Mostrando postagens com marcador Mendoza. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mendoza. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 25 de março de 2020

Chegou a época de pisar nas uvas Tem pacote especial no hotel Casa de Uco para quem quer participar da Vindima.

Já é tradição: todo começo de ano, na Argentina, é época da colheita das uvas. São elas que vão dar origem a toda aquela variedade de vinhos maravilhosos que serão apreciados no país e no exterior depois de algum tempo. Essa época é tão importante nas regiões produtoras de uvas – como é o caso do Vale do Uco, em Mendoza – que ganhou há 70 anos é celebrada com uma festa especial, a chamada Vindima. De tão popular, ela atrai anualmente milhares de turistas à Argentina.




E como não poderia deixar de ser, o Hotel e Vinícola Casa de Uco preparou um pacote mais do que especial para os hóspedes que estão planejando desfrutar das maravilhas do Vale do Uco em 2020. Entre os dias 15 de fevereiro e 30 de abril começa a valer o Programa da Vindima, que, além de muitas facilidades, inclui a principal atração: a colheita seguida da tradicional pisa das uvas.


Os hóspedes que escolherem participar deste programa especial terão: transfer privado do aeroporto de Mendoza para o hotel, aula de coquetéis, jantar degustação harmonizado com vinhos, café da manhã à la carte, a esperada colheita (que começa com uma visita as vinhas de Pinot Noir, Cabernet Franc e Malbec) depois é realizada a colheita recreativa e em seguida o piso clássico das uvas. De lá os hóspedes seguem para um almoço especial em meio aos vinhedos do hotel, onde é servido um tradicional assado argentino com vista para a Cordilheira dos Andes.


Depois é só relaxar e curtir o hotel, seja em um passeio de bike ou com uma massagem relaxante de 60 minutos. No dia seguinte, é possível escolher entre visitar duas vinícolas dentro do Vale do Uco ou fazer um passeio a cavalo pelos vinhedos, ambos com almoço incluído. Ou ainda fazer uma “Blending Session” na Bodega Casa de Uco, que termina com um menu de três pratos.
Pacote Vindima: a partir de USD 3,200 em acomodação Cordón del Plata para até 2 adultos por 3 noites.

sábado, 9 de março de 2019

Muito além dos hotéis: Conheça as experiências inusitadas e transformadoras que farão a diferença em sua estadia

É mais feliz quem vive novas experiências. Se você não acredita, saiba que a constatação é científica. Segundo um estudo realizado na Universidade de Cornell, em Ithaca, Nova York, os níveis de satisfação de um individuo é muito maior ao viver um momento do que ao adquirir bens materiais. Não é por acaso que as viagens trazem tanta felicidade e são lembradas para o resto da vida.

Pensando em tornar as férias dos turistas inesquecíveis, alguns hotéis pelo mundo oferecem experiências únicas, que vão muito além de um simples passeio. Essas são para guardar com carinho e eterizar em um porta-retrato!


Mendoza

Na vizinha Argentina, Mendoza é a cidade ideal para quem busca experiências regadas a um bom vinho. O hotel Casa de Uco cumpre perfeitamente esse papel, já que todas as vilas destinadas aos hóspedes ficam em meio aos vinhedos. Durante todo ano é possível conhecer o processo de produção da bebida e, até mesmo, levar um vinho personalizado, feito pelo hóspede.

Porém, a melhor época para visitar o Casa de Uco é justamente na Vendimia, quando as uvas são colhidas. Durante esse período, o hotel oferece atrações especiais. Os turistas, por exemplo, podem participar da pisa das uvas e degustar um tradicional asado argentino com vista para a Cordilheira dos Andes.


Patagônia 

Enquanto na Patagônia Chilena, os hóspedes do The Singular Patagônia acordam às 5 da manhã para pegar o barco na frente do hotel, que depois de cruzar fiordes e glaciares chegam até a Estância La Península para degustar vinhos locais, ver a produção da lã e experimentar um maravilhoso cordeiro na brasa. A experiência é rica, calorosa e totalmente inusitada em um cenário conhecido por ser gélido e exótico.


