela. O Great Barrier Feast, por exemplo, acontece na paradisíaca Ilha Hamilton; o Taste of Sidney se realiza em janeiro; o Harvest Festival (festival da colheita), no McLaren Vale, ocorre em janeiro; e o Crush Festival (festival da época de esmagamento das uvas), na Austrália do Sul.

“Há inúmeros sites que, em geral, contêm uma aba com calendário de festivais, jantares e eventos gastronômicos. Neles também é possível ver horários de visitas às vinícolas e até planejar a viagem com hotel e transporte. Vou citar apenas alguns exemplos: Wine Australia (www.wineaustralia.com); Adelaide Hills Wine Region (www.adelaidehillswine.com.au); Langhorne Creek Wine Region (www.langhornecreek.com); McLaren Vale Grape, Wine and Tourism (mclarenvale.info) e Barossa (www.barossa.com)”, exemplifica Alessandra.

O livro “Vinhos da Austrália: o guia definitivo para você entender os vinhos australianos” está disponível, na versão impressa, nas lojas da Amazon e no site createspace.com. O e-book pode ser adquirido na Amazon e também na Kobo e nas livrarias Siciliano e Saraiva.

Para quem não conhece: A Alessandra lançou também os livros “Vinhos da Itália” e “Wines of Italy”, é editora do site www.alessandraesteves.com e apresenta um podcast de vinhos gravado em português e atualizado semanalmente. A expert lançou no ano passado o aplicativo para smartphones “Dama do Vinho”. O app reúne informações diversificadas para os amantes do vinho num mesmo lugar, como dicas de harmonização, notícias, vídeos e uma biblioteca com boas sugestões de livros sobre o assunto. O produto é gratuito e está disponível para download para IOS e Android.

Aos 37 anos, Alessandra Esteves é estudiosa do mundo do vinho há 10 anos. É certificada em vinhos e destilados “Nível 3” pela escola inglesa Wine & Spirit Education Trust (WSET), a maior e mais renomada academia de vinhos, licores e destilados do mundo. Ela está atualmente cursando o último nível da WSET, o “Nível 4” ou Diploma, certificação que poucos brasileiros possuem.

E então,,, o que acharam? Alguém aí com vontade de ir para a Austrália?

Beijos,

segunda-feira, 23 de março de 2015

Por Andrea Santa Rosa: 02 receitas de brigadeiro light.

Olá!!! Quem já está pensando na Páscoa? E como seguir a dieta? Nada de ansiedade e medo de não conseguir levar em frente a disciplina na alimentação no período mais chocólatra do ano. Andréa Santa Rosa, nutricionista e criadora do programa online Vida Funcional (www.vidafuncional.com.br) ao lado do marido, o diretor e ator Márcio Garcia, ensina duas receitas, que vão saciar a vontade pelo chocolate e, ao contrário dos produtos industrializados, não possuem gorduras saturada e trans, açúcar, além de outras substâncias químicas que podem prejudicar o organismo.

Andréa explica que “tudo depende da escolha de cada ingrediente e é possível fazer substituições que deixam a receita saudável, sem tirar o gostinho de quero mais das outras sobremesas”. Além disso, “o cacau, utilizado nas dicas a seguir, é um potente antioxidante e possui em sua composição polifenóis que auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares. Ele pode promover também a redução do colesterol total e do LDL, o colesterol ruim”. A nutricionista ensina aqui algumas receitas do seu cardápio funcional para a Páscoa, para degustar sem culpa!


Brigadeiro de biomassa com castanhas

Ingredientes:
2 xícaras de biomassa de banana verde (1) amolecida
3 colheres de cacau em pó
3 a 4 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de farinha de grão de bico ou de proteína de arroz
1/2 xícara de leite amigo (se necessário)
1 punhado de castanhas trituradas (castanha do pará ou de caju, amêndoas, etc)

Preparo:
Misture todos os ingredientes e leve ao fogo baixo, mexendo sem parar (se a biomassa estiver muito durinha, adicione três colheres de leite de coco ou outro leite vegetal). Quando começar a desgrudar, retire da panela e leve à geladeira. Quando esfriar, faça bolinhas e passe em castanha triturada. Pode-se usar também coco ralado ou amendoim.

1.Biomassa de banana verde – Lave as bananas sem retirar a casca ou os talos e certifique-se de que elas estão bem fechadas, sem falhas na casca. Coloque água em uma panela de pressão suficiente para cobrir as bananas e deixe ferver. Assim que ferver, coloque a fruta e tampe até conseguir a pressão. Depois que a panela estiver com pressão, abaixe o fogo e deixe por mais 10 minutos. Deixe que a pressão saia naturalmente. Sem deixar as bananas esfriarem, retire-as da água e tire as cascas rapidamente. É importante fazer isso enquanto elas ainda estão quentes, pois, caso esfriem, elas endurecem. Utilize um processador ou liquidificador para batê-las até formar uma pasta. Caso seja necessário, coloque água fervente para deixa-la mais macia. Caso não queira utilizar imediatamente, ela pode ser congelada em potinhos para ser usada depois.


Brigadeiro branco:

Ingredientes:
1 copo médio de leite de coco caseiro
1 colher de sopa de mel
½ xícara de chá de biomassa de banana verde
1 colher de sopa de farinha de amêndoas

Preparo:
Em uma panela, misture todos os ingredientes e leve ao fogo médio até a massa desgrudar do fundo da panela. Deixe esfriar e leve ao congelador por aproximadamente três horas. Retire do congelador, faça bolinhas e passe no coco fresco ralado.

E então... gostaram? Na próxima semana tem mais duas receitinhas da Andrea Santa Rosa com chocolate, para ninguém estragar a dieta na Páscoa.

Beijos,