Mostrando postagens com marcador Suíça. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Suíça. Mostrar todas as postagens

sábado, 1 de julho de 2017

Bem-estar é prioridade em hotéis internacionais.

Quem não ama viajar, ter cuidados especiais, limpar o organismo e voltar para casa renovado, pronto para uma nova jornada no trabalho e na vida? Hoje temos uma pequena seleção aqui no blog com os melhores spas do mundo, para todos os estilos e gostos. De uma linda praia onde é possível até fazer aulas de surf, passando pelas montanhas num charmoso hotel, e até ao deserto. É só escolher!!

Ioga sob prancha, SPAs médicos e até um bar detox estão entre as atividades saudáveis oferecidas por hotéis exclusivos ao redor do mundo. Viajar em busca de bem-estar e equilíbrio emocional é uma procura constante dos viajantes de hoje em dia. A prioridade ainda é explorar novos territórios, mas sem deixar de lado os cuidados com o corpo e a mente. Pensando em proporcionar uma experiência revigorante aos hóspedes, hotéis internacionais oferecem ótimas opções. Olha só. 

Nihiwatu – Ilha de Sumba, Indonésia: no staff a professora de ioga australiana Sjana Elise Earp espera pelos hóspedes adeptos da prática e também de meditação. 


Diante da paisagem que envolve o resort, eleito o melhor do mundo de 2016 pela Travel & Leisure, é difícil não relaxar completamente. Além disso, o NihiOka é o spa exclusivo do hotel que fica em uma praia desértica e exige um leve trekking para chegar até lá. Uma vez feito isso é só aproveitar um dia inteirinho dedicado aos tratamentos. 

Clínica médica e o bar detox especialmente desenvolvido para os hóspedes em tratamento Ultima Gstaad – Gstaad (tivemos um post aqui no blog mostrando o hotel todo. Para quem ainda não leu: Décor e Viagem - A decoração autêntica e sofisticada do Ultima Gstaad.) Suíça: já ouviu falar em bar detox? Pois bem, ele existe nesse hotel localizado nos alpes suíços. 


Por lá só é possível consumir sucos dos mais variados sabores e combinação de ingredientes. Tudo para que a dieta seja mantida para aqueles hóspedes que estiverem em tratamento na clínica médica do hotel, a Aesthetics Clinic, que possui um médico de plantão, realiza análises completas do organismo e alguns testes como o de DNA, que identifica pontos forte e fracos do sistema imunológico de cada paciente ajudando a prevenir doenças. 

SPA médico na Itália: L’Espace Chenot Health Wellness SPA L’Albereta – Itália (para quem quiser conhecer um pouco mais tivemos um post mostrando todo o hotel num post sobre a região de Franciacorta, na Itália: Região para relaxar na Itália.).


Seguindo essa mesma linha de SPA médico, o hotel L’Albereta oferece aos hóspedes e visitantes o renomado método detox de Henri Chenot, um dos pioneiros nas técnicas de detox no mundo. No L’Espace Chenot Health Wellness SPA é possivel fazer os tratamentos mais modernos para regenerar corpo e mente. O visitante é consultado por médicos e depois de uma tecnológica e minuciosa avaliação física é encaminhado para atendimentos personalizados – incluindo dieta. 

Entre as opções de ioga do GoldenEye tem essa feita sob pranchas no lago que circunda o hotel GoldenEye (Para quem ama uma boa história, o GoldenEye é bem interessante, já que foi onde nasceu a história do 007 - Post aqui) – Oracabessa, Jamaica.


Só de estar num país cercado pelo mar azul do Caribe já dá para relaxar, mas para potencializar essa experiência o hotel GoldenEye oferece, além de meditação, aulas de ioga das mais diferentes modalidades. Uma delas é a ousada Stand up ioga, realizada numa prancha de stand up paddle no lago que banha o hotel. 