Riviera Maya

“All-Fun Inclusive” é o termo que representa o Hotel Xcaret México, em Playa del Carmen, ou seja, já dá para perceber que o hotel garante uma programação completa aos seus hóspedes. Além de ter onze restaurantes em seu complexo – dez estão inclusos na tarifa – o hotel dispõe de praias particulares, onde o turista pode andar de caiaque ou praticar SUP. 

Também há piscinas espalhadas por todo o resort – uma, inclusive, dedicada as crianças. Mas o melhor é que todos que se hospedam no hotel têm entrada liberada nos parques e experiências Xcaret (como visitar os cenotes e a zona arqueológica de Chitchén Itza). Por fim, a grande novidade desse ano será o parque Xavage, com diversas atrações radicais. A previsão para inauguração é maio.


Alentejo 

Aos pés de uma pequena vila do Alentejo, chamada Monsaraz, está o São Lourenço do Barrocal. A propriedade pertence à mesma família há cerca de 200 anos e foi inteira reconstruída respeitando as instalações em seus primórdios. O hotel representa a verdadeira essência da região. Produz seu próprio vinho, azeite e os restaurantes utilizam ingredientes da horta.

Quanto aos passeios promovidos pelo hotel – e que são ótimas opções para quem quer aproveitar agora o inverno europeu – nada foge à regra. Para quem gosta de história, o hotel oferece um tour arqueológico guiado. Nele pode-se observar tanto formações geológicas antigas, como monumentos pré-históricos. Se a ideia é contemplar a natureza, escolha a observação de aves para descobrir a diversidade de cores e espécies oriundas do norte da Europa e da África.

Outra opção incrível é percorrer a propriedade e as estradas ao seu redor para visitar lindas paisagens, descobrir vinhedos e produtores locais para degustar vinhos, azeites e queijos. Para a temporada o hotel também oferece prova de vinho e visita a adega da propriedade, passeios a cavalo e workshop de coquetéis da estação.


Miami

Miami é praticamente sinônimo de compras para os brasileiros. Mas lembrem-se que bens materiais não trazem tanta felicidade quanto viver experiências. Pensando nisso, o EAST, Miami, em Brickell, tem em seu complexo dois espaços de convivência incríveis e que podem proporcionar momentos únicos com amigos, familiares ou em casal. Para começar, o Sugar, rooftop que fica no 44º andar do edifício tem um pôr do sol de tirar o fôlego. Sim, o que parece simples pode tornar a viagem inesquecível, ainda mais se for contemplado com um bom drinque.

Outra experiência interessante no EAST é conhecer um brunch noturno. Isso mesmo! Ao invés de ser servido pela manhã, o brunch asiático é oferecido ao fim do dia no Tea Room – um espaço que antes não era aberto ao público e hoje funciona como um spot secreto para uma noite memorável com amigos.


sábado, 9 de fevereiro de 2019

Um brinde, já é Vendimia!

Como já dizia o novelista escocês Robert Louis Stevenson, "um bom vinho é poesia engarrafada". De fato, a bebida é uma obra prima, já que desde o processo de produção até seu engarrafamento, o vinho requer cuidado, paciência e boas escolhas. Tudo começa pela colheita, tão importante que tem nome próprio. Vendimia é a época da colheita das uvas. Durante o período, enólogos e vinicultores estão preparados para analisar o grau de maturação da fruta e escolhe-las literalmente a dedo, afinal, é algo fundamental para que o vinho tenha boa qualidade.


Onde acompanhar a Vendimia?
Caso você tenha o interesse em acompanhar de perto a colheita e aprender mais sobre a produção dos vinhos, Mendoza é um destino perfeito. Conhecida por suas vinícolas a se perder de vista, por lá a Vendimia acontece em fevereiro e março. Para ter uma experiencia completa na Vendimia, a escolha do hotel é muito importante, já que alguns oferecem atividades especiais e que acontecem só nessa data. É o caso do Casa de Uco.