Nira SPA, o maior e mais completo SPA do Oceano Índico, localizado no hotel Shanti Maurice Shanti Maurice – Ilhas Maurício: Que tal relaxar em um resort localizado entre o azul-turquesa do Oceano Índico e o verde vivo dos campos de cana-de-açúcar, na costa praticamente intocada das Ilhas Maurício? 


Com 25 salas de tratamento e cercado por pequenos lagos repletos de lírios e flores nativas, o Nira Spa, do hotel Shanti Maurice é um dos maiores e mais completos SPA do Oceano Índico. Os tratamentos feitos no local refletem o legado da diversidade de Maurício, marcado por influências indianas e africanas e conta com produtos e tratamentos da célebre marca Africology.

Aulas de ioga fazem parte da experiência de quem conhece o Hacienda Vira Vira  – Pucón, Chile: a ioga também é palavra de ordem no hotel Hacienda Vira Vira. (também temos um post contando um pouco sobre esta região e mostrando o hotel aqui no blog: Pucón, no Chile).



Isso porque Claudia Paravicini, dona do hotel, é professora certificada de Hatha Ioga. Sua rotina inclui aulas todas as manhãs nas margens do Rio Liucura, que circunda toda a propriedade do hotel. E é claro que ela faz questão de compartilhar seu conhecimento sobre a prática com os hóspedes que podem aproveitar o período no hotel para renovar as energias em aulas individuais ou para pequenos grupos durante o período de estada. 


Infraestrutura do Puri Spa, um dos melhores da América Latina Alto Atacama – Atacama, Chile: A prática da Ioga também é valorizada por aqui. Todas as quartas-feiras e sábado os hóspedes do Alto Atacama podem fazer aulas de ioga no Puri Spa, nomeado um dos 10 melhores spas da América Latina pelo Spa Finder. Apesar de estar localizado no mais seco dos desertos do mundo, a água proveniente da neve glacial faz de San Pedro de Atacama um oásis. Essa água somada aos profissionais experientes e aromas variados são as ferramentas para revigorar o corpo e o espírito dos hóspedes após um dia de exploração no deserto. Além de massagens, as opções de tratamentos incluem ainda sauna finlandesa, banho turco, ducha escocês, hidromassagem interna e externa, entre outros.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Décor e Viagem: A decoração autêntica e sofisticada do Ultima Gstaad nos Alpes Berneses, na Suíça.

Quem ama ver aquele décor super charmoso, viagem e ainda, conforto? Hoje é dia de mostrar um destes lugares inspiradores para quem gosta do assunto. Visitar lugares distantes e mesmo assim sentir-se como se estivesse em casa. Esse é o objetivo de muitos viajantes que mais do que nunca estão priorizando o conforto e o aconchego em suas experiências fora do Brasil. Pois é exatamente essa sensação de acolhimento que o Ultima Gstaad tem para oferecer aos seus hóspedes do mundo todo.

 
O hotel, localizado no coração de Gstaad, entre os pitorescos Alpes Berneses, na Suíça, é composto por três vastos chalés de madeira que misturam a arquitetura tradicional com linhas contemporâneas. Madeira antiga combinada com cristais modernos e peças em bronze, mármore e couro criam esta atmosfera sofisticada. O resultado é um espaço único, uma verdadeira obra de arte de 10.000 m2. Abaixo, o lobby, com detalhes em cristais:



A prioridade em descaracterizar completamente a atmosfera de um hotel tradicional é tamanha que tudo foi pensado minimamente para proporcionar essa sensação de estar em casa mesmo.



O Restaurante Duchesa:  

Abaixo, o Detox Bar Ultima Gstaad e Spa La Prairie:


A ideia é que o hóspede chegue a se questionar se está realmente num hotel ou num chalé privado. Ou ainda se é um convidado na casa de amigos ou está em sua casa de inverno. Prova disso é que o Ultima Gstaad não possui mesas ou balcões na recepção por exemplo. A entrada remete imediatamente a uma sala de estar com mobiliário feito sob medida por artistas italianos. Abaixo, as suítes do Ultima Gstaad:


O design do hotel foi todo elaborado com base em inspirações que os jovens donos do Ultima Gstaad trouxeram de suas viagens. A ideia foi transcrever o luxo dos mais lindos iates e recriar uma nova joia luxuosa e ao mesmo tempo aconchegante no coração dos Alpes.

Além disso, cada hóspede é recebido por um serviço extremamente personalizado. Possui um mordomo particular para cuidar de suas necessidades 24 horas por dia o que possibilita ao hóspede solicitar uma babá ou até mesmo um passeio romântico de trenó para descobrir os segredos de Gstaad. Tudo poder ser feito sem estresse graças a uma variedade de serviços customizados disponíveis. Abaixo, um chalé privado e a Suíte Presidencial do hotel:


 
E para completar essa sensação de conforto o hóspede conta ainda com ótimas opções de acomodação. O hotel possui ao todo 11 suítes e 6 residências, uma mais exclusiva do que a outra. Todas as suítes possuem um cantinho especial de relaxamento com lareira, uma sacada privativa com vistas surpreendentes das paisagens de Gstaad, banheiro de mármore e sistema tecnológico que proporciona ao hóspede controlar as luzes e as músicas da suíte por iPad. Já as residências são ideais para viagens em família ou grupo de amigos já que possuem, além de tudo isso, cozinha, jardim, sala de jantar e número de quartos que vão de dois a quatro com total privacidade. 


sábado, 26 de abril de 2014

Diário de Viagem: Lago Maggiore.

Olá!!!! Este é o segundo post com meu "pequeno" diário (neste eu me empolguei um pouco mais nas fotos - eram meus dias de férias!!!) de viagem pela Itália, e escolhi o fim de semana para contar, porque foram dias maravilhosos. 

Com tantos lugares lindos fica bem difícil escolher, as opções são muitas e o meu desta vez foi o Lago Maggiore. O lugar é simplesmente lindo!!!!! A vista é de encher os olhos e a cidadezinha de Stresa, um charme!!! Ah, os italianos amam a região dos lagos e quando você pede uma dica de um lugar bom, eles indicam (risos). 



Os mais famosos são o de Como (queria visitar mas ficou para a próxima), o Lago di Garda em uma região com vários parques infantis ou o Lago Maggiore que fica no Piemonte. Para quem vai de trem, é só pegar um saindo da Estazione Centrale de Milão.


Um pouco mais da cidade em uma foto tirada à tarde... a coloração das árvores que eu achei perfeita em meio à paisagem da cidade. É o início da primavera...já imaginaram???


O hotel onde fiquei na região foi o Astoria que faço questão de indicar porque gostei bastante de tudo e principalmente do atendimento. 

Fiz vários passeios pela região, e embora tenha ouvido de uma amiga que foi recentemente para lá que em um dia você conhece tudo, discordo porque você acaba querendo curtir cada momento, desde um café ou um gelatto à beira do lago em Stresa, como todos os outros passeios, uma ida até Mottarone onde há uma estação de esqui (que estava fechada quando eu fui -  é primavera lá) ou uma voltinha lá em Locarno (já na Suíça), que é uma cidade bem pequena, e muito charmosa.

E a clássica fotografia de turista, aguardando a visita às ilhas, tirada de celular (risos). Eu adorei esta foto!!!!


Localizado no norte da Itália, o Lago Maggiore é um dos maiores do país, tem 212 km2, sendo que 80% estão em território italiano e 20% na Suíça. No seu entorno estão regiões como a Lombardia e Piemonte. 

Eu adorei o lugar. é tranquilo (eu realmente precisava de um pouco de descanso aliado a uma linda vista), a cidade de Stresa é muito fofa!!!!! A beira do lago é cheia de pracinhas para sentar e apreciar a vista. Não tem como não fazer isso ao observar o lago com as montanhas ao fundo.