Para começar, todas as vilas do hotel estão em meio aos vinhedos particulares da propriedade. Sim, o hotel tem sua própria produção de vinhos. Para a Vendimia, a programação é toda especial: primeiro, você participa da colheita e da tradicional pisa das uvas. Além disso, são feitas visitas aos vinhedos de Torrontés, Pinot Noir, Cabernet Franc e Malbec para conhecer de perto a vinha, descobrindo diferentes tipos de solos. Obvio que não poderiam faltar degustações de vinhos de cada lote, acompanhadas de tapas. 
 

E, para finalizar em grande estilo, o hóspede pode se deliciar com um clássico asado argentino com vista para a Cordilheira dos Andes. Também é possível passear pelas vinícolas a cavalo ou de bike e, por fim, relaxar no SPA com um tratamento especial para a safra, que inclui sauna seca, sauna herbal, banho regenerador, esfoliante com folhas de videira vermelha, Endinda Beauty (banho de algas, videira e sais andinos).

Anota aí: de 15 a 28 de fevereiro o Casa de Uco oferece condições especiais. 

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Mendoza: O restaurante Francis Mallmann 1884.

Eu sei que dentre tantos posts da minha última viagem contando de Mendoza, ainda faltou um pouco da cidade, então o post de hoje é sobre um restaurante que eu adorei para quem estiver em passeio ou planejando sua ida. Estou aqui pensando em férias.

Como já contei aqui ficamos hospedados na bodega Terrazas, que é da Chandon, fizemos aqueles passeios de turista pela cidade, cada dia paramos em um café, mas como todos eram muito bons e com um perfil bem parecido, nada de novo a contar. O que eu adorei mesmo foi caminhar calmamente pelas ruas como se o tempo estivesse parado, sem preocupações com compromissos em São Paulo, aquela correria de sempre. 

Mas, voltando ao restaurante: quando faltavam poucos dias para a viagem, a responsável por turismo da Chandon entrou em contato para organizar a nossa agenda de passeios por lá. Foi tudo agendado por ela, inclusive as reservas para os restaurantes da cidade. Quando chegamos, logo no primeiro dia, fomos conhecer o Francis Mallmann 1884, de um chef super conceituado na Argentina.

O restaurante foi inaugurado em 1996 e é um dos mais famosos também. Ele faz parte da lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina em 2014, na mesma lista há a indicação de Alex Atala (só como exemplo). O restaurante é muito charmoso, a comida ótima e o atendimento perfeito. Pelas fotos da varanda e ambientes internos acho que já conseguem imaginar o quanto é bom!! Gostamos muito!!

O Francis Mallmann 1884 fica em uma antiga adega (fundada em 1884), e está organizado em salas de jantar individuais para uma experiência mais intima. 

Aviso às moças em dieta, como eu quando fui pra lá, relaxem e aproveitem. 

E então... gostaram?

Beijos,

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

A visita e Degustação do Terrazas de Los Andes.

Olá !!! Vocês devem se lembrar que eu prometi um post contando sobre a degustação e visita guiada da Terrazas de Los Andes, e deixei propositalmente para esta semana porque sei que muita gente está a procura de bons vinhos e eu aproveito para falar destes, que eu conheci e gostei desde a degustação que eu fiz lá no espaço Brastemp na Casa Cor deste ano (quem acompanha o blog sempre deve se lembrar, aliás, lá surgiu a idéia de visitar a vinícola). Para quem quiser reler aquele post é só clicar aqui, tem até Receitas de empanadas para saborear junto ao seu vinho preferido.


Sempre gostei muito de vinhos (moderadamente hein - como harmonização em bons momentos e comemorações) e visitar uma vinícola era  mais do que uma vontade, não sei dizer o porquê, acho que um pouco pela atmosfera e a visita foi perfeita!! Fizemos uma visita à Chandon que eu já contei aqui pra vocês, e por último, o Terrazas.


Eu já contei a História da Terrazas de Los Andes aqui pra vocês né! Mas, caso não queiram voltar ao post anterior aqui vai novamente um breve resumo: A Terrazas de Los Andes, para quem não sabe, pertence ao grupo LVMH. Inaugurada em 1999 pela Moët & Chandon, esta bodega foi pioneira na elaboração de vinhos de altitude. Fundada no coração de Mendoza, em uma antiga bodega restaurada em estilo espanhol que pertencia à família Família Sotero Arizu, precursora na produção de vinhos da Argentina desde 1898.

Nossa visita à vinícola foi muito gostosa, estávamos hospedados na bodega e encantados com tudo e quando descansávamos entre um passeio e outro na varanda no fim de tarde, ficávamos imaginando como seria lá onde os vinhos são fabricados, até realizarmos uma visita guiada pela enóloga Carol, que foi super simpática.


Conhecemos a sala de máquinas, onde as uvas são selecionadas, e no caso dos vinhos reserva, uma a uma, cacho por cacho. As uvas são processadas no mesmo dia em que são colhidas para a liberação do mosto. Em seguida, a parte sólida suspensa é separada da parte líquida e segue para os tonéis em inox onde ocorre a fermentação. Após, repousam em barris de carvalho para amadurecer o aroma e sabor.


Os vinhos jovens, que compõem a linha mais básica da bodega e devem ser consumidos em até 2 anos da sua fabricação, são inteiramente fermentados em tanques de inox e não passam pelo barril de carvalho. Os vinhos mais elaborados como o Reserva e o Single Vineard chegam a passar 18 a 24 meses em barris de carvalho francês.

Curiosidade: Os tonéis de aço inoxidável onde o vinho é fermentado possuem mais de 3 metros de Altura e foram colocados nos Galpões pelo teto, o qual foi todo retirado e depois reconstruído, já que não passavam pelas portas.

A Terrazas de Los Andes foi uma das primeiras vinícolas a difundir o conceito de altitude e microclimas ideais pará cada tipo de uva. Por isso conta com Terrenos (fincas) em Tupungato (1.200 metros), Vistalba (1.067 metros), Perdriel (980 metros) e Cruz de Piedra (800 metros), para produzir três linhas de vinhos (Terrazas, Terrazas Reserva e Afincado).

Fiz uma degustação dos vinhos apos uma visita, abaixo e na sequência, Torrontés, Chardonnay e Malbec:

Posso fazer minhas recomendações para uma harmonização dos pratos de final de ano (voltei me achando uma entendida em vinhos - risos)? Torrontes para saborear aperitivos por ser extremamente frutado (meu preferido por sinal) e Malbec e Cabernet Savignon para acompanhar o prato principal.
Apos uma visita também é legal fazer o almoço degustação da bodega, que é muito bom. Quem faz uma visita normalmente segue esta sequencia. 
E claro que eu contei e coloquei algumas fotos da visita aqui pra vocês, mas, como tudo na vida, não substitui vivenciar as boas experiências, e neste caso, sentir o aroma do vinho, o clima da região. Espero que tenham gostado... Eu amei !!!

Beijos,

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Mendoza: Uma visita à Chandon Argentina.

Acabei deixando um post já escrito e guardadinho aqui no meu rascunho para o final do ano já pensando nas férias e celebrações. É nessa época que começamos a programar passeios e viagens, e queria contar de um que fiz em Mendoza. Prometi contar um pouco sobre as degustações da Chandon e Terrazas em Mendoza, que são imperdíveis para quem pretende aproveitar muito bem a região. Vou fazer isso em dois posts.

Eu amei Mendoza e quero voltar mais vezes. Como já disse aqui, consegui descansar muito (eu precisava, o stress de São Paulo de vez em quando me faz meio mal, e só uma cidadezinha calma como esta, cheia de ruas arborizadas e bons cafés para me equilibrar novamente).


A Chandon da Argentina recebe diariamente, com agendamento prévio, visitantes em sua fábrica em Mendoza, para um passeio guiado pelas suas instalações com muitas informações históricas, além do acompanhamento de etapas da fabricação, e no final uma degustação com os espumantes da marca.



A Chandon é uma das marcas de espumantes mais conhecidas no mundo e é produzida em cinco países, incluindo a Argentina, com uma unidade de produção em Mendoza, no distrito de Luján de Cuyo.


A empresa Moët & Chandon surgiu na França em 1743 e atualmente também possui unidades de produção na Argentina, Brasil, Estados Unidos e Austrália. A Bodegas Chandon de Mendoza abastece o mercado da Argentina e também exporta sua produção para outros países.