Posso aproveitar o post para algumas dicas? O lugar é perfeito para levar os filhos e ficar observando-os brincar, é uma delícia!! Fiquei pensando nisso ao ver as crianças em um parquinho à beira do lago, com as mães atentas a cada passo de seus bebês, e quando tiver o meu, com certeza vou passear por lá com ele.


Vale pegar um barco e fazer várias paradas nas ilhas e nas cidades do lado italiano ou já na Suíça (Locarno foi uma cidade que eu adorei!!!), voltando de barco ou ainda de trem.

Neste caso um bilhete diário com volta de trem custa 32 euros e te preenche toda uma tarde ou ainda um dia todo. Só o trajeto percorrido leva 3 horas. O Serviço é oferecido pela Lago Maggiore express.

Isola Bella: Impossível ir a Stresa e não conhecer a Isola Bella, basta pegar um barco (o valor é de 10 euros, muito bem gastos - o passeio é maravilhoso!!!). É lá que fica o suntuoso palácio Borromeu e seus imponentes jardins. São dez andares de varandas construídas, uma acima da outra, como degraus. Plantas, flores e estatuetas se amontoam numa confusão cautelosamente planejada e infinitamente bela.

Encontrei uma foto aérea no site de informações do lago e estou publicando só para vocês terem uma idéia do tamanho da ilha e aproveito que vou colocar crédito desta imagem abaixo para indicar aqui, caso alguém precise de maiores informações.


O palácio começou a ser construído em 1632, juntamente com o jardim. Lá se encontra um dos trabalhos barrocos mais singulares da Itália. Seu interior conta com tapeçarias inglesas do século XVI, móveis antigos, objetos em Murano, quadros, retratos antigos e objetos de arte criando um ambiente de luxo e sofisticação. A entrada no palácio é paga, e não me lembro o valor exato, mas é bom reservar uma média de 20 euros (só para a entrada). Infelizmente fotos dentro do palácio não são permitidas, somente nos jardins, de onde vocês podem imaginar a beleza de tudo.


A foto abaixo é de um dos sites oficiais de viagens da Itália, quis mostrar com melhores detalhes a beleza do jardim. Esse pavãozinho estava lá no dia em que eu fui e ele adora se mostrar para os turistas. Tão fofo!!!!!




Quem consegue imaginar a moça atrás da câmera aí pendurada tirando foto? Brincadeira, este é o ponto mais alto do jardim. (risos)


Isola dei Pescatori: A apenas alguns minutos de barco da Isola Bella, fica a Isola dei Pescatori. Como o nome já diz, trata-se de uma pequena e charmosa ilha de pescadores. Uma boa pedida é parar por ali para o almoço. É uma delicia almoçar ali, com aquela vista. E você pode voltar em outro barco, não necessariamente no que você chegou (foi o que eu fiz). No restaurante do Hotel Verbano você encontrará sabores do lago combinados a ingredientes vindos das montanhas. 

Mottarone Cableway: É legal pegar o Mottarone Cableway, um bondinho muito parecido com o do Pão de Açúcar e ir até o ponto mais alto de Stresa. Dizem que é muito legal ir até lá no fim do dia, mas como uma boa "do contra" acabei indo passear por lá logo cedo, mas me arrependi, o tempo não estava dos melhores.  Mas mesmo assim, na volta fui presenteada com uma das vistas mais lindas que já vi na vida!!!





Acima, com um pouco de frio lá na montanha e abaixo, já na descida com o teleférico e aquela vista linda que eu contei pra vocês, com o tempo melhor e um dia de sol.


Para se informar um pouco mais sobre a região tem um site aqui com tudo, inclusive a agenda cultural, que tem até uma feirinha de artesanato que ouvi dizer que é bem legal.

E então...gostaram??

Beijos,