Tudo bem que a foto foi tirada por acaso, mas olha o meu tamanho em relação aos tonéis... são milhões de litros de espumante armazenados aí. Abaixo, a cava.



E o espaço para degustação da marca que eu adorei. Vou aproveitar e contar até qual foi o meu preferido: gostei muito do Délice, que não tem aqui no Brasil. É bem frutado (gosto de bebidas mais frutadas) e a recomendação é de que seja utilizado em drinks com frutas - deu para imaginar o quanto é bom né?



Para quem se interessou pela visita e não vai para Mendoza: A Chandon do Brasil, que também é aberta para visitação, está localizada no município de Garibaldi (Rio Grande do Sul) e sua produção abastece somente o mercado nacional. As espumantes produzidas na Argentina não são enviadas para o Brasil para não concorrer com a fábrica daqui e vice-versa. Estas unidades produzem somente a marca Chandon, enquanto que as outras espumantes do grupo LVMH, como a Moët & Chandon, Dom Perignón e Veuve Cliquot, são produzidas apenas na França.


E então... gostaram? Não coloquei tantas fotos, mas prometo que vou atualizar posteriormente.

Beijos,

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Mendoza: Terrazas de los Andes.

Olá!!! Finalmente vou escrever sobre o local especial em Mendoza!! Queria muito falar sobre ele antes, mas queria contar primeiro da viagem (dar umas dicas porque eu soube que muita gente se esquece de alguns detalhes importantes, e que fazem diferença). 

Agora sim... vou falar da minha estadia (para que este não fique tão extenso, em outro post falo das visitas à Vinícola Terrazas e à Chandon ok?) que sinceramente, foi maravilhosa!!! O caminho foi de encher os olhos com a vista da Cordilheira, mas a chegada na Bodega Terrazas de Los Andes superou todas as minhas expectativas. Eu amei!!! 

A Terrazas de Los Andes, para quem não sabe, pertence ao grupo LVMHInaugurada em 1999 pela Moët & Chandon, esta bodega foi pioneira na elaboração de vinhos de altitude.  Foi fundada no coração de Mendoza, em uma antiga bodega restaurada de estilo espanhol que pertencia, desde 1898, à família Sotero Arizu, precursora na produção de vinhos da Argentina.

Mendoza é famosa por sua gastronomia e, como vocês já sabem, os vinhos, já que ela comporta grandes vinícolas, além de ser uma graça, você passeia tranquilamente, ou seja, era tudo o que eu queria.

Como já disse, me hospedei na casa, e o clima, tudo era diferente, conseguimos descansar e esquecer trânsito e todos os outros contratempos de São Paulo. Estávamos hospedados junto a um grupo de americanos muito simpáticos, que também, pelas nossas conversas, adoraram, então, a energia, o bom humor desde os hóspedes até os funcionários que sempre nos atendiam com muita atenção era perfeito!

As fotos abaixo da casa e da vista do meu quarto. Eu amava abrir a janela pela manhã!!



O jardim da Casa é lindo, e unanimidade, aliás, era um dos meus cantinhos preferidos também!



Bom, tudo bem que eu também aproveitava o sossego do jardim para ler meus e-mails... mas tem coisa mais gostosa do que sentar num jardim e ficar ali conversando ou até lendo seus e-mails? 


Como eu adoro decor, não poderia deixar de reparar na decoração impecável do Terrazas. Eu adorei e ainda fiz questão de tirar umas fotos para postar no blog (depois vocês me contam, mas eu sei que vocês também vão gostar!).




Outra coisa super legal é que o Terrazas de Los Andes também recebe visitantes à vinícola que fica junto à Casa e um almoço harmonizado. Na foto o meu, com os vinhos Terrazas Reserva Torrontés 2013 (meu preferido), Terrazas Reserva Malbec 2011 e Chandon Cuvée Reserve Chadonnay da marca e o cardápio da chef Noellia. Muito bom!!







E então... gostaram? Já imaginaram como as nossas férias foram boas né!!

Beijos,